Análises e Dicas Para Melhorar Sua Vida Financeira e de Quebra Economizar uns Trocados Para Viajar Mais

5 de June de 2011 | Por | 10 Comentários More

Para sobreviver e ainda continuar fazendo o que gostamos, todo brasileiro acaba tendo que entender um pouco mais de economia, impostos e juros do que muitos de nós gostaríamos. A mágica de dobrar patrimônio em pouco tempo é restrita a alguns “especialistas” que ajudamos a pagar com nossos impostos…

Com o aumento do IOF cobrado em compras internacionais em cartões de crédito não foi diferente. Tivemos que sair atrás de conceitos que muitas vezes não fazem parte do nosso dia a dia para poder entender o que aconteceu e como poderíamos escapar legalmente desse abuso. Outro tema que gerou um grande número de comentários aqui no Aquela Passagem foram as mudanças nas regras de alguns cartões de créditos.

Mas a coisa fica mais fácil de entender quando se tem alguns especialistas trabalhando para te explicar melhor as coisas. Abaixo indico alguns textos que podem te ajudar a clarear mais ainda as idéias e tomar suas decisões futuras.

Qual a Cotação do dólar usada pelo seu cartão de crédito?

Essa foi uma pergunta que fiz aqui no blog/site em julho de 2009. As respostas dos leitores na caixa de comentários davam uma idéia de que algo relevante acontecia. Infelizmente, não levei a frente uma pesquisa mais elaborada sobre o tema. Mas o Guilherme, o Hotmar, do Valores Reais conseguiu fazer uma pesquisa que avaliou o custo de um saque internacional na função débito (opção ao uso do cartão de crédito no exterior) levando em conta a tarifa e cotação do dólar usado pelo Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander.

Na  mesma linha, o Fernando do Bankreview fez um comparativo da cotação do dólar usada no Itaú, Banco do Brasil, HSBC, Santander, Caixa Econômica Federal e Bradesco

Ambos os textos que valem a pena serem lidos! Quem sabe um dia sai uma outra envolvendo as cotações de cartões como o Amex e Diners/Credicard?

A cotação do dólar usada pelo cartão de crédito tanto para conversão de compras no exterior como para cálculo de pontos/milhas em programas de fidelidade deve ser mais uma variável a ser levada em conta ao escolher seu cartão de crédito!

Falando em cartões, no Valores Reais encontramos outro texto interessante comentando as mudanças de regras em alguns cartões de crédito de bancos como Banco do Brasil, Santander e HSBC, principalmente relacionadas ao pague contas e cobrança de taxas para uso ou transferência de pontos/milhas para programas de fidelidade de outras empresas.

Anuidade de cartão de crédito não é algo bom de pagar. O Guilherme tem outro texto com 7 estratégias para não pagar a sua.

Como abrir uma conta corrente no exterior?

Para quem é correntista do HSBC parece ser um processo mais simples que parece inicialmente. O Fernando fez um tutorial completo de como ele fez para abrir a sua. Ele conseguiu ainda emitir um cartão de crédito e uma conta poupança. Tudo legalmente, desde que a conta seja declarada no seu imposto de renda.

Ele viu nessa estratégia uma forma de reduzir o impacto do aumento do IOF em compras no cartão de crédito no exterior. Um conjunto de textos que merecem serem lidos para se ter idéia se uso dessa estratégia se encaixa no seu perfil de consumo.

Tags: , , , , , , ,

Category: Cartões de Crédito

Comentários (10)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Guilherme says:

    Rodrigo!

    Nem tenho palavras para agradecer a honrosa menção aos textos publicados lá no Valores Reais! Já tenho uma admiração muito grande pelo seu trabalho, e essa admiração aumenta ainda mais quando você faz referências a textos de outros blogs, como os do meu e o do Fernando Rosa.

    Essa é uma das qualidades que fazem de você e do Aquela Passagem um referencial absolutamente ímpar na blogosfera brasileira. Seu desprendimento, humildade e visão de conjunto tornam esse espaço muito agradável para o debate de ideias relacionadas a viagens, com um enfoque de independência, o que é muito bem-vindo!

    Aproveito para agradecer publicamente a honra que me concedeu de ser o autor da série sobre cartões de crédito aqui no blog Aquela Passagem. A discussão sobre cartões de crédito acabou gerando seus “filhotes”, como o BankReview, o Falando de Viagem, e também – por quê não!? – o Valores Reais! Afinal, lazer e finanças pessoais são temas que se entrelaçam e apresentam mútuas e recíprocas influências, dentro do contexto de uma vida mais sadia e mais feliz, que é afinal de contas, o que todos nós desejamos.

    Obrigado!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    Responder

    Fernando - Bankreview respondeu:

    Faço minhas as palavras do Guilherme! Não é por acaso que o AquelaPassagem se tornou a referência que é hoje sobre viagens áreas na mídia nacional. Eu não me canso de recomendá-lo aos meus conhecidos com interesse no assunto. A postura editorial do Rodrigo resulta na sempre certeza de um conteúdo de qualidade tanto nos posts quanto nas discussões nos comentários! Como o Guilherme bem comentou, somente as discussões que alguns posts no AP geram são materiais suficientes para muitos outros blogs. Aprendi muito e continuo aprendendo bastante seguindo os posts do AP e agora do ValoresReais também. Abcs!

    Responder

  2. Juliano says:

    Quando fui pagar uma conta hoje no meu Itaucard, observei que agora está sendo cobrado IOF e a taxa aparece como “a.m.”. Será que o pró-rata voltou? Podemos pagar uma conta e fazer o pagamento avulso no valor da conta para pagar os juros só do período?

    Responder

    Fernando - Bankreview respondeu:

    Juliano, estamos todos curiosos nesse sentido também. Como o Rodrigo comentou no tópico do Itaucard Personnalité Platinum (http://www.aquelapassagem.com.br/itau-personnalite-platinum/) o Itaú tem se mostrado muito pouco eficiente na divulgação das alterações aos seus clientes, tendo levado quase 1 mês para descobrirmos o fim do pagamento pró-rata.

    Acho pouco provável que volta ao sistema antigo sem alguma mudança, mas vamos ter que esperar pra ver.

    Responder

    wanderson flávio respondeu:

    Sim. Constatei que houve essa alteração quando fui pagar uma título bancário. Como tenho dois cartões de crédito do Itaú, fiz simulações para cada um deles, com datas de vencimento da fatura distintas. O pró-rata voltou e com a cobrança do IOF. Inclusive eles não informam mais os 1,99% como TARIFA sobre o valor, mas como TAXA (de 1,99 a.m.). Também está na página de confirmação do pagamento o Custo Efetivo Total, que representa a soma dos custos cobrados na contratação de um empréstimo ou financiamento.

    Responder

    Márcio respondeu:

    Wanderson, se voltou, muitos milheiros como eu vamos comemorar! rsrs A maneira BARATÍSSIMA de se acumular dezenas ou centenas de milhares de milhas!
    Mas ainda estou com um pé atrás, dá prejuízo para o Itaú aceitar este pagamento pró-rata e dar milhas integrais…
    Quando a esmola é muita o santo desconfia. Vou aguardar mais alguns dias antes de tirar o mofo do meu Itaucard.
    Juliano, Fernando, Wanderson: por favor, se houver maiores informações sobre isso, postem aqui. Ainda estou ressabiado com tanta “bondade” do Itaú.
    Abraço a todos!

    Dan3456 respondeu:

    Olá, gostaria de entender como funciona esse sistema pro-rata do cartao de credito pra fazer jus a esse “beneficio”, alguém poderia me explicar por gentileza? obrigado.

  3. wanderson flávio says:

    Segue as informações gerais sobre pagamento feito com cartão de crédito do Itaú:

    Dados da forma de pagamento:
    Titular: XXXXXXXXX X XXXXX
    Cartão: CARTAO ITAU MULT GOL final XXXX
    Vencimento da Próxima Fatura: 15/07/2011
    Taxa de juros pró rata: 1,99%a.m. 24,22% a.a.
    Valor do IOF: R$ 0,23
    Total estimado a ser debitado na fatura: R$ 38,98
    Prazo do contrato em dias corridos: 30
    Custo efetivo total: 2,58%a.m 36,31%a.a

    Quanto ao acúmulo de pontos não tenho informação ainda.

    Responder

  4. Beto says:

    Excelentes dicas.

    Vou analisar,

    Absss

    Beto B.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.