Cobrança Extra Por Malas: Será Que Isso Vai Acabar?

26 de August de 2008 | Por | 5 Comentários More
Nos últimos meses, vimos várias cias americanas implantarem taxas para despacho de malas (mesmo a primeira peça) em vôos operados para determinados destinos. Isso já era uma praxe em algumas cias low cost, mas espalhou-se por cias tradicionais.

Nas cias da América do Sul, apenas a Pluna implantou essa cobrança. No Brasil, o Código Aéreo Nacional impede mudanças nas franquias de vôos nacionais.

Na Europa, essa cobrança é mais do que comum nas diversas cias low costs que lá operam. Mas isso pode mudar. Diversas associações de defesa do consumidor estão entrando na justiça solicitando o fim dessa cobrança baseado no fato de que esses extras com custos variáveis de cia para cia impedem uma comparação acurada de preços das tarifa. Alegam ainda que nas propagandas, preços inicialmente mais baixos poderiam mostra-se muito mais latos após a adição das taxas extras e ludibriar o consumidor. Vamos acompanhar no que isso vai dar. Na pior da hipóteses, as cias acabam dando um desconto para quem não quiser despachar malas, já que elas sempre acham alguma solução para esses problemas legais…

Tags:

Category: Aeroportos, Bagagem

Comentários (5)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Aline Lima says:

    Okaeri Rodrigo!
    Sabe que naminha viagem a Nova York em Julho tinha gente trazendo A BORDO malas maiores do que a minha despachada. Claro que nunca tem espaco nos compartimentos, o que atrasa a saida do voo, com aquele povo todo em pe, procurando onde deixar a mala. Perdemos a nossa autorizacao de decolagem. Resultado? Ficamos 40 minutos taxiando em La Guardia. Nao so pela autorizacao em si, mas tambem porque, segundo o comandante, a aeronave estava mais pesada que o permitido para decolagem, por isso, teriamos que gastar um pouco de combustivel antes de ir pra pista.
    Eu me pergunto qual eh o sentido de tanta cobranca, se no fim as pessoas trazem o mesmo peso, atrasam voos e o pior, temos que gastar combustivel a toa!!! E sabe que quando entrei no aviao MEIA-HORA antes da partida (cartao prata e seus beneficios), todos os shields das janelas estavam fechados e o ar condicionado estranhamente fraco. O motivo? Economia de combustivel,segundo a propria companhia autora da palhacada, a Northworst!

    Ai, pronto, desabafei!!!

    Responder

  2. Vou achar difícil ter minha dúvida respondida, mas aí vai.

    Estamos com passagem marcada pra Denver, CO nos EUA. Mas só consegui comprar o trecho SP-Chicago-Denver e, na volta, Denver-Washington-SP. Comprei separado o trecho Brasília-Guarulhos, ida e volta. Mas e a franquia de bagagem? Me dei mal nessa? Alguma sugestão, possibilidade, idéia? Obrigado pela atenção: podem contatar pelo email tcxcardoso no gmail ponto com. Um abraço e parabéns pelo BLOG! 🙂

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Tiago,

    Vai de Guarulhos para EUA com a United? Onde comprou a passagem BSB/GRU?
    Você está associando um trecho nacional com um internacional em passagens diferentes = franquias diferentes. Se você tivesse comprado um trecho United associado com um trecho Tam, a franquia seria a Internacioal. Você tentou via agência comprar essa passagem saindo de BSB? Já comprei várias no passado saindo de BH e o pessoal da agência conseguia incluir o trecho BH/GRU sem pagar um tostão por ele, mas tinha que ser emitido na agência.

    Responder

    Tiago Cardoso respondeu:

    Isso, GRU/EUA com a United. Infelizmente cometi esse “pecado”, muito em busca do “melhor preço”. Agora vejo-me pagando por isso. Não vi nas regras da tarifa da Gol qual seria a multa por levar uma mala a mais, apenas que “é permitido, no máximo, 23 Kg de bagagem por adulto”. Seria o mesmo que dizer: “não poderei embarcar outra mala”? Bom, a “vacilada” já foi feita, preciso tentar remediar da melhor forma – e passar duas semanas fora com UMA bagagem é possível, mas é um bocado mais difícil. :-/ Vivendo e aprendendo. AGradeço a atenção, Rodrigo e a resposta. Se puder me prover com mais detalhes com relação ao que postei, ficarei imensamente grato. Volto sempre a teu site e acho-o um dos melhores da internet – informações super importantes para quem adora viajar! Um abraço e parabéns!

    Responder

  3. David says:

    Ola todo mundo, sou dos EUA e estou me mudando pra salvador, ja estudei e morei la um ano e ja passei por esses problemas, inclusive minha namorada que veio me visitar e voltou com “excesso” de peso. O que ela fez foi pedir as pessoas que nao levavam mala levar a dela, vou ter que fazer isso se nao quero pagar a mais, provavelmente vou ter que pagar a mais, mas ainda assim, vai sair mais barato do que comprar um voo que connecta os voos nacionais com o meu voo intl. Ai tambem voce pode pedir um “presente” de kilos e explica que voce “nao sabia” e que voce veio de um voo intl. Muitas vezes podem diminuir as taxas…e por ultimo voce pode se fazer de desesperado (na verdade nao vai precisar atuar isso porque voce ja vai estar desesperado rsrs) e falar que voce nao tem dinheiro.

    bem ai esta o que eu sempre tento fazer para diminuir taxas! SORTE!

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.