Emirates: Bem-Vinda!

22 de September de 2007 | Por | 10 Comentários More

A Chegada da Emirates ao Brasil está cercada de expectativas tanto dos agentes como dos consumidores. Várias são os questionamentos que tenho visto aqui e o Viaje na Viagem sobre a nova rota e as possibilidades de conexão.

Este post parece com uma propaganda paga. Não deixa de ser uma propaganda informativa, mas não foi paga! Eu sou amante dos bons serviços nos ares e todos sabem da minha preferência pela Singapore Airlines, mas não é todo dia que uma cia conhecida pelos seus serviços, concorrente da “minha” Singapore e principalmente vinda do Oriente (tudo bem, Oriente Médio) aposta no Brasil. E por essa razão estou fazendo este post.

Não posso deixar de lembrar que a Emirates recebe algumas críticas também, as quais não a permitiram chegar às 5 estrelas Skytrax, devido a uma certa inconstância nos seus serviços, principalmente por operar uma frota com variadas aeronaves com também variadas configurações. Com isso, o passageiro acostumado aos altos padrões das aeronaves mais recentes pode sentir uma grande diferença ao voar em aeronaves menos recentes. Menos recentes porque a idade média da frota da Emirates é de apenas 5.5 anos (dado da Airfleet). A Emirates claramente privilegia o serviço nas classes mais elevadas (Executiva e Primeira) tendo um serviço acima da média na classe Econômica na maioria dos vôos mas que não chega a figurar entre a nata do mundo nessa classe. Mas o serviço que será oferecido ao Brasil, está entre os mais elevados prestados pela cia aérea. Um cia aérea criada nos Emirados Árabes Unidos em 1985, que nunca cresceu menos de 20% ao ano e apenas deu prejuízo no seu segundo ano de vida.

A rota São Paulo/Dubai vai ser operada um B777-200LR novíssimo e configurado com 8 das famosas suites da Emirates na Primeira Classe, 42 assentos na Executiva e 216 na Econômica. O sistema de entretenimento promete mais de 1000 canais, sistema AVOD, onde você inicia, pausa e continua o programa quando quiser e monitores de 23” na Primeira Classe, 17” na Executiva e 10,6” na Econômica.

Os vôos iniciam-se no dia 01 de outubro e serão seis vôos semanais (exceto as sextas feiras), mas parece que em breve deve vir a sétima freqüência. A Emirates ainda permite conexões em no máximo 5 horas com diversos destinos na África, Ásia e Oriente Médio entre eles, Bangkok, Calcutá, Colombo, Delhi, Hong Kong, Joahanesbugo, Kuala Lampur, Male (Maldivas), Manila, Maurícius, Bombaim, Nagoya, Osaka, Seul, Seychelles, Cingapura e Teerã. Para ter acesso aos horários e freqüências de vôos a partir de São Paulo, clique aqui (PDF!).

A política de bagagem para vôos partindo do Brasil e voando na Econômica permite 1 peça de até 7kg como bagagem de mão e 2 peças de até 32kg com o máximo de 158cm (H+L+P) cada e 273 cm somando-se as duas. Para excesso de peso tem que se contactar diretamente a cia aérea. Cuidado se for fazer conexão com outra cia aérea em Dubai, pois a franquia pode ser menor do que essa no próximo vôo. Não deixe de ler em breve o post sobre a franquia de bagagem nas cias do Oriente, África e Oceania/Pacífico.

A Emirates possui o programa de fidelidade aérea Skywards, ao qual é também afiliada a SriLankan. São parceiros do programa a United, Continental, JAL, Korean e a South African. Leia as regras para acúmulo e uso de milhas nesses parceiros no site. O programa tem 3 níveis, Blue (inicial), Silver e Gold. Somente as milhas voadas na Emirates e na SriLancan valem para progressão de status e a contagem dessas milhas, para efeito de progressão, é feita do dia 01 de janeiro até 31 de dezembro. Para atingir o status Silver, que dá acesso a sala vip de Dubai e de Colombo e uma bonificação de 25% nas milhas voadas (Emirates e SriLankan), é necessário acumular 25 mil milhas e 20 mil para mantê-la. Para o status Gold, é necessário 50 mil milhas e para manter 40 mil milhas e você tem uma maior franquia de bagagem, acesso a todas as salas vip Emirates/SriLankan e bonificação de 50% nas milhas voadas (Emirates e SriLankan). Você recebe o status elite assim que acumular os pontos necessários e o mesmo será válido para o resto do ano em que foi conseguido mais 14 meses. Outro fato peculiar é que o titular do programa pode nomear 8 familiares para que quando esses voarem na Emirates ou SriLankan , 20% das milhas voadas por eles possam ser creditadas na conta do titular. Mas esse familiar não acumula o resto dos pontos na conta dele. Pode ser de utilidade no caso de viajar esporadicamente com algum familiar. Uma boa pedida é usar as milhas para um upgrade (45 mil milhas por trecho do Brasil para Dubai) e descobrir o que de melhor a Emirates tem! O programa permite que se solicite o crédito de milhas voadas até 60 dias antes da inscrição no programa, contanto que você tenha o ticket original, o cartão de embarque, e faça a solicitação dentro de 6 meses do vôo. Uma boa notícia para quem recentemente voou Emirates e esqueceu-se de inscrever-se no programa. O programa permite ainda a compra de milhas (máximo de 25 mil por ano). Validade das milhas é de 3 anos e não pode ser renovada. A tabela de milhas necessárias para emissão de passagens prêmio tem seus altos e baixos, não fugindo muito da média dos programas de fidelidade.

Tarifas: A Emirates está com uma série tarifas promocionais válidas até 01 de novembro, tarifas MINTRBR1 (preços em USD sem as taxas): Dubai por 1192, Cario por 1143, Nova Delhi por 1672, Pequim por 1547, Hong Kong por 1720, Bangkok por 1652, Maldivas por 1718, Maurícius por 1524 e Seychelles por 1524. Se não conseguir essas tarifas, as próximas tarifas para voar até 02 de dezembro saem a partir de (USD sem taxas): Dubai por 1369, Cario por 1159, Nova Delhi por 1858, Pequim por 1679, Hong Kong por 1911, Bangkok por 1835, Maldivas por 1909, Maurícius por 1694 e Seychelles por 1694. Portanto, as tarifas sobem, mas continuam competitivas com as demais cias que operam as mesmas rotas. Mas se você está podendo, então as tarifas para Dubai voando na Primeira Classe saem a partir de 9787 USD e na Executiva por 6180 USD….Se for para ir além dos Emirados Árabes Unidos, o valor varia pouco comparado com o valor para Dubai.

Aeroporto de Dubai tem hoje 50% de seu tráfego mantido pela Emirates.

Passageiros voando na Executiva ou na Primeira Classe têm transfer gratuito, do aeroporto para o hotel e vice-versa, em Dubai em carros com motorista. Esse serviço ainda está disponível em algumas outras cidades atendidas pela Emirates.

Não se esqueça, é necessário um visto para entrar em Dubai e esse pode ser conseguido junto ao seu agente de viagem ou você receberá informações entrando em contato com o escritório da Emirates com pelo menos 7 dias de antecedência do vôo. Falta um 0800 no escritório da Emirates….

Mais dicas sobre Dubai podem ser lidas aqui e na super série de posts imperdíveis sobre Dubai escritas pela Arnaldo Interata no Blog Fatos e Fotos. Depois de lê-los você vai querer fazer uma visita ou mesmo uma paradinha, Stopover, em Dubai durante uma viagem além de Dubai. Olha que se você voar com a Emirates pelo menos um parte da sua viagem, ela está oferecendo pernoites a partir de 69 USD/ noite por pessoa para uma estadia de duas noites. Nesse valor está incluído as taxas, transporte de para o hotel e o visto de 96hs de permanência.

Quer ir mais além? Para uma ilha paradisíaca? Então leia este post do Viaje na Viagem que está recheado de dicas para esses lugares de sonho.

Fotos: Emirates Media Center

Tags: , , , , , ,

Category: Cias Aéreas, Programas de Fidelidade Aérea

Comentários (10)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Jorge Bernardes says:

    Rodrigo, e a AirChina, vai micar com essa concorrência não é mesmo? Eu li outro dia que eles usam um avião super velho. Com a JAL, já não sei porque pelos horários acho que ainda é mais rápido vir ao Brasil via NY do que via Dubai (apesar de não precisar de visto americano).

    Responder

  2. Rodrigo Purisch says:

    Jorge parece que a Air China não usa mesmo um avião de primeira linha no trecho, mas não deve ser pior que os d Varig. Me lebro de ter lido que ela vai trocar esses aviões por alguns melhore. A vantagem da Air China é a conexão em Madri que pode gerar alguns passageiros. Se eles tivessem escolhido Barcelona eles estariam com a faca e o queijo na mão.

    Também acho que para o Japão, via EUA é melhor, sem contar com as inúmeras possibilidades de vôos ligando EUA/Japão. O visto é que pega.

    Ir de Emirates pode significar um serviço quase diário (JAL, 3 vezes por semana do Brasil) sem visto e uma paradinha nos Emirados. O Sudoeste Asiático fica mais próximo com a Emirates. Pena que South African esteja tendo problemas financeiros, pois poderia ser uma terceira força forçando concorrência.

    Quanto aos tempos de vôo, se a cia tiver boas conexões não deve variar muito. cerca de 26hs e 30 minutos (+ ou – 1 hora). Se for para se direto, que seja em um bom avião com um bom serviço. Se não são dois dias perdidos quando se chega.

    Responder

  3. Melissa says:

    Rodrigo, tenho pesquisado cias aéreas para ir para Mumbai (Bombay). Até o momento, realmente a melhor tarifa é daEmirates e tbm o tempo de conexão entre os vôos é tranquilo. Cerca de 2:30hrs. Conexão em Dubai, no entanto, vc sabe se eu tenho que ter o visto para Dubai para fazer conexão por lá? Ou basta o da índia?

    Abraços de outra entusiata da aviação.
    Melissa

    Responder

  4. Rodrigo Purisch says:

    Melissa,

    A informação quie obtive do sistema que as cias aéreas usam é:

    Visa not required if:
    – continuing within 24 hours by same or first connecting
    aircraft to a third country; and
    – holding confirmed onward ticket; and
    – holding documents for next destination;
    – and not leaving the airport transit area.

    Those with transit times longer than 8 hours, up to a max. of
    96 hours, are permitted to leave the transit area by applying
    for a 96 hour transit visa on arrival, which will be under
    guarantee from the airline. Passport must be left with
    Immigration until departure.

    Non-compliance with transit regulations may result in a fine
    of AED 500.- for the carrier.

    As informações no site da Emirates sumiram… Vale a pena confirmar depois coma a Emirates. De qualquer forma o visto para Dubai parece ser coisa simples.

    Um abraço e volte sempre.

    Responder

  5. alessandra says:

    Ola.
    Gostaria de ir p india e aproveitar e passar 3 a 4 dias em dubai. como pode ser feito.
    Qual a época mais barata, e é possivel parar e depois continuar.
    Aguardo retorno

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Alessandra,

    Isso se chama Stopover (parada intermediária) e normalmente é permitido no vôos que fazem conexão em Dubai. Fça uma busca flexível no (month long search)ITA primeiro buscando vôos diretos GRU/Cidade da India. Achou a tarifa/época boa, depois tente montar a passagem usando a ferramente de multiplos destinos (multi segment). Tente também no site da Emirates.

    Responder

  6. drielle says:

    Olá, viajei pela south african e anda não possuia cadastro em nenhuma empresa de credito de milhas, assim que retornei ao Brasil me cadastrei na tam e smiles, mas não consigo utilizar essas milhas viajadas, gostaria de saber como faço, para cadastar porque guardei tudo, o catão de embarque etc. meajude por gentileza, quero saber se tem alguma outra empresa que possa me cadastrar e usar essas milhas?
    sou leiga neste assunto.

    Obrigada!
    Aguardo resposta.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    http://www.aquelapassagem.com.br/milhas/be-a-ba/

    Responder

  7. Sonia Porto says:

    Gostaria de saber se a companhia Emirates é parceira com a compania aérea Tam, pois possuo o Cartão Fedilidade Tam e precisaria passagem da Emirates,
    Aguardo

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Não é parceira não.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.