ANAC: Diretores Acusados de Abusar das Passagens Cortesia

7 de August de 2007 | Por | 3 Comentários More
Uma nota no Blog do Noblat faz uma alusão a uma matéria publicada na revista Veja desta semana, onde há uma denúncia de uso abusivo por parte dos diretores da ANAC das passagens cortesias dadas pelas cias, as quais elas deveriam fiscalizar. Estamos falando dos diretores e presidentes da ANAC e não dos fiscais da ANAC.

Sob o pretexto de fiscalizações, diretores da ANAC voaram 288 vezes de fevereiro de 2006 até fevereiro de 2007. Um diretor teria solicitado 98 desses bilhetes, sendo que 39 para a sua cidade natal. Um desses foi solicitado para voar dia 29 de dezembro de 2006, possivelmente para fazer uma fiscalização às vésperas do Ano Novo. Esse diretor não descansa nunca…

Outro diretor da ANAC acha normal viajar a convite da cia que deveria fiscalizar….Veja no G1. Não acredito que isso seja legal, mas sem dúvida é imoral. Mas ele também não sabia….

Foi-se o presidente da Infrazero que em entrevista dada a Folha, relata ter engolido muito sapo durante sua gestão, mas como era militar, engoliu calado.

Quem vê e finge que não vê, uma marca de um governo onde a imagem está acima de tudo.

Category: Caos

Comentários (3)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Marcio Nel Cimatti says:

    Rodrigo,

    É brincadeira mesmo. Ontem na CBN o Jabor mandou outra coluna brilhante sobre esse governo. Vale a pena ouvir.

    http://cbn.globoradio.globo.com/cbn/comentarios/arnaldojabor.asp

    Abração!

    Responder

  2. arthur says:

    E o único diretor com formação realmente técnica, da área, só viajou uma vez, segundo a reportagem…

    Responder

  3. Rodrigo Purisch says:

    Arthur,

    Só para mostrar como a ficalização atuava bem…..

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.