Como Procurar Por uma Tarifa Específica ou Por uma Classe de Reserva Específica no ITA

20 de February de 2011 | Por | 55 Comentários More

Quem acompanha este site, já sabe que o ITA (aqui falo um pouco sobre ele) é minha ferramenta de busca preferida há anos.

Depois que se acostuma com ele, o próximo passo é aprender um pouco da linguagem dele para fazer buscas mais específicas.

Muitas vezes falo aqui de uma tarifa promocional e dou uma série de letras/números que representam a tarifa (cada tarifa tem um preço e está associada a um conjunto de regras). Faço isso a fim de facilitar a vida dos mais experientes na busca daquela tarifa ou para facilitar a vida do seu agente de viagens que tem a obrigação de saber como encontrá-la. Se ele não sabe, procure outro agente para emitir suas passagens.

Em algumas promoções do tipo 2X1 ou quando é necessário comprar determinadas classes tarifárias para poder fazer um upgrade, é interessante fazer uma busca específica por uma classe tarifária específica. Normalmente, a primeira letra do grande código que dá nome a tarifa representa a classe de reserva (classe tarifária) da daquela tarifa.

Atenção

Antes de ensinar como pesquisar uma tarifa específica, vale a pena alertar que quando se procura por uma tarifa assim, o sistema ignora todas as demais tarifas (mesmo que levemente mais caras ou mesmo mais baratas). O efeito colateral é que se tiver disponibilidade da tarifa apenas no trecho de ida ou apenas no de volta, o sistema retornará que não existe aquela tarifa nos pares de dias escolhidos (não encontrou na ida e na volta ao mesmo tempo).

Devemos lembrar que pode ser possível construir algumas passagem associando uma ida numa tarifa e uma volta em uma outra tarifa (algumas vezes levemente superior), ou vice-versa, pagando-se 50% de cada uma. (isso depende das regras das tarifas). Assim, recomendo que se faça um busca mais ampla primeiro e depois uma busca mais específica pela tarifa mais baixa.

Busca Por Tarifa Específica

Agora vou explicar como fazer uma busca por uma tarifa específica, o que pode facilitar sua vida na verificação de disponibilidade da mesma nas datas em que te interessa voar. Isso vai facilitar a vida também de muita gente que procura ou que fala de promoção de passagens, mas não domina a busca de tarifas fora de máquinas virtuais de busca de grandes agências on-line.

Vamos usar a  interface nova do ITA:

Para efeito de exemplo, vamos buscar então uma suposta tarifa EKFR6M (classe de reserva E) na Singapore:

Primeiro, clique em “Advanced routing codes” na página principal do motor de busca

Após clicar no link, vão aparecer duas linhas extras, onde os códigos serão digitados

Nas linhas que vão aparecer abaixo do campo “From” (onde coloca-se o aeroporto de onde se parte) e na linha abaixo do campo “Destination” (onde coloca-se o aeroporto aonde se quer ir) digita-se:

/ F código cia aérea..código tarifa

No nosso exemplo seria:   /F SQ..EKFR6M, onde SQ = Singapore e EKFR6M é o código da tarifa

Ao clicar em search depois de ter selecionado um intervalo de datas, só aparecerão os dias onde essa tarifa está disponível para venda tanto no trecho de ida como de volta.

Busca Por Classe de Reserva Específica

Para fazer a busca por uma classe de reserva específica, você terá que usar o seguinte comando nos mesmos locais onde se coloca os routing codes:

/F B=letra que representa a classe de reserva

Tendo como base o exemplo acima, seria /F B=E , sendo que E é a classe de reserva da tarifa EKFR6M.

Mas neste caso, a busca será por todas as tarifas com classe de reserva E naquela rota independente da cia aérea. Se quiser fechar mais ainda a busca por uma classe de reserva de uma cia aérea específica preencha os campos com:

Código cia aérea+ /F B=letra que representa a classe de reserva

No nosso exemplo seria  SQ+ /F B=E

Se quiser fazer uma busca por mais de um classe de reserva ao mesmo tempo é só adicionar |B=letra que representa a classe de reserva ao final do código. No nosso exemplo seria SQ+/F B=E|B=L , quando faríamos a busca pelas tarifas de classe de reserva E e L nas datas selecionadas.

Toda vez que se aumenta a especificidade da sua busca, reduz-se sua sensibilidade. Toda vez que você limita a sua busca a uma cia aérea ou a uma tarifa ou a classes de reservas específicas, você enxerga cada vez mais o que procura, mas deixa de ver outras tarifas que poderiam ser até mais baratas. Assim use esses códigos quanto quiser realmente limitar o universo no qual quer pesquisar.

Dica: Para encontrar os códigos IATA das cias aéreas pesquise aqui.

Tags: , ,

Category: Consumidor, Planejar e Comprar, Programas de Fidelidade Aérea

Comentários (55)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Clara says:

    Obrigada, Rodrigo. Vou dar uma olhada lá.

    Responder

  2. Miner says:

    Para encontrar os preços “reais” para trechos brasileiros no ITA, deve-se mudar o local de compras para uma cidade nos USA. O preço, então, vai vir em dólares, mas será o preço “real”, que apareceria no site das empresas, é só converter pra R$.

    A razão disso é que as empresas brasileiras publicam nos GDS as tarifas com restrições a vendas p/ brasileiros (para que os brasileiros comprem diretamente com a companhia).

    De qualquer maneira, pra procurar trechos domésticos, eu prefiro usar o Decolar.com ou o ViajaNet mesmo, pois pelo ITA acaba dando muito trabalho e só aparece Gol e TAM.

    Responder

  3. Clara, obrigado pelo depoimento.

    Eu me preocupo e muito com o configuração da aeronave, tenho 1,85 m de altura e 100 kgs, além disso tenho problema de circulação. Ou seja, estou sempre a procura do conforto. hehe

    😉

    abraço!

    Responder

  4. Renata says:

    Rodrigo, quando compro apenas uma passagem com minha agente de viagens, pago mais caro do que se comprasse pelo site da empresa aérea?
    Obrigada!

    Responder

  5. Eduardo Galvão says:

    Fui duas vezes de CNF para MIA via AA, a última semana passada, pagando a barganha de R$ 1.140 ida e volta com taxas. Nas duas ocasiões, hiper-pontual, saiu no horário, chegou pontualmente às 04:45 em Miami.

    O avião não é lá grandes coisas, o atendimento normal, a comida até que me surpreendeu. Mas, como paguei barato, o que importa é que cheguei bem e a tempo de pegar as conexões!

    Abraços.

    Responder

  6. Guilherme says:

    Embora bastante esclarecedor (eu realmente nunca tinha entendido as classes de tarifas aéreas, e sempre me perguntava como eles conseguiam achar quando que tem assentos disponíveis para aquela tarifa mais barata), na ferramenta ITA não consegui consultar nenhuma vez com os códigos sugeridos. Tanto para achar uma tarifa específica, quanto para achar uma Classe de reserva.
    Sempre dá “The search failed with QPX Warning. Bad route specification”
    Mas valeu pela dica

    Responder

  7. jose carlos says:

    O site é bem complicado para pesquisar, salvo se miha capacidade mental nao for das melhores.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Tudo que é novo tende a parecer mais complicado. Com o uso fica simples e você descobre como procurar o que necessita.

    Responder

  8. Miner says:

    Rodrigo, acredito que a busca por classe tarifária parou de funcionar no ITA.

    Tentando uma busca com “CM+ /F B=L”, por exemplo, vem a mensagem de erro “The search failed with QPX Warning. Illegal faring spec: missing Boolean connective”.

    Uma pena.

    Responder

    Miner respondeu:

    Dica e sugestão de correção do post original.
    Como eu havia escrito, não funcionava mais a busca por classe tarifária.

    Enviei uma mensagem para a empresa e me responderam que houve uma pequena mudança e agora deveria ter um C na frente do B, me dodo que a busca agora seria: “CM+ /F BC=L”

    Responder

  9. Oliver says:

    Fofo, como procuro no ITA tarifas baixas para cwb/mco/cwb partindo 17/12/2011 e retornando 07/01/2012?

    Abraço e muito obrigado.

    Responder

  10. Oliver says:

    Pessoal, alguém aí já teve problemas com a Vayama.com ??
    O preço está bom demais pra ser verdade.

    Responder

  11. RICARDO COOPER says:

    PARABENS RODRIGO VC ENSINA EXCELENTES MACETES QUE VIABILIZAM VIAJAR MAIS.POR FAVOR ME ORIENTE COMO PROCEDER PARA PODER COMPRAR UMA PASSAGEM ENCONTRADA NO ITA. ACHO QUE ISSO VAI SERVIR PARA MUITOS OUTROS NOVOS SEGUIDORES DO SEU BLOG. OBRIGADO

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Ricardo,

    Vovê pode tentar os mesmos vôos no site da cia aérea. Algumas passagens cotadas pelo Ita não conseguem ser simuladas em alguns sites. Ai você deve copiar os códigos que aparecem ao pedir descrição completa das tarifas e entregar a um agente que tem acesso a um GDS. Ele na maioria das vezes consegue emitir a passagem.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.