Atualizando e Analisando as Notícias da Aviação #8

20 de November de 2010 | Por | 28 Comentários More

Esse post contém pequenas análises de algumas das notícias já divulgadas através do Twitter do Aquela Passagem nos dias anteriores e que podem ser vistas no topo da coluna da direita deste site/blog.

A partir do dia 25 de janeiro de 2011, a Turkish estará aumentando o número de vôos  de para 4 frequências semanais na rota São Paulo/Istambul e introduzindo um B777-300 que contará com o novo padrão de Executiva da Turkish, além de Econômica Premium, chamada de Confort Class (mesmo nome que a Varig dá a sua classe econômica melhorada). Interessante é notar que o programa de Fidelidade da Turkish chamar-se Miles& SMILES… Vale lembrar quem for fazer uma conexão longa em Istambul poderá fazer um city tour de graça.

A boliviana BoA inicia operação de três vôos semanais (terças, quintas e sábados) ligando São Paulo a Cochabamba (via Santa Cruz) a partir do dia 20 de novembro de 2010. Será usado um B737-300, que no site da BoA é referido como moderno equipamento de vôo….

Desde o dia 28 de outubro já é possível falar no celular em uma aeronave de cia Brasileira. Tam iniciou a disponibilização desse serviço em uma aeronave  (A321) inicialmente em parceria com a On Air. Se fosse apenas o fornecimento de conexão a internet, eu seria o primeiro a pular de alegria, mas não me  anima em ver e ouvir colegas de vôos ao telefone e muito menos as tarifas que serão cobradas pelo serviço (rooming internacional). Falando em Tam, ela passou a cobrar pelos assentos da primeira fileira e das saídas de emergência nos vôos nacionais também (a partir de R$10). Nunca gostei dessa atitude da Tam que não privilegia seus clientes mais fiéis e que oferece um pouco mais do mesmo. Prefiro a Azul que cobra mais por poltronas configuradas com mais espaço que as já espaçosas padrão e que são acompanhadas de um gama de benefícos  extras como franquia ampliada e multas reduzidas no caso de alteração da passagem.

Para quem ainda não sabe, o Aeroparque ( o Congonhas de Buenos Aires) está fechado para reformas até o dia 01 de dezembro. Assim, vale a pena conferir o aeroporto de destino no caso de ter uma viagem marcada para Buenos Aires. Vôos Pluna e BQB estão pousando em Palomar e os demais em Ezeiza. Até parece que são eles que vão sediar Copa do Mundo e Olimpíadas…

A Iberia já vende passagens para a nova rota Madri/Recife/Fortaleza/Madri que será iniciada em 01 de fevereiro de 2011. Ela será operada , inicialmente serão 3 vôo semanais (domingos, terças e sextas), com um A340-300. Tarifas “promocionais de inauguração” a partir de cerca de 800 USD (para embarque até 31 de maio) para diversas cidades na Europa. Um dia ainda veremos uma competição tarifárias nesses vôos partindo direto do Nordeste para a Europa.

Emirates anda vendendo tão bem no Brasil que deve trocar a aeronave que faz a rota São Paulo/Dubai em breve. Sai um B777-200LR e entra um B777-300ER, que vai trazer mais 4 assentos na Primeira Classe e 72 assentos na econômica (30% de oferta só na econômica) em cada vôo.

Cia aérea pagando multa no Brasil? Essa declaração do presidente da Gol publicada no O Globo mostra como funciona as coisas por aqui:  “Ainda discutimos juridicamente se cabe recurso ou se vale a pena pagar a multa“. A mesma matéria fala de um possível novo acordo do Smiles com a Iberia.

A Skyteam pressionada pelo rápido crescimento da Star Alliance espera atingir 20 membros em 2012.  As aquisições mais recentes foram a romena Tarom e a vietnamita Vietnam Airlines. Aerolineas (2012), China Airlines (não confundir com Air China) e China Eastern e Shanghai Airlines (2011). Interessante notar que na reportagem, a Skyteam vê o Brasil como ponto importante da sua estratégia. Assim, alguma cia nacional deve ser convidada… Apostas? O negócio é se juntar em uma aliança onde os serviços são tão dispares entre si, o que favorece muito mais as cias aéreas que o consumidor.

A Oneworld, aliança baseada na liga British-Iberia-American e que sofreu um baque com a intensa redução de rotas da Jal (além da concordata da recém admitida Mexicana), corre para reforçar suas fileiras. Confiramar a Latam (Lan+Tam) na aliança é uma prioridade. No dia 15 de novembro foi admitida a russa S7 Airlines (cia aérea que faz questão de frisar que só voa aviões Airbus e Boeing). Na fila de entrada estão a alemã Air Berlim (2012) e a indiana Kingfisher.

A russa Transaero inicia a operação de um vôo semanal (terça feira) ligando o Rio de Janeiro a Moscou no dia 03 de janeiro de 2011 usando um B747-400. O vôo dura cerca de 14 horas. (vôo parte as 01:15 e pousa as 19:15 na capital russa = dia perdido). Tarifas a venda a partir de 1180 USD, sem taxas inclusas). Merecia uma promoção de lançamento… Em tempo, brasileiros não precisam mais de visto para entrar na Rússia.

O inferno na Airbus continua. Depois de ter problemas com os primeiros motores Trent fornecidos pela Rolls Royce aos A380 da Singapore e Qatas (os da Lufthansa não foram afetados e as demais cias não usam esses motores) e está tendo que substituí-los (uns 40 motores), agora emitiu uma alerta de segurança sobre problemas elétricos na família A319, A320 e A321 (via Jetsite). A coisa só não está pior por lá porque a rival Boeing anda tendo muitos problemas no desenvolvimento do B787, cujo projeto está muito atrasadoe vai ficar mais ainda depois que um princípio de incêncio ocorreu em um dos modelos de teste em pleno vôo.

No Brasil, nossos legisladores gostam mesmo é de fazer graça com os dinheiro dos outros. Um projeto de lei na Câmara prevê o pagamento de uma taxa de 2 USD para quem fizer viagem internacional a fim de financiar remédios e vacinas para crianças carentes no exterior. Causa nobre mas de execução errada. Será que os nobres legisladores topam fazer caridade com seus próprios salários (gordos por sinal)?

O aeroporto de Confins que serve a Belo Horizonte de patinho feio passou a ser cobiçado pelas cias aéreas.A Azul tem apostado nele como um mini hub dela e agora a Trip resolveu deixar claro que Belo Horizonte (Pampulha e Confins) será seu hub nacional (coisa que na prática já é visível). Resta agora fortalecer a concorrência de vôos diretos internacionais partindo de Belo Horizonte.  Tam ameaça lançar um vôo BH/Paris direto, depois do BH/Miami. Quem sabe um dia a concorrência de vôos internacionais chega a BH como chegou em Brasília? O projeto de modernização de Confins foi apresentado e aguarda licitação. Previsão de conclusão outubro de 2013… Então eu finjo que acredito…

Os próximos anos para os passageiros no Brasil vão ser negros. Se todos as reformas e ampliações prometidas saírem do papel mesmo, vamos pular de uma reforma para outra e os passageiros vão sofrer com estruturas oferecendo serviços inferiores ainda aos atuais até o fim das obras. Só a reforma de Guarulhos deve dar um nó na aviação nacional…

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Category: Aeroportos, Aliança Aérea, Cias Aéreas, Novos Vôos

Comentários (28)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Manolo says:

    Cristiana, o que houve em sua última experiência na Bolívia? Foi algo na viagem ou com a companhia aérea? Vou para lá em breve (Salar de Uyuni) e preciso estar alerta.

    Responder

    Cristiana respondeu:

    Oi Manolo, eu fui no carnaval desse ano pra lá….e tudo que tinha para dar errado deu. Talvez porque eu fiz um roteiro doido, passando por lugares que não desejo para o meu pior inimigo. Vc já fez o seu roteiro? Eu fui para o Salar de Uyuni também, mas valeu cada perrengue que passei. Dicas que eu posso te dar: Santa Cruz é totalmente dispensável, cidade quente, feia e cara. Ah! Se for chegar de trem da morte, evite os hotéis na frente do terminal, o meu quarto estava cheio de baratas. Evite a estrada entre Santa Cruz e Sucre, só se vc for muito radical. Agora, cidades ótimas, que me fizeram esquecer dos problemas: Sucre, vale a visita, a cidade é bonita, arrumada e limpa; e Tupiza, cidade desconhecida para o brasileiros, só estrangeiro conhece, principalmente, os israelenses. Se o seu objetivo é o Salar de Uyuni, vc tem que ir para Tupiza. Esqueça tudo que vc já leu (o meu guia da Publifolha que indicou o hotel das baratas em St. Cruz), para ir ao Salar, tem que sair de Tupiza, e não de Uyuni. Me manda um email que eu te explico melhor: galvaocristiana@gmail.com
    Se vc já tiver essas informações, vc pode evitar muitos problemas.

    Responder

  2. PêEsse says:

    Falando em trip report, segue um ótimo sobre voar com a American Airlines e com a Air France:

    http://abrindoobico.com/2010/11/10/os-americanos-acham-os-franceses-antipaticos-serio/

    Responder

  3. Ernesto says:

    Ver para crer: Folha de São Paulo

    Contra caos aéreo, Anac proíbe overbooking no fim do ano e exige aviões reservas

    JANAINA LAGE
    DENISE MENCHEN
    DO RIO

    A presidente da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), Solange Vieira, informou nesta segunda-feira que as companhias aéreas estão proibidas de praticar overbooking durante a alta temporada, no fim do ano. Também estão proibidas as férias de gerentes da agência entre os dias 15 e 31 de dezembro. As medidas tentam evitar um caos aéreo no período, quando os aeroportos ficam tradicionalmente mais cheios.

    Anac anuncia reforço no atendimento em aeroportos
    Acompanhe a Folha no Twitter
    Conheça a página da Folha no Facebook

    A operação é válida do dia 17 de dezembro até o dia 3 de janeiro. Embora não recomendada, a prática de overbooking (quando a companhia vende mais assentos do que o número de lugares disponíveis no avião) não é proibida por lei.

    A medida foi anunciada após encontro com representantes das principais companhias áreas do país, na sede da agência no Rio.

    As seis maiores companhias aéreas brasileiras –TAM/Pantanal, Gol/Varig, Azul, Webjet, Avianca e Trip– se comprometeram também a manter aeronaves reservas. Somadas, elas terão 17 aviões de prontidão em caso de problemas.

    Além disso, elas deverão ocupar todas as posições de atendimento para check-in nos aeroportos nos horários de pico e ainda reforçar o efetivo de pessoal que presta serviço de atendimento ao passageiro.

    Caso ocorram paradas não programadas de aviões ou eventuais problemas, as companhias se comprometeram a endossar os bilhetes de outras empresas, redirecionando passageiros.

    Segundo Vieira, na prática, se ocorrer algum problema, o passageiro deve solicitar à companhia que o encaminhe a outra empresa para que o bilhete seja endossado. Se a companhia não fizer isso, o passageiro deverá procurar um dos 120 fiscais da agência que estarão espalhados nos aeroportos.

    A partir deste final do ano, entra em operação uma sala de coordenação no aeroporto de Guarulhos (Grande São Paulo). O objetivo é integrar as operações da Anac, Polícia Federal, Receita Federal, Infraero e companhias aéreas, para que, em caso de necessidade, seja possível tomar uma decisão rapidamente. Esse é o primeiro passo para um esquema que será montado em todos os aeroportos de cidades que receberão jogos da Copa-2014.

    As estimativas da agência indicam que os percentuais de atrasos e cancelamentos, em dezembro, deverão ficar em patamar semelhante ao registrado no ano passado –cerca de 18% para atrasos superiores a 30 minutos e 5% para cancelamentos.

    A Infraero (estatal que administra os aeroportos) informou que terá equipes extras de atendimento nos aeroportos e um plano de contingência em vigor para os 67 aeroportos administrados, além da instalação de um módulo provisório e ativação do terminal 2 em Brasília.

    O diretor de operações da Infraero, João Jordão, informou que foram comprados 54 ônibus, 29 ambulâncias e 13 mil carrinhos de bagagens. Acrescentou ainda que foram contratados 922 novos funcionários para operação, manutenção e navegação aérea.

    A presidente da Anac informou que, caso se confirme a perspectiva de greve dos aeronautas (funcionários que trabalham em voos) e aeroviários (funcionários que trabalham em terra), haverá um plano de contingência especifico. O dissídio (negociação de reajuste salarial) da categoria é em dezembro.

    As companhias avaliam que não há risco de greve, mas que, se a hipótese se confirmar, causará transtorno. Elas atribuíram os rumores sobre a possibilidade de greve a uma parte do processo de negociação.

    Responder

  4. Rodrigo Purisch says:

    O negócio é que a First hoje é para poucos no mundo inteiro (tem muita gente viajando com upgrade de milhas). Então foca mais na econômica que deve estar dando a boa ocupação. Isso sem mexer na executiva.

    Responder

  5. Ótima notícia para os catarinenses!

    A Webjet a partir de 10 de Dezembro terá saídas diárias de Navégantes para o Rio de Janeiro (Galeão), BH (Confins), Porto Alegre e Ribeirão Preto. Os preços estão bem interessantes. Agora sim dá para aproveitar uma promoção de tarifas internacionais com maior rapidez e opções de aeroportos.

    Responder

  6. Rockefeller Castro says:

    A tendência de se cobrar pelo lanche nas aeronaves acabou de reclassificar os comissários de bordo como garçons e garçonetes. A tabela da WEBJET nos mostra que o sorriso dos profissionais pode vir a ser cobrado como serviço extra. Os garçons aéreos terão dinheiro para fazer todos os trocos nos pagamentos?
    Por enquanto fico com a AVIANCA e a TRIP. Até quando não sei.

    Responder

  7. Fabiana says:

    Essa é ótima da TAM cobrar por uma coisa que não é conforto algum, pois TODAS as aeronaves possuem primeira fileira e saída de emergência. Nem o estofamento é diferenciado. Daqui a pouco farão igual algumas cias dos EUA, a Delta mesmo não tem franquia, qualquer bagagem é excesso. É uma vergonha essa aviaçao brasileira.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.