Alianças Aéreas: O Que Está Acontecendo Com Elas?

24 de March de 2009 | Por | 8 Comentários More

No momento atual temos 3 grandes alianças aéreas: Star Aliance, Skyteam e One World. Mas o que anda acontecendo com elas?

Skyteam ou Air France e cia? A Air France se uniu a Klm que por sua vez tem uma aliança com a Northwest que foi comprada pela Delta. A nova Alitalia tem participação da Air France/KLM. A Air Europa e a Kenya já usam o programa de fidelidade Flying Blue da Air France. E não é que agora a Air France não está interessada na Czech Airlines? Com a saída da Continental da aliança e uma provável também saída da Copa, a Skyteam fica meio que na mão da Air France.

Oneworld: A British continua suas conversas de fusão com a Iberia. Os ingleses andaram cedendo bem tanto em como será a divisão acionária pós fusão e sobre quem teria o poder de decisão. As duas juntas sonham com uma fusão com a American (mas nos EUA, como no Brasil, há limite de participação estrangeira nas cias nacionais). Mas mesmo assim a aliança dessas três cias acaba por dominar a Oneworld. A Malev não anda muito bem das pernas. Comemorando 10 anos este ano, a aliança ganhará mais uma sócia, a Mexicana. Boa notícia para quem quer comprar a passagem de volta ao mundo deles é eles estão concedendo desconto de 10% durante as festividades (até 12 de abril).

Star Alliance: Não para de crescer e mesmo tendo a Lufthansa controle sobre a Swiss ou influência sobre Lot e Austrian, esse controle fica diluído diante das 21 cias que já compõem a aliança. A Chegada da Continental neste ano e no ano que vem da Tam aumentam mais ainda a malha aérea da aliança. Com isso a Star cada dia mais se torna mais forte e se distância das rivais. E pensar que a Varig fez um dia parte dela…

Sou um orfão Star Aliance que andou investindo na Oneworld por falta de opção (ainda não consegui meu status elite nesta aliança…), mas que como muitos espera a entrada da Tam na aliança para com isso poder voar em cias mais competitivas podendo acumular em vôos também no Brasil.

Tags: , , , , , , ,

Category: Aliança Aérea

Comentários (8)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Rodrigo,
    Eu sei que é cedo, mas como você acha que vai ser a paridade dos pontos do Fidelidade TAM com as demais da Star aliance? iesto é? Pode ser que tenhamos que usar mais milhas para ir para a Europa ou américa do Norte, por exemplo?
    E com a chegada da Continental, será que poderemos voar Copa usando Pontos da Star Aliance?

    []`s

    Responder

  2. Tibúrcio Barros says:

    Prezado, em maio de 2006 comecei a trabalhar atendendo clientes no exterior, na sua maioria AL, mas que envolveria 1 viagem ao ano para EUA, outra para Europa e duas para sudeste asiático. Naquele momento a Varig já era passado e considerando as alianças e opções de voo disponíveis, escolhi acumular pontos por Skyteam. Depois de 18 meses virei elite pela AirFrance o que me traz benefício nas conexões, pois moro em BH sempre tenho que ir para SP ou RJ)e viajo só de econômica. Bem melhor ter um sofá em salas vip do que os bancos duros de aeroporto (algumas vezes um chuveiro para tomar banho antes de chegar em casa, como em Cingapura ou Amsterdan). Isto não me impediu ter outros planos, como da Lan e Lufthansa, além da Varig e Tam. Até hoje, prefiro voar com esta aliança, mesmo com a possibilidade da entrada da Tam na Star Aliance. Meus motivos:
    1º) os bônus do elite AirFrance (e acho que outras cias também) é de 75% e a tam o vermelho apenas 50%
    2º) a validade é de 3 anos, podendo aumentar para 6 anos se voar com mais de uma empresa da aliança
    3º) a Tam não permite no Brasil acesso à sala vip em Guarulhos em voo internacional. Associado vermelho da Tam hoje possui acesso à sala vip quando voa Lufthansa, Lan, United? Terá no futuro?
    4º) Ser elite em cias internacionais tem respeitado a preferência de abordagem. Para 150 passageiros não é lá tão importante, mas aviões com quase 400, faz diferença.
    5º) por último a possibilidade de escolher a poltrona 48hs antes,independente da tarifa do bilhete.
    Não sei se concorda. estou aberto à sugestões.
    Abraços.

    Responder

    Marcelo Oliveira respondeu:

    Caro Tibúrcio,
    A validade dos pontos do programa Flying Blue não é mais de 36 meses, as regras mudam a partir de abril/2009. Dê uma conferida no site, pois talvez você possa perder pontos a partir do mês que vem. A validade passa a ser de 20 meses para associados Ivory e, para associados Silver, Gold ou Platinum os pontos nunca expiram desde que o status Elite seja mantido. Eu estou sendo rebaixado para Ivory no fim deste mês. Então, para não perder pontos, emiti um bilhete para minhas férias de maio.
    Abraço

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Tibúrcio,
    Como o Marcelo disse abaixo, o Flying Blue sofreu algumas modificações.

    De qualquer forma, para quem voa muito ao exterior, mesmo na Star Alliance, vários programas de fidelidade de cias internacionais dão mais benefícios aos Elite do que o antigo Smiles ou Fidelidade Tam. Posso dizer que se tivesse optado pelo Mileage Pkus da United quando optei pelo Smiles, teria feito um negócio muito melhor, já que emu fico eram as viagens internacionais (voei muito mais na United e Singapore do que na Varig, acho que nela só voei com passagem emitida com milhas…).

    Vamso ver o que o Fidelidade “Star Aliance” nos reserva. Ocerto é que sala vip da Tam não aguenta mais passageiros. Os passageiros da executiva da maioria das cias Star atuando no Brasil ainda usam a Sala da Vip Varig. Os Star Gold podem usar ainda a sala da United.

    Responder

    Tibúrcio Barros respondeu:

    Prezado Rodrigo e Marcelo,

    Estou ciente desta regra e na realidade se tivesse que tomar a opção hoje, talvez não seria a Air France. Porém, até março de 2010 serei Gold, então tenho até 2012 para usar as milhas (considerando uns 8 meses entre a emissão e uso), o que me parece bem, considerando que o custo de ir a Paris não é como ir para Guarapari.
    Aí está o positivo da Tam. Posso emitir passagens para qualquer lugar que conheço (Brasil e América do Sul).
    Abraços

    Responder

  3. Fer says:

    Tenho milhas na FlyBlue e vou de aeromexico para NY. Posso usar as milhas para upgrade de classe? Se sim quantas milhas são necessárias? Obrigada.

    Responder

  4. Joaninha says:

    Podem me dizer quais sao as vantagens e desvantagens de uma alianca??
    Muito importante!!

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Alianças são uma forma encontrada pelas cias aéreas para reduzir custos e aumentar a opcupação de suas aeronaves por meio de venda cruzada e encaminhamento de clientes.

    Para o consumidor ela oferece a oportunidade de acumular milhas em mais de uma cia aérea, aumenta o número de destinos e permite que quando se tem um status elite em um programa de uma cia aérea, que as vantagens (ou parte delas) sejam reconhecidas nas demais cias aéreas que fazem parte da aliança (maior franquia de bagagem, fila exclusiva de check in, acesso a sala vip…).

    Porém, não dá nenhuma proteção aos associados dos programas de fidelidade de uma das cias aéreas da aliança. Quando a Varig quase faliu, a Star Alliance não se preocupou com os associados Smiles.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.