Estados Do Nordeste em Busca de Vôos para a Europa

28 de January de 2009 | Por | 7 Comentários More

Mesmo após a decisão ter sido anunciada pela Air Europa de que deixaria de voar para Salvador (seu último destino operado no Brasil), a Bahia, Pernambuco e o Ceará ainda sonham com vôos dessa cia. Estão propondo a Air Europa 4 vôos semanais sendo dois ligando Madri a Salvador com escala em Recife e outros dois fazendo uma escala em Fortaleza na ida e na volta e prometem injetar dinheiro público na promoção dos vôos. Só falta garantir uma tarifa mínima para a Air Europa…

Duro é fazer acordo com uma cia que muda de idéia a todo momento.

Mas a Bahia ainda comemora vôos code share que a Iberia vai ter com a Iberworld a serem operados uma vez por semana a partir de 3 de fevereiro.

O negócio parece que primeiro o Nordeste, que tem muito mais a oferecer que turismo sexual, tem que se organizar para recebem bem todo tipo de turista internacional dando segurança, informações turísticas adequadas e preços variáveis para tornar viáveis esses vôos. Hoje, parece ser muito mais interessante ao europeu voar para a Ásia do que para o Brasil por diversas razões.

Lembrando que o vôo Salvador/Recife/Miami anda tendo uma ocupação abaixo do esperado, mas nesse caso a American tem uma parcela de culpa, já que o vôo não sai das manchetes devido a cancelamentos e problemas com bagagens…

Tags: , ,

Category: Novos Vôos

Comentários (7)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Carmen says:

    Agora será mais difícil voar a Bahia desde Espanha. Creo que agora para ir a Brasil os vôos saiu de Lisboa. O meu último viagem a Brasil fou desde Lisboa a Recife. Anteriormente, fou com Air Europa via Madrid. Um saludo.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Sobrou a penas a Tap a Iberworld e outras menores como a Condor via Frankfurt, Air Italy e Livingstone de Milão…

    Responder

  2. Se é para subsidiar passagem e para garantir tarifa mínima para cia aérea, coisa que acho que não deve constar na previsão orçamentária de nenhum governo, não seria melhor fazer com uma cia. brasileira, ao invés de com uma Espanhola?

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Não deve subsidiar é para ninguém.. Se os destino é bom, os turistas vêm. Deve-se refletir primeiro sobre o que não tem atraído os turistas e com isso os vôos…

    Responder

  3. Demetrio says:

    Prezado Rodrigo,

    Hoje conheci este seu blog, parabéns pela exatidão nos conteúdos e pelas atualizações.

    Sou espanhol residente em Fortaleza há 3 anos. Meu trabalho consiste em convencer empresas espanholas pra investir aqui, e então facilitar as coisas pra elas (planos de negócio, relacionamento político, gestões administrativas, etc)

    Recentemente meu sócio e eu trouxemos um grande grupo que comprou uma imensa área no Paracurú, da qual tiramos licenciamento ambiental e tudo, e que dá pra criar 5.000 vagas hoteleiras, 9.000 apartamentos, 15.000 empregos.

    Estou preocupado porque isso não pode dar certo com apenas os atuais voos internacionais (mesmo que estou confiante em que grande parte dos visitantes e compradores serão paulistas, cariocas, etc, é preciso trazer pessoal de fora).

    Na sua opinião, há alguma coisa que possa ser feita a respeito? Talvez alguma operação pendente de um pulo definitivo? Nosso relacionamento com o Governo Estadual é ótimo, e o grupo investidor é altamente valorizado na Espanha (no negócio imobiliário e no das energias renováveis).

    Se for possível, favor me orienta pra fazermos lobby com o maior sucesso. Fique certo de que isso vai trazer grandes benefícios pra este belo Ceará.

    Muito obrigado!

    Responder

  4. jorge moraes says:

    Só está faltando os governos locais bancarem as taxas de pouso da cias européias.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Do jeito que estão, acabam fazendo isso sim…O problema é que estão apostando na cia errada…

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.