Como Planejar e Comprar Sua Viagem Pela Internet: 5 Reserva, e Caso Necessário Compra, das Acomodações

9 de March de 2007 | Por | 8 Comentários More
Lembre-se: Sempre que comprar algo pela Internet, imprima e salve no seu computador os comprovantes, os e-tickets e as regras associadas às compras. Guarde as senhas usadas no cadastro e sites usados nas compras em seus favoritos e nos comprovantes impressos.
Sugiro sempre monitorar a fatura do cartão usado nessas compras e se possível optar por um cartão com um limite mais baixo, mas o suficiente para fazer suas compras, para utilizar no comercio virtual.
Alguns cartões de crédito oferecem seguros e serviços extras quando os pacotes, passagens aéreas e locação de veículos são adquiridos com seu uso. Lembre-se que se pessoas não parentes viajam junto, é mais prudente a compra desses serviços de forma individualizada por cada viajante a fim de assegurar esses benefícios. Caso o cartão de um dos viajantes possua cobertura quanto à perda de bagagens ou atraso na entrega das mesmas, confira se os tickets das mesmas estão no nome do portador(es) do cartão. Leia atentamente as regras desses serviços oferecidos pelas cias de cartões de crédito.

Definidas as datas de chegada e saída e comprados os meios de transporte, vamos aos hotéis.

Existem hotéis, pousadas, guesthouses, albergues, Bed and Breakfasts e Inns para todos os gostos e bolsos. Cada viajante tem um conceito próprio de hotel ideal para uma viagem. Alguns fazem questão de apenas uma boa cama e um banheiro limpo, pois consideram que usam o hotel apenas para dormir e tomar banho. Outros preferem um serviço impecável, um ótimo café da manhã e acomodações dignas de deixarem boas recordações durante sua passagem por lá.

Caso seu orçamento seja mais restrito, a escolha certa dos hotéis, além das refeições e meios de transporte locais, poderá ter um impacto importante no orçamento final da sua viagem. Apesar dos principais meios de transporte até o destino desejado, normalmente, representarem a maior parcela dos custos, seus valores sofrem menos impacto de uma escolha baseada em custos menores.

Existem viagens em que o hotel é um integrante importantíssimo da mesma, como hotéis cassinos ou os grandes resorts. Existem situações em que um bom hotel ajuda a coroar com sucesso uma viagem, como uma viagem de Lua de Mel ou para comemorar uma data importante. Portanto, não se descuide na escolha dos mesmos nessas situações.

Recomendo inclusive, caso o orçamento seja mais restrito, que se escolha um destino dentro de uma viagem mais longa ou mesmo alguns dias em um mesmo destino para se hospedar em um bom hotel. Uma noite em um Riokkan (hospedaria típica japonesa) ou num grande hotel de praia com um senhor café da manhã ou ainda em um pequeno hotel com serviço personalizado e uma culinária de comer ajoelhado, vai fazer muito bem a seu ego, deixar lembranças memoráveis e não vai doer tanto no seu bolso.

Seja qual for o seu gosto e bolso, sempre haverá um hotel que se encaixará nele. As grandes cadeias têm tentado agradar a todo tipo de viajante criando marcas diferentes a fim de atingir públicos diferentes. A rede Accor, por exemplo, tem as marcas Fomule1 e Etap (baixo custo), Ibis (econômico), Novotel e Mercure (padrão mais elevado), SuiteHotel (contendo uma mini cozinha, para quem vai permanecer mais tempo ou necessita dessas amenidades) e Sofitel (alto padrão). Hotéis independentes também têm seguido essa tendência de tentar focar em públicos mais específicos, além de tentar oferecer um serviço mais pessoal ao hóspede.

No Brasil, fora as grandes redes, poucos hotéis tem em seus sites sistemas que permitam reservas on-line instantâneas. Alguns deles possuem formulários para realização de reservas, sendo que as mesmas são confirmadas posteriormente via e-mail.

Lembre-se que todo hotel tem uma tarifa balcão, tarifa oferecida ao cliente que busca diretamente o hotel para realizar uma reserva, que geralmente é muito superior às tarifas disponíveis nos sites ou call centers desses mesmos hotéis. Portanto, nunca aceite de imediato a tarifa balcão. Já conheci casos em que o consumidor foi informado de que a única tarifa disponível seria a tarifa balcão e após se dirigir a lan house do outro lado da rua, conseguiu uma tarifa superpromocional de última hora no site da cadeia a qual pertencia o hotel. Fez sua reserva on-line e se dirigiu ao hotel novamente, mas agora com um quarto reservado e com uma tarifa muito inferior a tarifa balcão. Esse exemplo pode ser considerado um caso extremo, mas serve para alertar que situações semelhantes podem ocorrer.

Caso esteja programando com antecedência, e isso é muito importante para garantir o hotel desejado em períodos de alta demanda, inscreva-se para receber e-mails das redes que administram hotéis nos quais está interessado. Você pode acabar sendo brindado como uma boa promoção.

Duas estratégias podem utilizadas nesse momento:

A primeira seria reservar um dos hotéis contidos na pré-lista realizada quando do estudo mais aprofundados dos destinos escolhidos.

Sempre que possível, tente primeiro acessar diretamente o site do hotel ou da cadeia a qual pertence o hotel, algumas das fontes usadas para a realização da pré-lista têm inclusive o site do hotel. Na dúvida vá a uma buscador (Google, Yahoo, etc) e digite o nome do hotel e da cidade. Tente identificar entre os resultados da pesquisa a homepage do hotel ou da sua rede. Conhecendo a rede a qual o hotel pertence, vá direto à página da mesma e faça uma pesquisa pelo hotel desejado. No Blog Aquela Passagem! Links há uma série de links para as maiores cadeias hoteleiras. Atenção, alguns hotéis fazem parte de uma cadeia, mas também mantém páginas próprias fora do site da cadeia a qual pertence. Isso é muito comum nos hotéis associados à rede Best Western e dos hotéis no Brasil que usam as bandeiras da rede Choice, que aqui são administrados pela Atlântica Hotéis, que tem em seu site páginas locais para os hotéis sob sua administração. Nesses casos compare os preços das tarifas em ambos os sites.

Na página do hotel visualize as fotos e as demais informações sobre o mesmo para certificar-se que o hotel atende as suas exigências. Cheque então, e anote:

a) Os valores das diárias e das taxas cobradas, caso não estejam incluídas no valor da tarifa.

b) Se está incluída alguma refeição no preço a diária (café da manhã, meia pensão ou pensão completa).

c) A existência de estacionamento, Internet, além de outras amenidades que você julgar serem de presença obrigatória, sempre conferindo se esses serviços são tarifados ou não.

d) Se existem tarifas promocionais exclusivas para reservas on-line ou pacote promocional para um determinado número de dias. É muito comum existirem essas tarifas exclusivas e um bom exemplo são as promoções dos grandes cassinos de Las Vegas, que estão disponíveis apenas on-line e nos sites desses hotéis.

e) A possibilidade de realizar uma reserva on-line e as regras associadas à reserva, principalmente as multas referentes a cancelamento, como esse é realizado e a hora limite para check-in (até que hora do dia da chegada o quarto estará reservado para você). Alguns sites permitem cancelamento (em períodos variáveis) antes da data de chegada sem ônus. Outros permitem um cancelamento muito simplificado e fácil da reserva em caso de desistência, outros necessitam de que o cancelamento seja realizado diretamente no call center da empresa, que se a mesma não tiver atendimento em português, necessitará o conhecimento da língua inglesa por parte do passageiro para realizá-la.

Caso não seja possível a reserva on-line, envie um e-mail questionando sobre a disponibilidade e solicitando a confirmação das tarifas nas datas desejadas.

Agora, vá aos sites dos consolidadores nacionais como o Decolar, Rumbo e Hotéis.com e internacionais como o Hotel.com, Travelocity, Expedia, Hotel Conexions-EUA, Venere (que tem mapas muito interessantes com a localização dos hotéis) e Octopus. Compare os preços das tarifas e as condições das reservas. Muitos desses sites solicitam o pagamento de uma diária para garantir a reserva ou mesmo o pagamento antecipado de toda estadia em tarifas superpromocionais. As condições para o cancelamento das reservas são variáveis, portanto preste atenção.

Caso os preços das tarifas sejam semelhantes em todos os sites, dê preferência ao site próprio do hotel ou da cadeia a qual pertence. Caso o site não permita reservas on-line ou as tarifas sejam superiores ao do consolidador, cheque as regras e realize sua reserva no consolidador.

Caso o hotel desejado não esteja disponível ou as regras da reserva não sejam de seu agrado, procure um outro hotel dentre os escolhidos na pré-seleção. Caso todos hotéis da pré-seleção não tenham disponibilidade, opte por fazer uma busca, primeiramente, no site de uma grande cadeia de hotéis que goze de seu respeito e procure outras opções de hotéis no mesmo destino. Pode não ser aquele hotel que você gostaria, mas pelo menos deve seguir o padrão da cadeia de hotéis escolhida. Não encontrando, vá aos consolidadores, procure as opções disponíveis e anote-as. Vá então ao Tripadvisor ou Venere e faça uma procura por esses hotéis e através das informações disponíveis lá, tente escolher um deles. Opte por fazer uma reserva em um consolidador com regras mais flexíveis para cancelamento. Continue a monitorar o site da cadeia dos hotéis que foram alvo de sua escolha na pré-seleção, pois se aproximando o dia da chegada ao hotel, pode haver alguma desistência e o site pode vir a disponibilizar alguma vaga de última hora. Reserve-a e cancele a anteriormente feita, tendo sempre em mente as regras referentes ao cancelamento da reserva anterior.

A segunda estratégia, mais adequadas para viagens mais próximas, seria de se garantir realizado reservas de hotéis em um site de uma grande cadeia de hotéis com a qual você tenha boas experiências e que conte com regra flexíveis para cancelamento (sem ônus para cancelamento de reserva em datas próximas ao check-in e facilidade para sua realização). Se o site tiver muitas opções nos destinos escolhidos tente escolhê-los baseado no preço das tarifas, localização (em passos anteriores, você já fez uma seleção das melhores áreas para se hospedar) ou mesmo visitando as opiniões contidas no Tripadvisor. Com essas reservas na mão, você pode sair pesquisando outras opções de estadia mais personalizadas ou melhor referenciadas ou mesmo promoções. Achando-as, faça a reserva e cancele a reserva anterior. Guarde os comprovantes do cancelamento da reserva anterior para o caso de cobrança indevida.

Todos sites citados nesse texto tem links na aba Links Úteis o topo do blog.

Tags:

Category: Planejar e Comprar

Comentários (8)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Marcio Nel Cimatti says:

    Rodrigo,
    Outro dia passei sua dica de conferir os valores de passagens nos sites da empresa aérea e depois tentar a mesma consulta nos consolidadores para um casal de amigos e eles economizaram bem comprando um pacote para Dinamarca no consolidador. Super dica!!

    Vou aproveitar e mandar uma pergunta. Existe diferença de preços entre sites de países diferentes do mesmo consolidador, por exemplo o expedia americano, o brasileiro e o da qui da Holanda. Existe algum melhor ou mais barato?
    Abs!
    Marcio

    Responder

  2. Rodrigo says:

    Sim, existe Marcio.

    Existem algumas tarifas que se destinam a ser vendidas em determinados mercados. Um consolidador americano pode vender essa tarifa e um europeu não.

    Algumas vezes, nos sites próprios das cias aéreas, elas liberam a compra para qualquer visitante. A Singapore faz muito isso.

    Existem tafifas web, não disponíveis nos GDS (Amadeus por exemplo) que alguns consolidadores conseguem acordos para vender e outros não.

    Alguns consolidadores podem negociar e comprar um grande bloco de passagens com tarifas tipo excursão mais baixas(como os operadores de turismo)e depois vendê-las uma a uma.

    Por fim, acho que esses consolidadores fazem parte do mesmo grupo, mas são considerados empresas distintas e submetidos às regras do mercado onde se baseiam.

    Qual é mais barato? Difícil dizer, cada um tem seu dia de promoção, mas os Ingleses sempre me pareceram mais caros.

    Dizem que o site da Austrian Airlines vende passagens das cias Star Aliance mais barato que no site dessas cias… Nunca comprovei isso.

    Um abraço.

    PS: Esse negócio de ficar vendo chocolate belga (no seu Blog)pela tela do computador acaba com qualquer um…

    Responder

  3. Hugo says:

    Rodrigo, sempre programo minhas viagens com antecedência, até porque curto muito os preparativos e aquela ansiedade típica que antecede nossa ida.

    Nesses casos, no Brasil, sempre entrei em contato com os hotéis pessoalmente (não são hotéis de grandes redes) e negociei um preço melhor ou um up-grade, oferecendo em troca o pagamento antecipado.

    Só para você ter uma idéia, em Dezembro passado reservei 3 diárias para o mês de junho no Parador Casa da Montanha no RS e paguei R$1.300,00. Hoje a tarifa da internet é de R$1.750,00, e as chances de negociação bem menores porque junho está bem mais próximo.

    Responder

  4. Veudacy says:

    Gostaria da sua opinião quanto ao aluguel de apartamentos temporários. Planejo viajar para Buenos aires em outubro. Encontrei algumas recomendações positivas sobre o site http://www.bytargentina.com, onde há apartamentos para 05 pessoas, 07 dias, a um custo entre USD 450 a 700, cerca de um quarto do valor de um hotel 3 ou 4 estrelas.

    Responder

  5. Rodrigo Purisch says:

    Veudacy,

    Da uma passado no Viaje na Viagem http://viajeaqui.abril.com.br/indices/conteudo/blog/viaje-na-viagem.shtml do Ricardo Freire e no Filigrana http://majots.wordpress.com/ da Majô que vôce via achar mais informações. O pessoal tem aprovado o serviço.

    Um abraço

    Responder

  6. helga says:

    Nao estou conseguindo cancelar a reserva no site venere.com
    Voce tem alguma dica, a reserva era possivel porem eles solicitam quando vcclica reservation, o login e senha que nao me forneceram, tb na possibilidade de esqueceu sua senha, nao enviam resposta ao e-mail. Agradeco

    Responder

  7. ana paula says:

    como faço para compra passagem de pessoas desistente ,para me?

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Não é possível! Passagens são pessoais e intransferíveis. A pessoa pode pedir seu reembolso se a tarifa permitir mas não passar para outro passageiro.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.