Como É Voar na US Airways?

6 de January de 2010 | Por | 139 Comentários More

O Riq do site Viaje na Viagem, o VnV que agora está de template novo e conteúdo  mais bem indexado facilitando a busca das informações,  publicou um relato sobre uma experiência de viagem na novata US Airways que iniciou seus vôos a partir do Rio em direção aos EUA.

Não é de hoje que rotas novas para os EUA são abertas usando aeronaves mais velhas. Quem acompanha o blog já viu muita notícia sobre problemas nos vôos que a American opera em Salvador e Recife. Infelizmente, a maioria das cias americanas apenas colocam aeronaves mais novas nessas rotas quando o vôo já tem uma demanda consolidada ou quando há aviões maiores parados por falta de demanda no Hemisfério Norte e demanda aquecida no Hemisfério Sul. Enquanto voam para a Europa de B777, para o Brasil e América Latina costuma sobrar os B 767 e 757 mais surrados (existem exceções).

Quanto a US Airways, não me surpreendeu o relato, já que alertamos algumas vezes aqui o blog que a cia opera ao estilo low cost. Quem sabe ela não se redime desse início desastroso?

O Riq está ainda fazendo uma enquete sobre uso de milhas para emitir vôos para fora da América do Sul. Nós já fizemos a nossa aqui, que tal participar da enquete dele ajudando os leitores do VNV?

Tags: , ,

Category: Blog e Sites Imperdíveis, Programas de Fidelidade Aérea

Comentários (139)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Jair says:

    Prezado Ricardo, cheguei semana passada. Viajei para Orlando com minha esposa e filha de 15 anos. Realmente, no avião não tem tv individual. É um 767-200 bastante antigo, porém confiável. não acretito que tenham comida especial para bebes. posso afirmar que o maior atrativo desta companhia é o valor, táo somente. os filmes sáo passados numa tela grande e coletiva, cujo som só poderá ser ouvido caso compre o fone por USD 5. Um amigo meu viajou com a Copa para Orlando, conexao no Panama. Disse ter sido muito bom.
    boa viagem,

    Responder

  2. Ricardo says:

    Obrigado, Jair. Estou pensando agora em ir de Avianca, saindo de Guarulhos. Alguém já foi?

    Responder

  3. Elisangela says:

    Prezado Jair
    Nos voos que vc relatou teve serviço de bordo ( lanche ou mesmo jantar ) ? se o voo foi noturno teve algum cobertor ? Agradeço sua atencao.

    Responder

  4. Livia says:

    Viajo pra NY semana que vem com eles. O preço foi imbatível. De companhias aéreas sempre espero só duas coisas: que não caiam, e que não percam minha bagagem. De resto, como até barrinha de cereal!

    Responder

  5. JOICE CAVALCANTE says:

    a us airways perdeu a bagagem do meu marido que vinha dos estados unidos neste momento, agora não se sabe se não saiu de charlotte ou se no rio de janeiro alguem pegou por engano, mas precisam achar essa mala , agora ele está lá no rio de janeiro perdeu o voo para são paulo por causa dessa irresponsabilidade….

    Responder

  6. Sidnei says:

    Fui aos EUA o mes passado com a US Airways. Era a unica cia aerea americana que voa para o Brasil que eu ainda nao tinha voado, e fiquei surpreso. Ouvi varias reclamacoes sobre ela, entao fui com um pouco de receio. Realmente nao usam um aviao novo no trecho Rio-Charlotte, mas nao e de todo ruim. Achei o servico dos comissarios muito bom, cortez, eficiente e bem ateciosos. A comida e o que se espera de uma cia aerea, na classe economica, nada de mais. O pessoal de terra, nos aeroportos tambem achei muito competentes. No Rio achei extremamente simpaticos. Pontuais, ate saimos de Charlotte, na volta, 30 minutos mais cedo. O preco foi otimo, e por serem da Star Alliance,tive milhas no meu Mileage Plus, da United. Gostei da experiencia, e voaria com eles mais uma vez, sem medos. Quanto a extravio de bagagens, isso vejo acontecer em varias cias, ate mesmo com passageiros da Primeira Classe, entao eu acabo achando que pode acontecer em qualquer cia. Gostei da minha experiencia com a US Airways.

    Responder

  7. glauber says:

    Bom ler algo positivo! A impressão que dá é que o pessoal só volta aqui pra falar quando algo dá errado.

    Estou com passagem marcada pra NY em maio e por 35mil milhas pra ida e volta eu ia até de webjet!

    Responder

  8. Marcos says:

    Cheguei de New York anteontem, dia 21.11 e acho interessante relatar o que me ocorreu: Fomos para NY com escala em Charlotte no total de 5 adultos e uma criança de 8 anos. Na ida tudo tranquilo,avião antigo mas limpo, comida direitinha etc. No desembarque em NY a surpresa; de seis malas chegou apenas uma. Fomos para o setor de perdidos e apos esperarmos as 5 pessoas que tambem tinham perdido suas malas fomos atendidos por uma senhora bastante simpática que depois de localizar nossas malas em Charlotte nos garantiu que elas chegariam no proximo voo, ou seja levariam mais 2 horas (chegariam as 17 hs). Apos momentos de apreensão elas chegaram às 22:30hs, abertas mas com tudo dentro. Na volta fomos mau atendidos no balcão em NY e já na perna Charlotte Rio fomos agraciados com comissários americanos que alem de parecer estarem nos fazendo um favor, como estávamos na poltrona 27, no jantar não tivemos opção pois acabou a massa(o frango c/ algo doce não deu para comer…arghh) depois de ficarmos o voo inteiro com uma criança gritando e os comissários literalmente ignorando chegou a hora do cafe da manhã, ja chegando no Rio. Novamente ao chegar na nossa vez fomos premiados com um “cake or cake” e nem te ligo, cara de nojo da comissaria americana. Em resumo, se quiserem encarar a roubada, o façam mas nunca nas poltronas do fundo e rezem para não precisar de nada dos comissarios, pois eles não dão papo para brasileiros

    Responder

  9. Ludo Diniz says:

    Voei com ela nesse final de semana e posso falar que o problema são os brasileiros e não as comissárias.
    Os vôos fora das rotas dos brazucas saiam sempre no horário, não havia troca-troca de lugares, malas da mão compatível.
    Agora na volta… por problemas de overbooking e por ser thanksgiving, se fosse manter a minha rota, teria de ficar 2 dias nos Estados Unidos. Conseguiram achar uma conexão para Charlotte via… Orlando. Depois da black friday. Foi um dos piores vôos da minha vida.
    O pessoal, em especial um grupo de mulheres cariocas, estavam causando muito e para ajudar, não falavam inglês. Uma delas tinha 5 C-I-N-C-O malas de mão. Por ser uma perna interna em um A-320, o bagageiro lotou e cerca de 25 malas de mão tiveram de ser despachadas. Com todas essas cariocas surtando, pois não tinham cadeado para enfiar os seus Michael Kors. Enfim, o vôo acabou atrasando 25 minutos.
    As comissárias estavam todas loucas, porque ninguém seguia procedimento algum e andavam para frente e para trás em um avião com um único corredor.
    Depois, no vôo para o Brasil, a mesma coisa. O mais engraçado era o pessoal reclamando de conforto, comida e tratamento, mas não via a sua falta de educação em voar. Tinha até iphone ligado sem fone de ouvido, igual ônibus. Outra coisa, ela é praticamente uma low cost. Seus vôos até uma pequena cidade americana custam o mesmo que uma Avianca da vida até Miami, ou seja, é muito barato. Então essas coisas como avião antigo, falta de entretenimento, tem de ser considerado também.
    Outro ponto positivo, na volta, por conta da ótima infra do Galeão, perdi a conexão nacional. Fomos lá reclamar e mesmo o próximo vôo sendo 3 horas depois, eles nos deram um voucher para fazer uma refeição no aeroporto.
    Eu voaria novamente com ela, mas provavelmente só se ela tivesse saída direta de São Paulo.

    Responder

  10. Victor Estacio says:

    Ola! Tenho viagem marcada a NY proximo domingo (4 de Dezembro).. E tenho algumas duvidas sobre o percurso.
    Saio do Galeao as 23:55 e chego em Charlotte as 7 horas da manha.. Queria saber se eu terei que passar pela imigracao la ou em NY.. E como farei com minhas malas?
    Estou receoso sobre minha entrada na imigracao.. Mas tenho em meu historico de idas aos EUA duas anteriores que voltei com prazo dentro do limite que me foi imposto, 6 meses.
    Queria saber se o pessoal la do aeroporto de Charlotte é bacana ou costumam deportar brasileiros..

    Obrigado!

    Responder

    Alessandro respondeu:

    Você terá que fazer a imigração em Charlote. Mas fique tranquilo acho que por lá é bem mais tranquilo que Miami ou Atlanta. Desde que vc esteje com comprovantes de hospedagem, cartão de crédito válido, dinheiro, não vejo problemas. Boa viagem.

    Responder

    Ludo Diniz respondeu:

    Não me pediram nada. Eu inclusive tive um problema no chip do meu passaporte e tive de trocá-lo com menos de 6 meses, e por isso estava com problema de encrencarem. O oficial só perguntou quando foi a última vez que estive no US, eu respondi que foi em setembro e perguntei se ele queria as cópias do passaporte recolhido, mas não me pediu nada.
    Quanto as malas, vc retira, passa pela alfândega e depois tem um balcão para despachar as malas. Eles explicam tudo em português no avião e na minha vez havia uma senhora brasileira passando as instruções (ela não sei se é sempre que está lá).
    O aeroporto é pequeno, mas tem boas opções de comida. Além das salas vips da US, que não são nada demais, só com bebidas e snacks e uma enorme área para se sentar com vista para a pista. Mas se quiser privacidade, eles tem uma menor na asa B, que inclusive tem pcs para quem não está com laptop.

    Responder

    marcelo respondeu:

    Bem, sei que ja passou bastante tempo da pergunta, mas coloco aqui minha experiencia, porque sei que tem sempre gente procurando. Já viajei com a Us airways 3 vezes e nunca tive problema nenhum…tripulação muito atenciosa, ja sentei na ultima poltrona e não faltou comida não, sempre levo meu fone de ouvido para não ter que pagar 5 doletas, o que é um absurdo, mas….. As conexões sempre foram tranquilas, graças a Deus a bagagem nunca foi extraviada ou aberta….A imigração de Charlotte é excelente, sempre tem um brasileiro como funcionario para ajudar( não sempre a senhora não, pois ja peguei tanto essa senhora, como homens tambem). Sempre passei sem problemas!!!

    Responder

  11. Dayane says:

    Olá, acabamos de chegar dos EUA (Disney) e viajamos com a US, depois de ler todos os comentários negativos eu e meu marido chegamos a conclusão que o problema na Cia aérea são os brasileiros que a frequentam, fomos super bem atendidos, não tivemos problema nenhum no voo, obviamente as poltronas não são as mais confortáveis com exceção de primeira classe e o avião é mais velho, fora isso se respeitassem as regras de bagagem nos EUA talvez os comissários de bordo não ficassem estressados tentando ajeitar malas que deveriam ser despachadas com as demais bagagens, tinha brasileiro colocando 3 malas de rodinhas enormes na parte de cima do assento sem poder, reclamam mais não seguem as regras.
    Com certeza iremos voar com eles novamente.

    Responder

  12. Michelly says:

    Viajarei para San Francisco em março pela US Airways e lendo os comentários, fiquei com uma dúvida. As malas que despachamos no Brasil, deverão ser retiradas no aeroporto em Charlote e despachadas novamente?

    Obrigada.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Sim, a imigração vai ser feita em Charlote. Sua mala será etiquetada até São francisco, mas você a pegará em Charlote, passará pela alfandega e a devolverá em um guich após a alfandega para ser colocada no vôo nacional que você ira fazer entre Charlote e São Francisco.

    Responder

  13. Sidnei says:

    Postei há alguns meses aqui sobre minha experiência bem positiva com a US Airways. Como volto aos EUA em abril, e eles têm, mais uma vez, ótimos preços, quero ir com eles. Vendo os novos posts, li algo que semprei pensei, ao voar com outras cias. para os EUA, e mesmo dentro do Brasil: o maior problema nos voos, muitas vezes, são os próprios brasileiros, que pensam como as pessoas que voavam na década de 70, uma elite rica, que queria ser paparicado. Nos demais países, na Europa e nos EUA, avião é meio de transporte, ninguém voa só pra comer a melhor comida do mundo, e ser paparicado. Quem quer isso, vai a um bom restaurante, e paga pelo serviço. Claro que é muito bom terminar um voo em que você teve uma boa experiência, comissários agradáveis e eficientes, como os da Virgin Atlantic, ou da KLM, com aviões novos e ótimo serviço de entretenimento. Porém, para mim, o mais importante e me levar de A a B com segurança e pontualidade. Espero ir de novo aos EUA em abril com a US Airways, pois gostei muito.

    Responder

  14. Ivo says:

    Tenho um vôo de Brasília para Atlanta agora em março.
    Liguei na empresa, me falaram que na ida eu deveria pegar minha bagagem no Rio, fazer o check-in internacional e despachar as malas. Quando chegasse em Charlotte, passaria na alfandega com as malas e depois despachava. 1º duvida: Na ida em Charlotte, eu tenho que fazer check-in de novo?

    Na volta, me passaram que as malas vem direto de Atlanta para Brasília, sem pegar e despachar em nenhum local… achei estranho, pensei que passaria pelo menos na alfandega do Rio de Janeiro… elas vem direto mesmo e só passo na alfandega do Rio?

    Responder

    Alessandro respondeu:

    Boa tarde Ivo. Sim vc virá de Brasília em um voo doméstico. Vc só passará pela Polícia Federal, quando for embarcar para Charlotte. Quando vc chegar em Charlotte, você primeiro irá passar pela imigração americana, depois pegará sua bagagem e colocará em uma outra esteira, caso Charlotte não seja seu destino final. Daí terá que passar pelo TSA (segurança americana) para fazer su conexão (caso não seja o destino final Charlotte). respondendo sua primeira pergunta, vc não terá que fazer check in novamente em Charlotte, somente passar pelo TSA, conforme falei acima. Olha na volta se o seu voo é Charlotte / Rio de Janeiro. Você terá que pegar sua bagagem, passar pela Polícia Federal depois pela Alfândega. E depois provavelmente terá que fazer um chekin, para seguir sua viagem até Brasília. (De qualquer forma confirme com a US Airways).
    Espero ter ajudado.

    P.S. Fique atento na sua conexão em Charlotte, apesar de ser um aeroporto pequeno e fácil de circular, geralmente o tempo de conexão é pequeno, e a fila para o TSA geralmente é grande dependendo do horário.

    Responder

  15. Claudete Torres says:

    Compramos passagem pela US Airways N.York para o Rio de Janeiro classe economica. Gostaria de saber se posso fazer up grade para a classe executiva utilizando milhagens da Multiplus e em caso positivo, quantos pontos seriam necessarios, considerando a data da viagem de 25-7-2012

    Responder

  16. Leonardo Santos says:

    Prezados,

    Estou indo para Miami com a US Airways. A conexão em Charlote está prevista para durar 1h e 30min. Este tempo é suficiente para passar pela imigração americana?

    Obrigado, Leonardo.

    Responder

    Jair respondeu:

    Leonardo, fiz uma cnx em Charlotte para MCO em junho do ano passado, 2h30 de intervalo entre os voos. Quase perdi.

    Responder

  17. Michelly says:

    Viajei pela USAIRWAYS na semana passada e no voo de ida havia uma comissária, a única brasileira, que era extremamente grosseira com os brasileiros e super simpática com os que não eram brasileiros. Um absurdo.
    Estou grávida e solicitei a ela uma garrafa de água pois havia sido recomendada beber muita água durante o voo. Ela me disse que só me daria um copo. Levantei e fui pedir diretamente a comissária americana na área traseira do avião e esta prontamente me atendeu.
    Os voos foram tranquilos, tanto até Charlote como o voo de Charlote a San Francisco. Aliás, neste segundo voo, as comissárias eram extremamente simpáticas.
    No voo de retorno ao Brasil, tudo muito tranquilo também e o atendimento igualmente simpático.
    Havia um comissário brasileiro muito atencioso e simpático.
    Me chamou atenção a falta de educação mesmo de alguns brasileiros, além do fato de que, mesmo as solicitações endo feitas em português, alguns pareciam ter problemas auditivos e faziam exatamente o oposto…
    Da companhia em si, não tenho o que reclamar. Voos saindo no horário e pousos perfeitos.
    Voltarei a voar USAirways sempre que tiver um valor atrativo.

    Responder

  18. Clóvis says:

    Estou pensando em viajar pela US Airways Rio-Miami com conexão em Charlote, como terei de passar pela imigração e despachar as malas para Miami, gostaria de saber se posso ficar logo em Charlote ou se sou obrigado a ir para Miami.
    Há alguma penalização por não pegar o vôo de conexão?

    Grato!

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Seu destino final é Miami, assim se descer em Charlote e ela identificar isso, pode cancelar as pernas posteriores. Um passagem para Charlote pode ser mais cara que uma para Miami por ser um vôo direto ao contrário de Miami (requer conexão) apesar de mais longo. Além disso, sua mala deve ser despachada para Miami. Se quiser ficar em Charlote, entre em contato com a cia e veja se é possível alterar sua passagem.

    Responder

  19. Bartolomeu says:

    Voei no dia 01 de abril, e foi bom, o pessoal brasileiro do aeroporto Tom Jobim é muito, simpático e competente, perdi o voo no dia 30 e ele prontamente desembarcaram as bagagens e fui no proximo voo, só o pessoal de bordo( americanos) sao duramente robotizados, e até mesmo um pouco deselegante, minha esposa e minha filha não foram servida de lanche só bebida, quando ela reclamou com a comissária , com um ar de desprezo,trouxe apenas para minha filha, minha esposa não quis se estressar e deixou pra lá, tb não perdeu nada era ruim mesmo, já em Charllotte fomos bem tratados pelos americanos o avião era novo,eles anteciparam o nossa conexão de 19:00 horas para 10:30 sem cobrar nada muito bom mesmo,nota 7

    Responder

  20. manoel says:

    amigos estou indo pela 1 ves para orlando com minhas 2 filhas e minha esposa tenho uma conexão em charlotte. como e? quando chego la eu tenho q passar minhas malas para o outro aviao? a imigraçao tenho q passar primeiro antes de passar as malas?, tem alguem q fala portugues da empresa para me ajudar no aeroporto de charlotte? por favor socorro!!!!

    Responder

    Bruno Santana respondeu:

    Acabei de fazer esse voo. É super tranquilo! Primeiro você passa pela imigração e recebe o “carimbaço” no passaporte. Na imigração, inclusive, havia uma funcionária brasileira muito simpática (acho que era a Rosana) que tirava as dúvidas dos passageiros na fila. Só depois da imigração é que você pega suas bagagens. Em seguida, você despacha elas novamente numa esteira que fica bem próxima da área de restituição de bagagem (Bagage Claim). Tudo muito bem sinalizado. Aliás, no próprio avião passa um filminho de como proceder nisso tudo (tem em português também :)). Fique tranquilo, não tem erro! Depois é só dirigir-se para o portão de embarque esperar a conexão. O aeroporto de Charlotte é muito agradável. Foi eleito como um dos melhores do mundo. Vocês vão gostar! Espero ter ajudado.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.