A Mídia Descobriu o Que o Leitor do Aquela Passagem Já Sabia…

14 de January de 2009 | Por | 1 Comentário More

A ANAC a fim de sustentar seus argumentos a favor da queda das bandas tarifárias nos vôos para fora da América do Sul (e que teve seu início suspenso na justiça) fez um levantamento de preços comparando as passagens na mesma rota vendidas partindo-se do Brasil e no sentido inverso.

A mídia nacional descobriu (em várias reportagens em vários meios de comunicação) a partir dessa pesquisa feita pela ANAC (e que já fizemos diversas vezes aqui no Aquela Passagem) as discrepâncias de preços entre essas passagens.

Nada que já não fosse de conhecimento dos leitores deste blog que acabou nascendo com a intenção de orientar como fugir das tarifas abusivas cobradas no Brasil.

Por sua vez, o sindicato das cias aéreas justifica que os custos são mais altos no Brasil. Está mais que na hora deles apresentarem de forma clara suas planilhas de custos de a fim de demonstrar o que o custo Brasil onera acima da média suas operações e o que ela paga menos operando no Brasil de forma a pleitearem igualdade de condições. Parece que eles querem fazer acreditar que tem uma folha de pagamento de serviços e funcionários igual as das cia internacionais.

Obrigado a Mô Gribel pela lembrança do blog ao ler a matéria!

Tags:

Category: ANAC, Consumidor

Comentários (1)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. CLAUDIO COSTA says:

    EU LEIO TODO MUNDO ESCREVENDO SOBRE AZUL E TAM. MAS NINGUEM FALA DOS PREçOS QUE A TRIP E VARIG (AGORA GOL) FAZEM PAGAR POR UM TRAJETO DE UMA HORA DE VOO. RECIFE X NORONHA.CUSTA O PREçO DE UM BILHETE EUROPA -BRASIL.UM VERDADEIRO ASSALTO. NAO E TODO MUNDO QUE VAI A NORONHA , VAI FASER TURISMO EU POR EXEMPLO VOU LA PRA VER PARENTES POIS DE PRAIA NAO SOU FAN.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.