Azul: Quase Pronta para Voar

12 de November de 2008 | Por | 6 Comentários More

A Azul conta com um grande número de fãs aqui no blog mesmo antes de ter voado. Para esses fãs vamos atualizar a situação da empresa.

A mesma realizou um vôo teste no dia 6 de novembro, vôo esse que serviu como prova final para obtenção do CHETA (permissão de voar). Uma repórter do Estadão esteve presente nesse vôo e contou como foi o mesmo e a reação dos empregados da Azul nessa matéria aqui.  A publicação da emissão do CHETA socorreu no dia de hoje no Diário Oficial.

Com ele na mão, segundo o mesmo Estadão, inicia-se o processo de concessão de transporte aéreo que pode durar de duas a três semanas. Publicado a concessão, ela pode solicitar as autorizações de rotas.

Quais rotas? Essa é a informação que a Azul guarda a sete chaves. Mas não apenas da concorrência, já que a definição final das rotas vai depender de como será a liberação pela ANAC das operações no aeroporto de Santos Dumont no Rio de Janeiro, onde ela pretende montar sua base operacional.  O governo do Rio, como o de Minas Gerais, já se mostraram contra a idéia de aumento de vôos em seus aeroportos centrais. Campinas, Curitiba e Rio de Janeiro estão entre os destinos escolhidos pela nova cia aérea, que disse  ainda não ter planos para o Galeão, onde acredita que não seria competitiva.

A previsão é de que o início das operações ocorra no dia 15 de dezembro. Parece que há uma coletiva de imprensa marcada para o dia 18 de novembro. Se os planos vão ser desvendados, ainda é cedo para falar, já que a Azul joga as informações na mídia na forma de conta gotas para estar sempre nas manchetes. Especula-se que o início das vendas ocorra em duas semanas.

Espero que ela seja tudo isso que os consumidores, representados pelos meus leitores, esperam de uma cia aérea. Espero ainda que ela se mantenha inovadora também no longo prazo  e não sucumba a inércia das nossas cias. Se o processo de escolha do nome da cia foi passível de críticas, que suas ações posteriores sejam alvo de elogios aqui no blog.

Vamos aguardar.

Tags:

Category: Cias Aéreas

Comentários (6)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Aline Lima says:

    Bom, do uniforme você já sabe que eu sou fã. Rs
    Pela reportagem, parece que as coisas vão bem.
    Enquanto isso, eu enfrento agentes desesperados por aqui que emitem TAM, aí a TAM cancela o vôo e remarca outro e, sem avisar, decide operar o vôo inicialmente emitido. Pode uma coisa dessa

    Responder

  2. Marcelo Oliveira says:

    Seria ótimo (voltar a) ter mais vôos do Aeroporto Santos Dumont, que para mim é o aeroporto mais conveniente. Está muito bem localizado no Centro do Rio e a vista da sala de embarque e dos aviões durante pouso e decolagem são um espetáculo!
    Obs.: Caro, você escreveu 6 de dezembro, acho que queria dizer 6 de novembro.

    Responder

  3. Adriane Lima says:

    Oi Rodrigo, tudo bom?
    Veja lá no início do seu post… a data do voo teste, vc colocou 6 de dezembro! Abraços!

    Responder

  4. jorge moraes says:

    Eu não estou botando fé numa cia aérea que entre tantos nomes, escolheu “Azul”. Com certeza seus diretores já garantiram nos bastidores juntos aos burocratas da ANARC que vão poder operar no Stos Dumont e Pampulha, e não adianta a chiadeira dos governos locais. Não operar no Galeão: correto. Agora só falta tbém não quererem operar em Guarulhos., principal aeroporto do país, aí seria um tiro no pé.

    Responder

  5. Carmen says:

    Rodrigo, estou a la expectativa…
    Um saludo

    Responder

  6. Rodrigo Purisch says:

    Aline,

    Se fosse só isso que a Tam fizesse….

    Adriane e Marcelo,

    Obrigado pela correção!

    Marcelo e Jorge,

    O uso dos aeroportos centrais no mundo sempre foi associado com taxas e tarifas mais altas. Entupir um aeroporto central sem critério seria um risco, como foi centralizar todas as conexões internacionais em Guarulhos. Acho que esses aeroportos devem ser utilizados sim, mas para vôos de curta duração. No caso do Pampulha, o aeroporto sofre com a falta de infra-estrutura. Olha que Confins já não é nada maravilhoso não…No Rio, o problema é que o Santos Dumont foi reformado (até a pouco tempo tinha áres ainda sem inauguração) e o Galeão carece de apoio e reformas…

    Carmen,

    Eu também e tomara que não venhamos a sofrer com nenhuma frustração. A forma de agir da Azul até o momento não me permite vê-la como uma cia que trará algo de novo para o mercado nacional e que continue agindo da mesma forma no longo prazo. espero que minha visão mude após o início de suas operações!

    um abraço

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.