Como Planejar e Comprar Sua Viagem Pela Internet: 2 Definindo Quando ou Onde

2 de February de 2007 | Por | 2 Comentários More
Uma viagem envolve três perguntas básicas a serem respondidas: Aonde quero ir? Quando posso ir? Quanto posso pagar ou quero gastar?

Essa última pergunta, muitas vezes, impõem limitações insuperáveis, mas excluindo-se as passagens aéreas, que geralmente tem uma variação mais restrita de preços, os hotéis, os meios de deslocamento e as refeições podem ser ajustadas à capacidade do viajante. Pode-se ficar em hotéis de primeira classe, deslocar-se de táxis e comer sempre em restaurantes ou no oposto, escolher albergues ou hotéis fora do centro turístico, deslocar-se usando transporte público e comer em pequenos restaurantes locais, onde a população menos abastada come, ou mesmo apelar aos supermercados em último caso. O que importa é realizar seu sonho de conhecer aquele lugar. Quem sabe na próxima, você possa aumentar um pouco mais seu padrão de viagem?

Quanto às outras perguntas você deverá escolher uma delas para responder primeiro de acordo com suas disponibilidades.

Se você tem a facilidade de escolher a data de suas férias, então será mais fácil iniciar pela definição de destinos. Caso suas férias sejam em datas pré-definidas, então a escolha de destinos dependerá em muito dessas datas.

A não ser que você deseja muito viajar exclusivamente para um determinado destino, prefiro sempre iniciar o planejamento pela definição das datas prováveis da viagem. Por que? Dessa forma posso escolher períodos de baixa estação de turismo onde as opções de vôos, hotéis, promoções são maiores e meus passeios pelas atrações turísticas não serão limitados pelas hordas de turistas.

Engana-se quem confunde baixa estação com tempo ruim e viagem desagradável em prol de economia. Dentro da baixa estação, notadamente em seus extremos, as condições climáticas poderão ser semelhantes ou até melhores que durante a alta estação. Por exemplo, final de agosto e início de setembro na Europa pode lhe proporcionar um tempo ainda quente, céu claro e um calor suportável ao contrário do calor de esturricar da alta estação européia. Maio e início de junho no Japão ocorre o mesmo. Definição de alta estação depende dos períodos de férias escolares nos diversos países. Não quer dizer que acabadas as férias nos EUA ou Europa que o tempo piorará automaticamente… Em países situados próximo ao equador, a definição de alta estação depende das férias escolares locais, mas muitas vezes, das estações do ano nos países emissores de grande número de turistas. Esse é o caso do Caribe, onde a alta estação está ligada ao inverno no hemisfério norte.

Temos então três situações:

a) Definida a época do ano da sua viagem, vamos definir o destino.

Faça uma lista dos destinos que você gostaria de visitar, tentando, se possível, colocar algumas opções com localização próxima e outras opções em regiões distintas do globo.

Com esta pré-seleção, vamos nos informar sobre cada destino tendo ênfase sobre o clima nesses locais no período escolhido (temperaturas e chuvas médias), feriados regionais e se é alta ou baixa estação turística naquela região nas datas escolhidas.

Boas fontes de informação são os sites de guias de turismo que possuem uma série de informações disponíveis on-line. Gosto muito do Frommers e do Lonely Planet. Úteis ainda são os sites sobre tempo, como o ClimaTempo e Weather Channel, esse último traz históricos das temperaturas e chuvas ao redor do ano.

Após a análise desses dados é possível reduzir um pouco as opções.

Reduzidas as opções, é interessante fazer um orçamento grosseiro para cada destino. Vá a um consolidador (Decolar, Travelocity, Kayak, etc) e simule uma passagem aérea para as datas escolhidas dando preferência aos consolidadores que permitam uma certa flexibilidade de datas (mais ou menos 3 dias). Anote o valor em uma planilha.

Faça o mesmo com os hotéis, tendo o cuidado de escolher um hotel cuja classe seja compatível com seu estilo de viagem.

Caso seja necessário, faça cotações de passes de trem, aluguel de carros ou vôos regionais para deslocamentos curtos.

Grosseiramente, calcule o mesmo do gasto com estadia ou 1.5x para despesas com alimentação (cuidado esse gasto varia muito de acordo com as escolhas locais).

Por fim, não esqueça de cotar o preço do seguro de saúde de viagem e os gastos com obtenção e emissão de visto de turismo, caso necessário. Vale ainda uma visita a um site de cotações de moedas, para ter uma idéia de onde o Real vale mais.

Feito isso, você pode definir o destino desejado. Atente que preço não é tudo e que um prazer vale muito mais que uma pequena economia. Mas esse orçamento grosseiro permite a escolha de um destino compatível com sua capacidade financeira.

B) Partindo da escolha de destinos

Caso você queira especificamente determinado(s) destino(s), mas tem a possibilidade de escolher a data de sua viagem, então vale a pena informa-se sobre o(s) destino(s) tendo ênfase sobre o clima nesse(s) locai(s) (temperaturas e chuvas médias), feriados regionais e quando é a alta ou baixa estação turística naquele(s) local(is) usando as fontes citadas acima.

Você pode fazer simulações de vôos em consolidadores/agregadores que permitam grande disponibilidade de datas (por exemplo Zuji, Kayak ou FareCompare) para determinar com um pouco mais de chance de certo a data mais favorável para sua viagem. Tenha em mente que cerca de 4 meses, em média, antes da data desejada iniciam-se as promoções aéreas. Feito isso determine o período mais adequado para sua viagem e faça um orçamento preliminar para ter uma idéia dos gastos.

c) Partindo de destinos e datas pré-selecionadas

Caso você não possa escolher a data da viagem e já tenha determinado um destino, então faça o orçamento preliminar para ter certeza que o custo é compatível com seus recursos disponíveis e se o custo/benefício lhe é atraente.

Seria prudente mesmo assim, informa-se sobre os destinos tendo ênfase sobre o clima nesses locais (temperaturas e chuvas médias), feriados regionais e quando é a alta ou baixa estação turística naqueles locais usando as fontes citadas acima. Essas informações têm influência no planejamento da sua viagem. Períodos de Alta estação ou feriados podem demandar um planejamento com mais antecedência visando assegurar preços mais baixos ou mesmo assegurar vagas nessas datas em vôos e disponibilidade de trens, ônibus e hotéis desejados.

Todos sites citados nesse texto tem links na aba Links Úteis no topo do blog.

Category: Planejar e Comprar

Comentários (2)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. MURILLO ANTUNES says:

    PARABÉNS PELAS DICAS.
    MUITO ÚTEIS, APESAR DE SINTÉTICAS.
    OBRIGADO PELAS MESMAS.
    MURILLO

    Responder

  2. Rodrigo Purisch says:

    Murillo,

    Obrigado pelos elogios. Olha que me esforço para ser sintético. Textos muito longos para serem lidos na internet costuman não cumprir o objetivo. O leitor acaba deixando-o no meio.

    Um abraço e volte sempre

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.