Atualizando as Notícias da Aviação na Versão Junina

28 de June de 2010 | Por | 28 Comentários More

Pousar ou decolar no Santos Dumont no Rio de Janeiro é sempre um prazer (quase um passeio turístico se o tempo ajudar), mas permanecer no aeroporto ou nas suas imediações parece ter se tornado algo arriscado diante dos assaltos no aeroporto ou nas suas imediações. No Galeão, o roubo de malas continua mesmo com as “rígidas” normas de segurança para evitar terrorismo. Se alguém consegue subtrair algo sem ser visto, poderia também implantar algo nas malas…

Falando no Galeão, dá dó ver um aeroporto daquele tão mal conservado (nas férias fiz dele meu ponto de conexão). Olha que ele é muitas vezes a primeira visão que o turista internacional tem do Rio de Janeiro ou do Brasil em uma cidade com vocação para o turismo. Elevadores e escadas rolantes em manutenção, forro soltando, ar condicionado ineficaz, praça de alimentação com preços elevados e pouca variedade de oferta…. Mas podemos ficar tranquilos, pois será tudo será reformado para a Copa, já que nós usuários nacionais não merecemos tanto luxo…

A BQB estará operando dois vôos semanais (quinta e domingo) ligando Porto Alegre a Punta de Leste em julho. Ela promete ainda iniciar a rota Florianópolis/Montevidéu a partir de 11 de setembro de 2010. Falando em Mercosul, está mais que na hora de termos uma política real de integração que envolva uma redução das taxas aeroportuárias para vôos dos países dentro do bloco! Não dá para ter taxas aeroportuárias tão altas e muitas vezes em vôos com duração inferior a deslocamentos internos.

A Tap vai oferecer ônibus ligando Congonhas ao Aeroporto de Viracopos para os passageiros que forem voar nos novos vôos partindo de Campinas a partir de 3 de julho (operados as terças, quintas e sábados). Para poder fazer uso do serviço, os passageiros deverão fazer suas reservas no ônibus com 48 horas de antecedência e chegarem 30 minutos antes da partida dos mesmos em Congonhas. Bem que a Tap poderia fazer alguns acordos com a Azul permitindo assim que os seus passageiros voando por Campinas pudessem utilizar os ônibus da Azul, que tem mais opções de destinos rodoviários no interior de São Paulo, e que tivessem as franquias de bagagem internacionais também aceitas nos vôos da Azul de/para Campinas.

Como era de se esperar e apesar da imprensa ter feito o maior barulho, a distribuição de slots realizada no aeroporto de Congonhas em março não deu em nada. Uma grande parte dos slots foram devolvidos pelas cias aéreas. Até a Azul e a NHT devolveram parte dos slots recebidos alegando falta de viabilidade financeira de operação dos mesmos. Vale lembrar que a grande maioria dos slots eram para ser operados no final de semana, momento em que Congonhas vê suas operações reduzirem-se intensamente por ser uma aeroporto mais voltado ao turismo de negócios.

A Delta cancelará a rota Fortaleza/Atlanta a partir de 6 de setembro. Não adianta cobrar preço de São Paulo em um vôo muito mais curto, oferecer aeronaves mais velhas e querer conquistar mercado. É claro que a opção de sair do Nordeste direto para os EUA é um grande atrativo (apesar de Miami e Nova Iorque terem um potencial de atração muito maior que Atlanta), mas só isso não é suficiente. O Governo brasileiro fica devendo uma política de descentralização dos vôos internacionais nem que seja oferecendo custos mais baixos para quem opera fora dos congestionados aeroportos do Sudeste. A Delta prefere brigar em Brasília com o futuro serviço da American para os EUA.

A Aerolineas anunciou seu novo logotipo e pintura de suas aeronaves. Tomara que o serviço acompanhe essas mudanças. O site também foi reformulado. O que eu não sabia é que a Aerolineas tem um programa para fidelizar as secretárias dos executivos. Quem sabe agradando a secretária não se conquista mais vendas de passagens de viagens a negócio? Depois de agradar os agentes de turismo (algumas cias têm um programa de milhagem exclusivo para os agentes que acumulam milhas com vendas), as cias aéreas partem para conquistar outros indivíduos apostando no seu poder de influência. Se o Chefe entender do assunto, melhor a secretária ter cuidado nas suas escolhas…

Foto: Attack the Darkness
Sob licença Creative Commons

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Category: Cias Aéreas, Novos Vôos

Comentários (28)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. jorge moraes says:

    Realmente este Estevão precisa acompanhar o blog antes de falar tanta coisa errada.

    Responder

  2. Celso says:

    Estevão,
    Calma meu filho, um estado que gerou Clovis Bornay, Eurico Miranda, Ricardo Teixeira terá seu real valor reconhecido mundialmente.

    sds

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Celso,
    Menos….

    Responder

  3. Celso says:

    Jorge,
    O interior do Estado de São Paulo forma o segundo maior polo economico do país, perdendo apenas para a capital e suplantando em muito por exemplo, todo o Estado do Rio de Janeiro do Estevão.
    Viracopos poderá ser tornar num dos melhores aeroportos do país, se forem feitos investimentos em TPS – terminal de passageiro.
    O acesso a Viracopos é farto, a localização para fenomenos metereológicos é maravilhosa, tem terreno imenso para ampliação, tem pista,porém o que voce afirma ser lixo decorre da precariedade do terminal de passageiros, que se encontra muito abaixo das necessidades. Para agravar a precariedade, a AZUL que por sinal esnobou o Rio de Janeiro pondo seu HUB em Campinas,está tendo crescimento vertiginoso de tráfego , a tal ponto que espera-se em 2010 mais de 5 milhoes de passageiros no aeroporto. Em dois anos Campinas pula do 11º para ocupar lugar do 4ºou 5º aeroporto mais movimentado do Brasil.
    Voce está, me perdoe, equivocado. Para quem vai a Europa e alguns destinos no Oriente médio e mora da margem esquerda do Rio Pinheiros para o norte do Estado IR VIA VIRACOPOS é excelente opção.
    Em determinados horários chegar a Cumbica pode demorar 3 horas. Os voos saem a tarde o dia é perdido. Via Campinas o voo sai a noite , permitindo trabalho dos executivos durante parte do dia.
    A TAP acertou em cheio, tanto é que já há mais de 11.000 reservas para o primeiro trimestre de operação.
    Aposte que antes do final do ano teremos aumento de frequencia e o voo se tornará diário em muito pouco tempo.
    Com relação a Delta, ela deixou a rota por ter produto ruim 757 e tarifa muito alta.
    Todos querem voar NE-USA, mas com avião sucateado e tarifa altissima como se nordestino fosse ignorante.
    Dançaram DELTA, AMERICAN……….
    Agora, coloca 777 com entretinemento digno e tarifa razoável pra ver se não lota!

    sds

    Responder

    Ernesto respondeu:

    Eu moro em SP e pegaria tranquilamente um voo internacional em Viracpos, ainda mais com onibus gratis, se a tarifa compensase.

    Do Centro de SP, a diferença de tempo é de 45 minutos, o que ñão conta muito numa viagem nacional.

    Se houvesse um trem que fizesse o percurso em 1 hora, o que é tecincamente simples, o aerporto seria uma excelente alternativa, pelos motivos que o Celso colocou acima.

    Responder

    Fábio G. respondeu:

    Quando a Azul iniciou suas operações em Campinas surgiram essas interrogações. E deu no que deu.
    Concordo com o Rodrigo, mais eficiente que o ônibus seria uma parceria com a Azul…

    Responder

  4. David says:

    Parabéns à incompetência da Infraero do novo voo da TAP para VCP. Mesmo sabendo antecipadamente, não tomou atitudes (http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/aviacao/passageiros-se-irritam-com-desembarque-em-cpq_59338.html)

    Responder

    Celso respondeu:

    Que triste!
    Observe que o voo estava LOTADO!

    sds

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.