Comentários

27 de June de 2008 | Por | 2 Comentários More

Os comentários vão ser respondidos neste final de semana.

Obrigado pela participação e interação!

Category: O Blog e Amigos

Comentários (2)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Anonymous says:

    Veja on-line
    RADAR ON-LINE
    Lauro Jardim
    e-mail: radaronline@abril.com.br

    Com Paulo Celso Pereira Patrocínio

    Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

    AVIAÇÃO
    Abertura nos céus | 17:47

    O Brasil acaba de fechar um acordo com os EUA que deve representar uma redução significativa nos preços das passagens aéreas entre os dois países. A partir de agora, não existe mais limite para o número de empresas aéreas operarem no tráfego aéreo entre os dois países — atualmente o máximo permitido eram quatro companhias para cada país. O acordo entra em vigor na terça-feira.

    As tarifas cairão | 17:46

    Mais: até julho de 2010 o número de vôos aumentará quase 50%. Saltará dos atuais 105 por semana para 154, incluindo os das novas companhias. Isso significa aumento de concorrência e, com isso, redução de preço nas tarifas. Quanto? Ainda é cedo para fazer estimativas. No momento, o petróleo em alta freia a possibilidade de queda de preços mais rápida – o querosene de aviação representa 35% dos custos de uma companhia aérea. Mas o que importa é que o conceito mudou. A TAM, líder do setor entre as brasileiras, vê com bons olhos as mudanças.

    Liberou geral | 17:45

    Se o que foi assinado entre os dois países pudesse ser resumido numa frase, o correto seria dizer: liberou geral.

    Responder

  2. Rodrigo Purisch says:

    Estava de olho nesse acordo, mas tinha me esquecido que seria finalizado ontem.

    Obrigado pela dica.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.