Cartão de Crédito: HSBC Premier Mastercard

11 de July de 2010 | Por | 502 Comentários More

HSBC PREMIER MASTERCARD

Última atualização: 04.07.2010

Site: HSBC Premier

1 Visão Geral: Renda Mínima, Pontuação e Anuidade

Para adquirir esse cartão, é preciso ser correntista do segmento de alta renda do HSBC que é denominado Premier, cuja renda mínima é bastante alta: R$ 7 mil, ou seja, mais até do que a exigida para ser cliente Estilo do BB (R$ 6 mil) ou cliente Personnalité do Itaú (R$ 5 mil), que são alguns de seus concorrentes.

O fator de conversão é o padrão da categoria Platinum: 1,50 ponto a cada dólar gasto. No entanto, o HSBC conta com um benefício chamado “acelerador de pontos”, em que, mediante o pagamento de uma tarifa de R$ 40, o cliente passa a acumular 2 pontos a cada dólar gasto, durante um período de 6 meses. Expirado o período de 6 meses, é preciso contratar novamente o benefício, mediante nova tarifa de R$ 40, debitada na fatura do cartão.

Esse “acelerador de pontos” o torna o cartão com a pontuação mais alta dentre os da categoria Platinum, que é onde se insere o cartão HSBC Premier Mastercard. Entretanto, vale destacar que o banco faz questão de frisar que essa é, ao lado do “prorrogador de pontos” (benefício explicado mais abaixo), uma “promoção por tempo limitado”.

Convém lembrar também que só recentemente o HSBC alterou (para melhor) os múltiplos de transferência de pontos para os programas de milhagem, especialmente para o Fidelidade TAM. Explica-se: antigamente, havia um deságio enorme na transferência, em que 15 mil pontos no HSBC se transformavam, pasmem, em apenas 8.500 pontos no Fidelidade TAM, conforme já mencionado aqui no Aquela Passagem anteriormente.

Porém, provavelmente diante das melhorias que vem sendo realizadas progressivamente nos programas de recompensas de bancos concorrentes, o HSBC resolveu “aparar essas arestas”, e não só tornou paritária a conversão dos pontos do programa do cartão para programas de milhas (ou seja, cada 1 ponto no HSBC Rewards equivale a 1 ponto nos programas de milhagem parceiros), como até andou fazendo algumas promoções com o próprio programa da TAM (a cada 5 mil pontos do HSBC Rewards transferidos para o Multiplus Fidelidade, o cliente ganhava um bônus de 500 pontos, promoção essa que esteve vigente até 30 de junho do corrente ano).

Uma excelente vantagem do cartão é a anuidade gratuita, não vinculada ao uso do cartão. Normalmente, o valor da anuidade dos cartões de crédito depende do volume de gastos durante determinado período e/ou da “boa vontade” do gerente de seu banco emissor. Ou seja, na esmagadora maioria dos casos, o que imperam são critérios subjetivos e obscuros na concessão de descontos/isenção de anuidade, fato que sempre foi objeto de críticas ao longo dos artigos sobre essa série de análise de cartões.

Entretanto, “não há almoço grátis”. Ou seja, para ter o cartão, é preciso ser correntista do segmento Premier do HSBC e para ser correntista dessa classe especial do banco, é necessário contratar um pacote de serviços cuja mensalidade mais barata – Pacote Premier Básico – custa R$ 45 por mês.

É verdade que esse banco – tal qual seus congêneres – apresenta uma tabela com o percentual de isenção variando de acordo com a média mensal de investimentos. Ou seja, quanto mais dinheiro estiver investido em produtos do banco, maior é o desconto nesse pacote mensal. Por exemplo, para conseguir isenção total da tarifa mensal do pacote, é preciso ter R$ 110 mil em investimentos no banco.

Ainda assim, a existência da anuidade gratuita do cartão, sem vinculação ao volume de gastos, é uma regra que merece ser destacada, uma vez que os cartões de bancos concorrentes do mesmo nível (Ourocard Estilo Platinum, do BB, Platinum do Itaú Personnalité, Platinum do Bradesco Prime etc.),  não apresentam – salvo o cartão Votorantim Platinum – uma regra tão clara de isenção de anuidade.

2 Programa de Recompensas – HSBC Premier Rewards

O programa de recompensas do cartão é chamado de HSBC Premier Rewards. Atualmente, o programa de incentivo tem parceria com 4 programas de fidelidade aéreos: Smiles (Gol), Multiplus Fidelidade (TAM), Delta Skymiles e Victoria TAP.

Os pontos prescrevem no prazo de 24 meses. Porém, eles podem ser prorrogados por mais 6 meses, mediante um serviço chamado de “Prorrogador de Pontos”, que custa R$ 40, e é debitado na fatura do cartão de crédito.

Dois aspectos desse programa de recompensas merecem ser destacados. Primeiro, o resgate de pontos pode ser feito tanto via Internet quanto por telefone – há alguns bancos que só permitem a transferência via telefone (caso dos cartões emitidos pela CEF e Bradesco, por exemplo), o que demanda um gasto de tempo maior. E, segundo, os resgates são isentos de cobranças de tarifas adicionais, ao contrário de alguns outros bancos, que cobram – e cobram caro! – pelo serviço, como é o caso do Banco do Brasil (R$ 20), Votorantim Platinum (R$ 35), e Santander (R$ 40).

Embora seja possível ganhar pontos pagando boletos bancários no cartão, tais pagamentos geram apenas 0,5 (meio) ponto para cada dólar ou o valor equivalente em reais pagos, de acordo com o item 29.1 do Regulamento do Programa, o que torna essa opção desvantajosa para maximizar o acúmulo de pontos. Vale frisar que a taxa cobrada pelo serviço é a “padrão” dos demais bancos, ou seja, 1,99% sobre o valor do título, com um mínimo de R$ 3. O débito automático de serviços públicos em cartão de crédito possui uma tarifa mais barata – tal qual ocorre no BB – ficando em 1% sobre o valor da conta paga, com um mínimo de R$ 1,75, conforme: tabela de tarifas.

Uma dúvida que permanece é se o acelerador de pontos também vale para os pontos ganhos pagando boletos no cartão. Eles também se beneficiariam de um fator de conversão mais elevado? Conclamo os leitores que estejam usando esse cartão e porventura tenham pago algum título no cartão para esclarecerem essa dúvida, na caixa de comentários.

Finalmente, outro atrativo do cartão é o acesso a salas VIP (Premier Lounges) nos aeroportos Afonso Pena (Curitiba/PR), Santos Dumont (Rio de Janeiro/RJ) e Congonhas (São Paulo/SP).

3 Conclusão

Esse cartão se destaca pelo excelente fator de conversão (frise-se, quando contratado o “acelerador de pontos”, que não se sabe até quando irá durar...), pela isenção de anuidade, não vinculada a qualquer volume de gastos, e pelo programa de recompensas bastante abrangente. Porém, a exigência de uma renda mínima consideravelmente alta, a necessidade de ser correntista do banco, e a baixa pontuação no pagamento de contas no cartão podem impedir e desanimar os que pretendem adquiri-lo.

Você tem um HSBC Premier Mastercard? Comente!

Perguntas para quem tem um HSBC Premier Mastercard: o uso do “acelerador de pontos” aumenta o fator de conversão dos pontos ganhos com o pagamento de boletos na fatura do cartão? As salas VIP são boas? Que experiências (positivas e/ou negativas) teve com ele?

É isto aí!

Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!


Tags: , ,

Category: Cartões de Crédito, Programas de Fidelidade Aérea

Comentários (502)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Pedro says:

    O banco é bom para algumas coisas. Pague contas não vale a pena (0,5 ponto), com limite diário de R$2.000,00. Os pacotes mensais variam de 44,90 a 54,90 a depender do que você queira. Se você investe em fundos e corretora, é o melhor banco. Não é agressivo em relação a limites, algo a ser ressaltado. As agências Premier tem um tratamento diferenciado, bem melhor do que o Van Gogh do Santander que não tem espaço próprio. Depende do que você busca a escolha.

    Responder

  2. crisãngela amaral guimaraes says:

    como posso saber a minha pomtuação e quando vai expirar os mesmos , preciso resgatar. e de que forma.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.