British e United: Mudanças na Franquia de Bagagem

11 de September de 2009 | Por | 4 Comentários More

Nós brasileiros estamos acostumados, mal por sinal, a uma franquia de bagagem de até duas peças de 32Kg cada em vôos para fora da América do Sul. Muitas vezes esse conceito peça é também usado em vôos onde o conceito peso impera pelo mundo afora.

Em muitos países ao mesmo tempo que as passagens caíram de preço, as franquias também caíram, mesmo nas cias tradicionais. Muitos passageiros que compram passagens no exterior em direção ao Brasil já possuem franquia uma inferior a daqueles que iniciam a viagem no Brasil.

British

A British reduziu a franquia para vôos de/para as Américas para 1 peça de até 23 kg. Passageiros portadores de status elite no Eexecutive Club mantém o direito de transportar duas peças de babagem. Exceção: Viagens /para Brasil, Gana, Quênia, Nigéria e viagens entre Índia e EUA ou Canadá ou Bermudas via Europa manterão duas peças, mas de no máximo 23 kg cada.

Política válida para reservas feitas a partir de 07 de outubro.

United

A United iniciará a cobrança de uma tarifa para o despacho da segunda peça, para quem voa na econômica, nos vôos  entre para EUA e Europa, México e Caribe.  Partindo dos EUA para Europa (incluído a Russia) ou Índia, vai ser cobrado 50 USD por trecho pago no aeroporto e 45 USD pela internet, por exemplo. Partindo dos EUA em direção ao México e Caribe, paga-se 30USD no aeroporto e 27 USD na Internet. Os demais valores estão aqui. Quem parte do Brasil ficou fora dessa mudança, por enquanto.

Válida para passagens compradas de 30 de setembro em diante e para voar de 15 de dezembro/2009 em diante.

Portanto, mais um alerta: Confira a franquia de bagagem associada a sua passagem, principalmente se ela for construída usando tarifas diferentes ou se você ira completar uma passagem com outra que terá origem em local diferente da primeira (por exemplo, comprei uma passagem Brasil/Miami e outra Miami/Paris).

Apesar de já ter feito um super comparativo de franquias no passado, as mudanças estão tão frequentes que fica difícil atualizar o post antigo.

Tags: ,

Category: Bagagem, Notícias

Comentários (4)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. André Cri-Cri says:

    Que eu saiba, quem determina a franquia de bagagem despachada nos vôos internacionais com saída do Brasil é o Governo Federal Brasileiro através de uma determinação imposta as Companhias Aéreas. Me corrijam por favor se estiver errado.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    André,
    Vou colar um texto de um post antigo:

    As franquias em vôos dentro do Brasil, vôos nacionais, são definidas pela Portaria 676 de 13/11/2000 nos artigos 37 e 42. Portanto a franquias em vôos nacionais tem um limite mínimo estabelecido nessa portaria (30kg na virtual primeira classe e 20kg na executiva e econômica- aeronaves com até 20 assentos: 10kg) e como o mínimo costuma ser o máximo no Brasil, todas as cias nacionais adotaram essas esses valores em seus vôos internos. Nela também está contida os valores máximos (1% da tarifa cheia (Y) one way/kg, 2%/kg nas aeronaves até 20 assentos) que podem ser cobrados pelo excesso de peso, mas nesse caso todas optaram por esse teto da cobrança no vôos internos. Essa norma não trata das bagagens em vôos internacionais.

    A Norma de serviço aéreo Internacional Nosai 11 CT011 fala do tamanho, número e peso máximo para bagagem para rotas conceito peça , mas não fala de peso mínimo de franquia… Na Nosai CT012 fala de franquia para conceito peso e para a Europa seria 20kg no mínimo….

    Então acho que os costume está valendo mais que a lei neste caso.

    Responder

  2. lucia says:

    precis saber estou saindo de londres dia 28 para o brasil e gostaria de saber quantas bagagens e quantos quilos e permitido por mala.
    gostaria de saber tambem quantas bagagns de mao poss levar,

    obrigada,

    Att:LUCIA HELENA FELIPE

    Responder

    Rud Patrick de Oliveira respondeu:

    Bilhetes com origem do exterior para o Brasil podem varias de cia para cia, informe se com a sua!

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.