Destino Europa: Boas Tarifas para Voar na Econômica em Várias Cias Aéreas

8 de March de 2012 | Por | 17 Comentários More

Se você está pensando em voar para a Europa, várias cias aéreas estão com tarifas muito boas e competitivas. Com essa grande oferta de passagens promocionais, cabe a você consumidor prestigiar a cia que oferece o melhor serviço na sua opinião e que apresenta uma tarifa cujas regras são mais favoráveis a você. Os valores abaixo não incluem as taxas.

A Tap está com tarifas partindo do Rio de Janeiro (aonde ela trava um briga com a Iberia) com direção a diversas cidades na Europa  (fora as portuguesas) a partir de 738 USD (SPROMOBR). Já partindo de outros capitais brasileiras atendidas pela Tap, as passagens estão a partir de 798 USD (SPROMOBR).  Válida para partidas até 28 de março ou de 02 de abril a 16 de junho de 2012 e compras até 31 de março de 2012. Permite um stopover em Lisboa ou Porto sem custo (fora as taxas). Mínimo de 7 dias e máximo de 3 meses no destino. Multas de 220 USD no caso de cancelamento e 150 USD em caso de alteração.

A KLM está com tarifas partindo do Rio de Janeiro ou São Paulo a partir de 769 USD (RPRBR) com destino a Londres, Frankfurt, Lisboa, Roma, Veneza, Paris, Madri, Barcelona e Milão, entre outras cidades européias.  A tarifa é  válida para voar até 16 de junho de 2012 e compras até 31 de março. Minimo de 7 dias e máximo de 3 meses no destino. Stopover permitido em Amsterdã ou Paris ao custo de 75 USD. Multa de 200 USD em caso de cancelamento e 100 USD em caso de alteração. Não reembolsável após partida e no show.

A Lufthansa tem tarifas para vários destinos na Europa partindo de São Paulo ou Rio de Janeiro a partir de 649 USD envolvendo vôos que partem em abril com possibilidade de retorno até 30 de julho de 2012 e compras até 12 de março (leia mais aqui). Existem ainda outras tarifas a partir de 789 USD (KRCPBR) para vários destinos europeus (dentre eles estão Berlim, Paris, Hanover, Roma, Lisboa, Londres, Viena, Barcelona, Madri e Praga). Pagando a partir de 839 USD consegue-se chegar na Escandinávia, Atenas e Budapeste. Já se o o destino for Frankfurt ou Munique, as tarifas estão a partir de 809 USD.  Válida para partidas até 30 de abril de 2012 e compras até 31 de março de 2012. Não permite stopover. Mínimo de 6 dias e máximo de 3 meses no destino. Multas de  120 USD no caso de cancelamento ou  alteração.

A Swiss tem tarifas a partir de 798 USD (KPROMO1BR) para vários destinos europeus (dentre eles estão Barcelona, Madri, Lisboa, Paris. Válida para partidas até 30 de abril de 2012 e compras até 31 de março de 2012. Não permite stopover. Mínimo de 6 dias e máximo de 3 meses no destino. Multas de  100 USD no caso de cancelamento ou  alteração.

A Tam tem tarifas a partir de 699 USD (NFRIO) para Frankfurt.  Se o destino for Londres , as tarifas estão a partir de 798 US (NTUKRIO).Válidas para viagens completas até 30 de junho de 2012 e compras até 31 de março de 2012.  Mínimo de 3 dias e máximo de 3 meses no destino. Multas de  200 USD no caso de cancelamento e de 125 no caso de alteração. Tarifa não reembolsável em caso de no show.

A Air China tem  tarifas a partir de 760 USD (VPX3MBR) para Madri. Válida para partidas até 30 de junho de 2012. Mínimo de 5 dias e máximo de 3 meses no destino. Multas de 300 USD no caso de cancelamento ou reembolso e 100 USD em caso de alteração.

A Alitalia tem tarifas a partir de 739 USD (OPRBR) com destino a várias cidades no continente europeu, dentre elas estão Madri, Londres, Válida para partidas até 16 de junho de 2012 e compras até 31 de março de 2012. Permite um stopover em Roma grátis (paga-se as taxas) na ida e na volta. Mínimo de 6 dias e máximo de 2 meses no destino. Multas de  200 USD no caso de cancelamento ou reembolso (não é reembolsável após a partida) e 150 USD em caso de alteração.

Além dessas tarifas, a Singapore tem uma tarifa especial para voar em março de 2012.

Tags: , , , , , , , ,

Category: Alemanha, Com Destino a Europa, De Passagens Aéreas, Espanha, França, Grécia, Itália, Leste Europeu, Portugal, Promoção, Reino Unido/Inglaterra

Comentários (17)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. André says:

    Rodrigo, boa tarde.

    Quando vc seleciona as promoções para postar no seu blog, elas são válidas para tarifa one-way também? Pretendo fazer uma viagem rodando o mundo, assim, preciso me programar com esse tipo de tarifas…

    Obrigado e abraço!

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Não. As tarifas one way internacionais nas cias tradicionais muitas vezes custam de 80 a 90% de um round trip e as opções são menores ainda.

    Existem poucas opções de tarifas round the world sem usar uma tarifa de aliança. As opções não partem do do Brasil.

    Uma opção é a rota Londres/Hong Kong/Auckland/Los Angeles/Londres na Air New Zeland.

    De londres, Hong Kong e Los Angeles você consegue rodar com cias low cost pagando one way, mas vai ter que voltar a essa base na hora de mudar de continente.
    A Singapore Airlines mais a Virgin também tinham uma tarifa conjunta.

    Responder

    André respondeu:

    Obrigado pela resposta Rodrigo. A rota que pretendo fazer é Atenas – Istambul – Delhi – Katmandu – Bankcok – Bali – Sidney – e talvez LA.

    Estou pensando em usar milhas para uma one-way para a Europa e seguir com cias de low-cost para esses destinos. Depois em Sidney acho que nao consigo usar fidelidade. Uma opção seria ir a LA e usar o pontos de fidelidade p voltar ao Brasil.

    Acha viável?

    Obrigado!

    Responder

    José Oliveira respondeu:

    IST-KTM sugiro a FlyDubai. Verifica a necessidade de visto de trânsito em DXB. Se nao me engano, Oceania-América do Norte, pela TAM (Star Alliance) sao 30k.

  2. Guilherme says:

    Esses valores promocionais praticados por quase todas as grandes empresas aéreas que fazem viagens até os EUA e a Europa são uma prova eloquente – eu diria até *BASTANTE* eloquente – de que nem sempre vale a pena ficar acumulando milhas e mais milhas, na esperança de um dia poder trocá-las por passagens para o destino ao exterior.

    Um bloco de 10 mil milhas, utilizando uma estratégia bem refinada de pagamento de contas nos cartões do BB, tem custado, em média, de R$ 130 a R$ 170, com cartões que pontuam 2:1 (Infinite/Black) ou 1,5:1 (Platinum/Amex).

    Pois bem. Uma passagem ida-e-volta para a Europa precisa de, no mínimo, de 70 a 80 mil milhas, o que daria em torno de R$ 1.100 a R$ 1.500, no sistema de pagamento de contas de boletos nos cartões BB (sem contar o valor das taxas de embarque, que precisam ser pagas em dinheiro em qualquer caso, seja no pagamento em dinheiro, seja no pagamento em pontos).

    Só que os problemas, aqui, são: 1º) a disponibilidade de resgate de pontos por bilhetes-prêmio para o exterior costuma ser reduzidíssima (vide o inFidelidade TAM, que tem exigido de 100k a 240k, e o Smiles, onde o cliente tem que ter muuuuita paciência no call center e contar com a boa vontade dos atendentes); e 2º) pelo mesmo preço do pagamento de contas, consegue-se uma passagem promocional dessas que estão sendo anunciadas, MAAAAASSSS…..com a dupla vantagem de (i) ter uma amplíssima disponibilidade de assentos; e (ii) em muitos casos, permitir a pontuação cheia no programa de fidelidade, o que, no caso da TAM, por exemplo, faz o cliente ganhar de 10 a 12 mil milhas, dependendo do roteiro (América do Norte e Europa, respectivamente), o que significa, numa viagem ida-e-volta para a Europa (12k), upgrade automático para a categoria Azul (ou Silver da Star Alliance), com franquia adicional de 10kg de bagagem durante um ano para todos os demais voos operados pela TAM/membros da Star Alliance (isso por enquanto, pois me parece que em breve a TAM irá migrar para a One World, que é a aliança a qual pertence a LAN, empresa que compr… quero dizer, fez a fusão, com a TAM).

    E isso sem contar que as milhas ganhas por voos são as milhas mais qualificadas possíveis, pois são as do tipo que permitem upgrade de categoria no programa de milhagens (milhas adquiridas com cartão não valem para upgrade de status, valem apenas para troca por passagens-premio). Vale também destacar que o upgrade de categoria permite também ganhar mais milhas no futuro por cada trecho voado com bilhete pago em dinheiro, o que significa uma aceleração no acúmulo de milhas na conta do programa de milhagens da empresa aérea.

    Isso sem contar, é claro, que essas milhas ganhas por voos comprados com dinheiro permitem um resgate de 1 bilhete-prêmio de ida OU volta na tarifa “de balcão” (10k pontos), ou 1 bilhete-prêmio de ida MAIS volta em eventuais trechos promocionais de 5k pontos, o que pode significar, dependendo do valor do trecho que se vai resgatar, uma economia de até R$ 1.000 *só* com essas passagens compradas com dinheiro (e isso sem contar com as milhas ganhas no programa do cartão de crédito em que foram debitados os custos das passagens, o que pode significar umas mil milhas a mais no programa do cartão).

    Ou seja, a tarifa econômica promocional pode até “se pagar” se as milhas acumuladas por viagens ao exterior (EUA/Europa) forem bem utilizadas posteriormente, por ocasião dos resgates de futuras passagens-prêmio.

    E isso sem contar, evidentemente, com eventual upgrade de status (de Branco para Azul ou Siver, ou de Silver para Gold, se o cliente já é Silver etc.), o que significa mais economia ainda caso o passageiro vá aproveitar o benefício da franquia extra de bagagem.

    Mas é preciso prestar muita atenção nas regras de compras dessas tarifas promocionais, pois algumas empresas aéreas *não* estão oferecendo a possibilidade de pontuação no programa de milhagem. Daí a importância do alerta que o Rodrigo sempre nos oferece: “preste bastante atenção nas regras de compras dessas tarifas promocionais”.

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    Responder

    ana respondeu:

    guilherme, para fugir das atendentes do call center da smiles é só emitir a passagem pelo site. emiti uma sem maiores dificuldades para o rio (moro no sul) na páscoa. aproveitei uma promoção de milhas reduzidas e ainda parcelei a taxa de embarque no cartão de crédito! 🙂 já com a tam a coisa é complicada mesmo.

    Responder

    Guilherme respondeu:

    Olá, Ana, de fato, a emissão de passagens via site Smiles é bem tranquila. Quando eu falei da demora do call center do Smiles, me referi especificamente às emissões de passagens usando as empresas aéreas parceiras, onde a disponibilidade é bastante restrita, e a demora ocorre na proporção inversa – ou seja, enorme…rs

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    Responder

    Nilson respondeu:

    “Comprar” milhas com pagamento de contas, atualmente, não vale à pena mais pra passagens intercontinentais de econômica.

    Mas pra passagens nacionais e América do Sul ainda vale à pena consideravelmente, principalmente considerando promoções de emissão com milhas reduzidas. Não utilizo, mas me parece que pra Business/First para trechos intercontinentais também vale à pena.

    Responder

    Guilherme respondeu:

    Exato, Nilson. Passagens intercontinentais em classes superiores valem a pena, o problema é justamente a disponibilidade, que é bastante reduzida. No final das contas, vale mais a pena comprar uma passagem na classe econômica em dinheiro, e, com o dinheiro que seria gasto em acúmulo de milhas via pagamento de contas no cartão, utilizá-lo de forma bem mais proveitosa na forma de diárias de hotéis, bons restaurantes e boas compras. 🙂

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    Responder

    Nilson respondeu:

    O ponto é que pra quem viaja dentro do Brasil ainda vale bastante à pena. Por exemplo, em Janeiro peguei passagens BH-Maceió por 10mil milhas cada perna… os valores mais baratos, caso fosse pagar em dinheiro, estava por 800 reais cada perna (comprei somente no final de dezembro) e os vôos ainda eram piores.

    Ou seja, efetivamente, meus blocos de 10mil milhas valeram 800 reais. Outros casos que valem à pena é pegar passagens pra Fernando de Noronha pela Gol. Ou então utilizar milhas em promoções nacionais ou pela América do Sul.

    Pra viajar pra Europa, USA, etc, realmente acho que não vale à pena mais.

    Beto respondeu:

    Oi Guilherme,

    Uma verdadeira aula.

    Obrigado e gosto muito das suas aparecidas por aqui.

    Abs.

    Beto B.

    Responder

    Guilherme respondeu:

    Obrigado, Beto!

    É isso aí!
    Um grande abraço, e que Deus os abençoe!

    Responder

  3. Priscila Macena says:

    Boa tarde! Site muito bacana!!!
    Estou querendo saber de um voo da TAP Brasília – Paris, com conexão em Lisboa. O tempo de conexão é muito curto: chega em Lisboa 6:15 para sair para Paris as 7:30. É seguro comprar essa passagem? Tenho medo de não dar tempo passar pela imigração e toda aquela fila peculiar. O que acha?
    Desde já obrigada

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Olha, a Tap é muito otimista nas conexões dela. Se ela mesmo está te oferecendo a conexão em vôo dela Lisboa/Paris, se você perder a conexão eles tem que te colocar em outro vôo.

    Mas para evitar chateação, peça a seu agente montar a passagem usando um vôo para Paris um pouco mais tarde. Você pode ter ficar um tempo parada no aeroporto, mas acho que é melhor que ficar estressado em conseguir fazer essa conexão deles (já tive contato com muitos que acabam perdendo, mas como disse, ela acaba tendo que resolver o problema.)

    Responder

    Beto respondeu:

    Oi Priscila,

    Ja fiz este voo e pode ficar tranquilo que da tempo! A nao ser que aconteca atraso no embarque. A imigracao e rapida e o aeroporto LIS e moderno e tranquilo.
    Como o Rodrigo disse se atrasar eles te colocam no proximo voo, sem stress.

    Abraco

    Beto B.

    Responder

  4. Clara says:

    Consegui um preço muito bom pela TAP, com vôos Rio/Munique, Frankfurt/ Rio, e stopover grátis em Lisboa, além de ser válida por 3 meses, o que não é tão comum. Obrigada Rodrigo por mais uma dica sua que pude aproveitar!

    Responder

  5. silvia m says:

    Estou tentando comprar uma passagem para Italia pela Alitalia usando o site que é bem mais barato que por telefone e não consigo. Alguem sabe me dizer se essa opção é possível durante o fim de semana?

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.