El Al: A Caminho do Brasil

15 de December de 2008 | Por | 9 Comentários More

A israelense El Al planeja iniciar vôos três vezes por semana ligando o Brasil a Israel (São Paulo/Tel-Aviv) a partir de abril de 2009. Ela aguarda a liberação de Slots no aeroporto de Guarulhos (aquele mesmo que um dia falaram que iriam congelar os novos vôos..). São Paulo será o primeiro destino novo da cia aérea em 10 anos.

Israel tem recebido um grande número de turistas interessados no turismo religioso provenientes do Brasil e esse vôos vêm de encontro com essa demanda, além de dar suporte a colônia judaica.

O check in da El Al é um dos mais rigorosos do mundo e esse vôo deve trazer medidas extras de segurança a Guarulhos.

Vôos da Emirates, Korean, ampliação de vôos das cias americanas abordando novos destinos no Brasil e exterior e a promessa da chegada da Turkish e da El Al ao Brasil nos fazem encher de felicidade. Só espero que essa crise mundial e a cotação do dólar não acabe com essa festa que demoramos tanto para sermos convidados…

Obrigado aos leitores Rapha e Fábio pela lembrança da nota!

Tags: ,

Category: Novos Vôos

Comentários (9)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. jorge moraes says:

    Estranho esta notícia de El Al não ter aparecido antes na imprensa , já que abril está logo aí.Do jeito que nossas autoridades são incompetentes, eu não duvido nada eles colocarem obstáculos dizendo que não há slots disponíveis em GRU e que é melhor ela ir operar em Ezeiza. E tome incompetência. Mas é preciso menos euforia, não vamos esquecer que a Air China veio e ficou muito pouco, infelizmente.

    Responder

    Aline Lila respondeu:

    Rodrigo, nao seria Abril de 2009? Esse ano praticamente acabou, rs.

    Jorge, a Air China tambem nao parece ter investido muito nessa rota. Aqui no Japao, onde eles poderiam vender muitas passagens para os Brasileiros, eles so dificultavam a vida dos agentes de viagem (como eu)

    Responder

  2. Ernesto says:

    Rodrigo

    E ontem também foi o dia do primeiro voo da Azul. Aguardo um fly drive de algum leitor do blog!

    Responder

  3. puigllum says:

    Excelente notícia, Rodrigo.

    Desde há muito tempo, tenho vontade de ir a Telavive, agora vejo que esta possibilidade começa a fazer-se mais real.
    Os vôos da El Al, até agora, sempre saíam de Madri. Em várias oportunidades, viajamos com membros da comunidade judia (brasileira e argentina), que saíam do BR para apanhar o vôo na capital espanhola. A partir de abril, esse vai-e-vem tornar-se-á mais fácil.
    Saudações,
    puigllum

    Responder

  4. hotmar says:

    Ótima notícia! 🙂

    Isso facilitará a vida de muitas pessoas que pretendem viajar para Israel, pois tornará as viagens mais rápidas.

    É isto aí!
    Um grande abraço, e que Deus lhes abençoe!

    Responder

  5. Guerreirorio says:

    Pena que a única promoção da Gol saindo do Rio seja para SP.Eu querendo tanto conhecer Belém ou Teresina,fiz umas simulaçoes sai mais caro do que ir para Santiago e parando em Mendoza.
    Será que fiz certo?Desculpe seu a minha pergunta não era para ser aqui,ok?
    Abs.

    Responder

  6. Fernando Boechat says:

    Outra cia que está chegando é Kenya Airways. Vejam matéria da Aerobusiness:

    Richard Nuttall, Diretor Comercial da companhia africana Kenya Airways, anunciou que a partir da metade de 2009 sua companhia voará regularmente entre Nairobi e São Paulo. A empresa está recebendo quatro jatos Boeing B.777 e seis B.767. A Strategic Aviation Planning representa a Keny Airways no Brasil.

    Responder

  7. mcoral says:

    demorou…uma vez que a colonia judaica brasileira viaja muito à Israel
    parabens..como diria os judeus,,,Mazeltov!!(parabens)

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.