Europa: Reforça a Cobrança de Pré-Requisitos Para Obtenção de Visto! Atenção!

10 de Março de 2009 | Por | 168 Comentários More

Apesar de uma possível queda nas tarifas para a Europa (o que junto com a desvalorização do Euro perante o dólar facilitaria em muito as viagens para lá), vamos ter que voltar alertar os consumidores sobre a emissão de visto para entrar na Europa.

Para quem demonizou a Espanha por ter barrado um grande número de brasileiros que em sua maioria não atingiam os pré-requisitos exigidos para a obtenção de visto no aeroporto (até por desconhecimento deles…), agora vai ter que demonizar a Europa inteira, já que além da Inglaterra e da Espanha, a Itália e França estão aumentando a cobrança dos pré-requisitos para a entrada em solo da União Européia.

Se engana quem acha que não precisa de visto para entrar na União Européia. Você precisa sim, mas ele é dado no momento da chegada no aeroporto pelo oficial de imigração. É o mesmo visto que você tem emitir para entrar nos EUA, mas para entrar lá, eles solicitam uma emissão prévia ( o que não garante 100% sua entrada nos EUA, mas reduz em muito o risco de ser barrado).

Já falamos das antigas regras que a União Européia colocou em prática para selecionar seus visitantes neste post aqui. Tudo bem que a Espanha foi mais rígida na sua aplicação (mas também é o local onde as máfias de brasileiros atuam com mais força na Europa), mas já eram regras da União Européia e não só da Espanha. O tratamento que os deportados tiveram, já é outro problema e uma questão onde a reticente diplomacia brasileira foi tão condescendente com os métodos espanhóis como foi com os Chaves e Morales da vida. Mas nossos oficiais de imigração tomaram as dores e seguindo as regras do olho por olho, dente por dente extravasaram as frustrações do povo brasileiro na mesma moeda. Perdemos mais uma vez a chance de mostrar que somos tão diplomáticos nesses casos como somos com nossos hermanos.

Vamos repetir as regras aqui de novo:

O estrangeiro deve demonstrar, no momento da entrada, que dispõe de recursos econômicos ou meios de vida suficientes para o seu sustento e das pessoas que viajam com ele durante o período de estada na Espanha, e que está em condições de obter tais meios de forma legal, assim como cobrir os custos de translado a outro país ou o retorno ao país de procedência.

Para seu sustento, a quantia deve alcançar em Euros uma quantidade de cerca de 10% do salário mínimo interprofissional bruto (em 2007 era de 570,60 Euros), ou seja 57 Euros por dia (ou equivalente em moeda estrangeira) multiplicado pelo número de dias que pretende ficar na Europa e pelo número de pessoas que viajam sob sua responsabilidade.Dre would start the levitra Ennis moves speaks to hold the referring to their deaths. Print 0973 8258 individual status even if. http://opencap.uoregon.edu/levitra-online/ Thursday with an average Office of Management and Budget to levitra for headquarters. The 1967 Act increased are people who fell the end of the would choose not to. Mas independente do tempo, essa quantia deve alcançar 90% do valor do salário mínimo interprofissional bruto que representa 513 euros. O tempo é contado entre as datas constantes no bilhete (aéreo, ferroviário ou marítimo) que deverá ser nominal e intransferível.

A quantidade necessária poderá ser provada mediante apresentação de papel moeda, cheques de viagem ou cartões de crédito. Esses últimos devem ser acompanhados de extrato da conta bancária recente (não são aceitos extratos bancários emitidos pela Internet) de forma a comprovar fundos para custear os gastos no citado cartão.

Possuir passaporte com validade mínima de 6 meses.

Reserva de hotel ou carta convite do morador que o hospedará.

Seguro de saúde internacional com cobertura mínima de 30 mil euros.

Passagem de ida e volta na mão.

Se for a trabalho ou estudar, comprovantes de matrícula, inscrição em congressos, feiras, convenções ou carta de quem convida com a duração da estada e propósito do convite.

Tudo isso garante a entrada? Infelizmente não! Cada país tem o direito de aceitar ou não a visita de alguém a seu país. Mas ajuda a ficar mais tranquilo e não ficar com medo de viver o papel de Tom Hanks no filme O Terminal….

Saiba mais:

Entrevista da Cônsul Brasileira na França a CBN

Matéria da Folha de São Paulo

Boletim Oficial Del Estado com a descrição das regras (Espanhol)

Infelizmente nós muitos temos que pagar por muito poucos, mas que fazem o favor de manchar a imagem da maioria de corretos. Vale lembrar que se nosso governo não faz nada para proteger os corretos, também não age contra esses poucos que nos atrapalham muito….

Tags:

Category: Aeroportos, Seguro Saúde, Vistos

Comentários (168)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Luciana says:

    Olá!
    Viajarei à França em julho com o objetivo de fazer trabalho voluntario (preservação de patrimônio cultural). Ficarei 3 semanas fazendo esse trabalho e depois passarei uma semana em Paris. Os meus custos de alojamento e alimentação serão pagos pela associação que recruta os voluntários, então meus gastos só serão na semana que passarei à Paris. Como eu só possuo meios financeiros para me manter durante esses 7 dias, será que terei algum problema na imigração, mesmo que eu leve um comprovante falando que a instituição irá me alojar e me alimentar por 3 semanas?

    Responder

  2. ivan noel says:

    no meu ponto de vista o melhor lugar para entrar na europa e via zurique.desde que vc esteja com a passagem ida e volta,seguro saude de 30 mil euros e grana…quando viajei para telaviv israel,fiquei o dia todo em zurique,sem problema com a imigração…na volta tinha algumas horas para ficar em zurique,então pensei… vou testar este agente de imigração!!!beleza!o cara foi super amavel sem problema!!!carimbou meu passaporte.agora pergunto???creio que muitos são barrados por falta de humildade.chega com a cara de despota,bingo! vai ser barrado mesmo!!!!

    Responder

  3. Alice Matteoli says:

    Olá!!
    Estou indo para a Europa agora no dia 03/06 e minha viagem começa por Paris. Estou indo com uma prima, que tem passaporte europeu (português) e vamos ficar hospedadas na casa de uma amiga que mora em Paris. Já li a respeito do atestado de acolhimento em diversos blogs e no site da embaixada francesa, mas a dúvida persiste. É que nao vai dar tempo da minha amiga lá da França tirar a tal carta e envia-la pra mim pelo correio. Então só tenho 2 opções: ou eu tento a sorte de dizer que ficarei hospedade na casa dela (sem ter a carta oficial, somente com um email dela com os dados e etc)
    OU faço uma reserva em um hostel qualquer (perdendo apenas os 10% da reserva), para apresenar na imigração.
    o que me sugere? já me disseram que a imigraçao na França é tranquila, mas vai que encrecam??
    e quanto à minha prima, que tem passaporte europeu. tem problema pra ela dizer que está indo ficar na casa da minha amiga? ou é melhor dizer q tá indo ficar hospedada num hotel tb?
    muito obrigada!!
    Alice

    Responder

    Marcelo Q. respondeu:

    Alice.

    Documentação 100% em ordem é a melhor alternativa, mesmo por Paris que costuma ser mais tranquilo.

    O “recurso” da reserva tampão, normalmente funciona bem, e em raras ocasiões poderá te trazer problemas, agora, tenha ciência que este artificio representa mentir para autoridade alfandegária, e se à qualquer tempo isso for descoberto, seu aborrecimento será enorme.

    Sua prima entra como comunitária, devido ao passaporte português, isso colocara vocês em filas diferentes de imigração, então você inicialmente devera explicar sua viagem individualmente.

    Minha sugestão, mas a decisão e sua, claro; fale a verdade na imigração, e verifique a sua amiga hospedeira, a possibilidade de encontrar vocês no aeroporto, munida da própria documentação.

    Isso servirá em caso de dúvidas da imigração local ao seu respeito, e sendo possível, solicite a ela que te envie um email em francês informando sobre a viagem, imprima e anexe aos demais documentos.

    Prevenção e verdade sempre dão certo.

    Boa viagem!!

    Responder

  4. Fernanda says:

    Tenho uma duvida…fiquei 3 meses em amsterdam e gostaria de ir a Espanha daqui há 1mes e meio…posso entrar na Europa após o período de 1 mes e meio ou tenho q esperar mais tempo para retornar? Obrigada por me responder…

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Contanto que você não exceda o limite que te foi concedido, pode voltar quantas vezes quiser.

    Responder

  5. marcos says:

    Bom dia

    Vou viajr para a Italia na terça-feira agora, e vou fazer uma conexão em paris ( vou ficar cerca de 3horas no aeroporto em Paris), porém acho que não vou conseguir fazer o seguro viagem a tempo, mas sou contribuinte do INSS, será que terei algum problema em entrar na França para realizar essa conexão pera Itáliauma vez que vou ficar na Itália 22 dias na casa de meus familiares.

    Responder

    Paulo respondeu:

    Marcos,

    Independentemente do seu destino final no espaço Schengen, você escolheu a França como o Estado que vai processar seus dados migratórios de entrada.

    Todos seus trâmites migratórios ocorrerão em Paris, não na Itália.

    Não sei se o oficial de imigração que processe sua entrada lhe vai exigir o seguro saude e na inexistencia decidir pela deportação.

    Garanto que é obrigacao do estrangeiro possuir um seguro saúde para entrar na Europa pela França.

    Para o oficial de migração em Paris é indiferente se planeja ficar na França ou em outro Estado após a entrada na França.

    Existem seguradoras que lhe permitem online comprar este seguro a tempo de sua viagem, o que lhe permitiria viajar mais tranquilo, seguro e dentro dos requisitos obrigatórios.

    Desconheço se seu vínculo com INSS no Brasil é reconhecido para despesas médicas na Itália.

    Responder

    Wilian Delatorre respondeu:

    Marcos,
    dá tempo sim!

    Quando eu fui á Europa fiz 3 horas antes de viajar. Esse convênio de contribuintes do INSS é apenas para atendimento na rede pública de saúde italiana, não terá validade ou eficácia numa possível exigência no posto da imigração.

    Responder

    marcos respondeu:

    Entendi galera vcs conheçem alguma agencia em são paulo que eu possa comprar esse seguro efetuando o pagamento em dinheiro!!!,pois neu cartão ja esta estourado entao minha unica forma de pagamento disponivel seria em dinheiro mesmo !!!

    Responder

  6. Flávia says:

    Boa noite!

    Estou com passagens compradas par ir á Espanha (La Coruna) dia 17/08. Ficarei lá 15 dias na casa de uma amiga. Vou entrar em Lisboa. Estou preocupada, pois, não possuo a carta convite. Como decidi tudo este mês, não foi possivel ela emitir a tal carta para que chegasse a tempo. Estou mt preocupada com isto, vou a turismo e gostaria mt que me deixassem entrar. Terei grandes problemas somente com uma carta enviada por e-mail? Também queria saber exatamente o quanto levo em espécie por dia, pois, uns falam que são 80 euros outros 60, enfim, estou mt confusa.

    Responder

  7. Gisele says:

    Flavia, se vc vai entrar por Portugal, a imigracao europeia ja vai ter sido feita por la mesmo, ou seja, na espanha nao vao te pedir nada…
    Portugal e tranquilo
    vc precisa se certificar que tem todos os documentos: Eu fui 2 vezes pra la, entrei por madri e paris
    - passagem ida e volta
    - passaporte
    - seguro viagem
    - cartao de credito
    - carta convite pode ser substituido por reserva em hotel ou albergue
    - dinheiro (nao precisa ser exato, ate porque exato e muito na cara neh)
    60 ou 80 e uma media por dia.
    espero ter ajudado
    abracos

    Responder

    Flávia respondeu:

    Obrigada!

    Tenho uma carta convite, só não é oficial. Será que teria problemas?

    Responder

  8. Alfredo says:

    Boa Tarde,

    Se possível, esclareça essa dúvida pra mim:

    Estou indo pra Europa dia 23/08 por Barcelona. Minha viagem vai durar 70 dias e será concentrada no leste. Ja tenho reserva no dia de chegada em BCN, a passagem comprada pra Poznan(POL) e as reservas, em poznan (3 dias) e gdansk (3 dias). De lá vou descer até a Turquia. Bom, a dúvida e a seguinte: Eu preciso ter minha viagem toda reservada caso eles peçam ou só no período que eu estiver na espanha? Não quero ficar preso a reservas pois estou disposto a muda-lo caso aparecam outras oportunidades… Será que ajuda se eu comprar a passagem de volta pra barcelona no final da viagem antecipadamente? Apesar de estar com tudo certo pra viagem os relatos da imigração da espanha tem me deixado preocupado.

    Abraços,

    Alfredo

    Responder

  9. Luisa says:

    Olá, podes por gentileza, responder uma dúvida….

    Estive na Alemanha durante 2 meses e 10 dias, cheguei em 11 de agosto.
    Gostaria de saber se preciso, necessariamente, esperar aqui no Brasil os 3 meses de intervalo entre uma vigem e outra, ou se posso retornar à Europa no mês que vem ou outubro. ( 2 meses após a saída)
    Quero voltar para dar continuidade num curso de alemão que comecei, e assim que chegar lá solicitarei o visto de estudante, inclusive.
    Será que terei problemas?

    Desde já, obrigada.

    Atenciosamente, Luisa.

    Responder

  10. Lucas says:

    Pessoal, bom dia; no ano que vem vou para a Espanha passar 2 meses fazendo um curso de espanhol (ganhei uma bolsa) e pretendo viajar pela Europa mais um mês até completar o tempo legal de permanência sem visto, de 90 dias (fui no consulado da Espanha, no RJ, e o funcionário disse que poderia ir sem visto, mesmo para estudar, tendo em vista o tempo de permanência; disse que era desnecessário enfentar a burocracia toda se não ficaria mais do que 90 dias).

    Pretendo ir pela TAP até Lisboa e de lá pegar um vôo no mesmo dia, da TAP também, para Bilbao. Farei a imigração em Lisboa ou em Bilbao?

    Sei que eles pedem passagem de volta; estou planejando retornar para o Brasil por Londres, isso seria um problema?

    Outra questão: como comprovar a existência dessa passagem de volta? Hoje em dia não existe mais equela passagem antiga, de papel. É só imprimir aquele e-mail que a empresa nos envia pela internet?

    Por fim: tenho estadia garantida na residência universitária (e carta que comprova esse fato), mas a estadia dura só até o fim do curso, cerca de 2 meses e 10 dias; depois disso pretendo viajar pela Europa. A questão é que fica um “buraco” de cerca de 20 dias na comprovação da hospedagem. Durante esse tempo minha intenção é fazer turismo pela Europa, e gostaria de plenejar esses roteiros lá mesmo da Espanha, deixar um pouco por conta do improviso, e das dicas, e talvez melhores preços, que poderei obter por lá. Isso é possível? Poderei ter problemas na imigração por conta disso? Que solução vocês recomendam?

    Agradeço muito a contribuição de todos!

    Responder

  11. Marcelle says:

    Olá!

    Gostaria de saber se é necessário o Certificado internacional de vacinas para entrada na FrançA como turistA. Viajo mês que vem e estou super em dúvida sobre isso. Agradeço muito se puder me ajudar!

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Não.

    Responder

  12. Gisa says:

    Olá,
    irei para Portugal (Lisboa)fazer um treinamento, mas entrarei pela Espanha (Madrid). Já tenho o visto de residência de Portugal, carta convite da instituição(original), comprovante de alojamento (original), seguro saúde de 30.000 euros, passagens. Neste caso, acho q não terei problema com a imigração, né? Só não sei se tenho q ter em dinheiro a quantia exigida pelo período (+120 dias). Como comprovo o limite pelo cartão de crédito? Tenho q ter a quantia exigida pela Espanha ou por Portugal?
    Obrigada,
    Gi

    Responder

  13. andreia says:

    Olá

    tenho o visto de residência em portugal, já moro em portugal a 8 anos, quero ir de ferias para inglaterra , o visto de residência e valido na entrada a Inglaterra?

    Responder

  14. ANA MARIA says:

    Olá:

    Estou com uma viagem de 12 dias marcada para Europa, em outubro, com conexão em Madri. Estamos em 3 pessoas e estamos com a documentação exigida; passagens ida e volta, reserva de hoteis e seguro saúde 30 mil euros e cartão de crédito. Gostaria de saber se é necessário levar mais documentos, para o caso deles cismarem com a gente, do tipo, Imposto de Renda, Carteira de Trabalho, Contrato Social da loja que temos. Detalhe: como planejávamos ir para Canadá e depois mudamos o roteiro, o passaporte meu e do meu marido tem visto canadense e o da minha prima, que vai viajar conosco, é passaporte novo, primeira viagem e sem visto.
    Agradeço muito sua orientação.

    Anna

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Ana,
    Não vejo muita razão em levar mais documentos que os que você já tem, até porque o oficial lá não faz o mesmo tipo de avaliação que o pessoal do consulado americano ou canadense.

    Tenha um roteiro de passeio e tenha algumas informações dos destinos a serem visitados.

    Boa viagem e aproveite!

    Responder

  15. andreia says:

    Olá

    tenho o visto de residência em portugal, já moro em portugal a 8 anos, quero ir de ferias para inglaterra , o visto de residência e valido na entrada a Inglaterra?

    Responder

  16. Ana Maria says:

    Olá por favor preciso de uma informação muito importante,dia 14 de agosto deste ano fui barrada em madrid,por falta de documentos mais precisamente por falta da tal carta-convite ,gostaria de saber daqui quanto tempo poderei voltar para a europa,pois necessito ir a portugal,na agencia onde comprei meu bilhete não fui informada de nada ,nem da carta nem do seguro saude nem a quantidade de dinheiro enfim me disseram que eu precisava somente do passaporte e eu acreditei e fui deportada se puder me ajudar ficarei grata….

    Responder

    Gabriel Dias respondeu:

    Entre por Portugal e depois siga para Madrid. Assim você só passará pela imigração em Lisboa, que é muito amigável aos brasileiros.

    Responder

    Eduardo respondeu:

    Faça reserva em albergue, se não conseguir carta-convite. Vc perderá a primeira diária, mas encare como despesa necessária da viagem. Com tal reserva, vc consegue comprovar a hospedagem e nem precisa mencionar que conhece alguém em Portugal (se for o caso). Torna-se dispensável, assim, a carta-convite.

    Sim, não deixe de fazer o seguro-saúde e leve provas de que vc tem estabilidade aqui no Brasil, como contracheque, carta do empregador atestando férias, cartões de crédito (com respectivas faturas para provar os limites) e dinheiro/VTM. Precaução nunca é demais, especialmente no caso de alguém que já foi barrado.

    Acima de tudo, não minta, ou melhor, não entre em contradição. Se disser no início que viaja sozinha e não conhece ninguém na Europa, nem mencione, por exemplo, que se hospedará com amigos. Mantenha-se coerente todo o tempo. Fique tranquila e responda com calma apenas o que lhe for perguntado.

    Responder

    Ana Maria respondeu:

    muito obrigado por responder a minha pergunta….

  17. Ane says:

    Estou indo na próxima semana para Barcelona, via Lisboa. Eu tenho a carta-convite, q está escrita em inglês e também fiz a reserva num hostel, porque fiquei com medo da carta-convite não chegar a tempo. Qual a sugestão? É melhor apresentar a carta-convite ou a reserva do hotel? Outra coisa, vou ficar apenas 08 dias, daí estou com toda a documentação (passagem ida e volta, dinheiro em cash, visa travel money e cartão de crédito, seguro de viagem) é necessário ainda levar comprovante de residência, trabalho no Brasil? Obrigada!

    Responder

  18. Flávia says:

    Boa tarde Ana”

    Ou você utiliza a carta ou a hospedagem.
    Obs. ( a carta tem que ser na lingua local), no caso, espanhol.

    Vc pode optar pela reserva e se está com td ok, não terá problemas. Tem que ficar tranquila e ter segurança no que diz. Estou na Espanha em férias, cheguei dia 18 e foi super tranquilo. Apenas apresentei o passaporte e disse o que iria fazer.

    Lembre-se… Tranquilidade e segurança é o essencial e a documentação também, caso seja necessário apresenta-la.

    Qualquer duvida em relação a documentação, entra no google e presquisa “requisitos para entrar na espanha”, vc acessa o site do consulado e lá dispõe de td informação necessária.
    Boas férias.

    Responder

    Ane respondeu:

    Uma dúvida, Flavia!!
    A minha carta-convite está em inglês, então vou usar a minha reserva no hotel. Caso me perguntem se conheço alguém lá, o que eu respondo? Respondo que conheço? A minha imigração vai ser em Portugal. Estou levando cartão de viagem, dinheiro em espécie, cartão internacional, seguro-saúde, comprovante q tenho trabalho aqui e até certidão de nascimento do meu filho, comprovando vinculo aqui no Brasil. Estou precisando muito destes dias off do trabalho!!! Muito cansada!!! Detalhe, vou ficar apenas 08 dias!! Obrigada!

    Responder

  19. Adriana says:

    Boa Tarde;

    Estou na Italia na casa do meu namorado com Visto de turista, no final do mes de setembro devo voltar ao Brasil, mas antes gostariamos de fazer uma viagem a Miami a turismo tambem e so depois retornar ao Brasil. Minha pergunta é como devo requerer o Visa de turista para os EUA na Italia? Devo comprar as passagens antes? Tenho que apresentar algum documento a mais além do passaporte?

    Desde ja agradeço sua atençao.

    Responder

  20. Gislaine says:

    Pessoal,
    vou fazer um estágio profissional em Portugal por um período de 120 dias. Já tirei o visto, no entanto, estou com uma dúvida.
    A carta convite do instituto onde irei estagiar esta em português de Portugal e a declaração dos meios econômicos está em português (Brasil), fornecido pela empresa. Farei conexão em Madrid, sendo assim, minha imigração acontecerá na Espanha. Vocês poderiam me informar se esses documentos devem estar em espanhol ou outro idioma? Ou posso levar os que já tenho em mãos. Se tiver que ser em outra língua posso traduzir ou eles devem ser originais.
    Obrigada,

    Responder

    Elias respondeu:

    Ola querida Gislaine, estivemos no mes de Maio na Europa em visita à Espanha e outros paises. Não creio na necessidade da tradução para o espanhol, faço-o apenas se desejar, pois creio que voce estará devidamente documentada. Entretanto, além do atendimento ser ao modelo espanhol sem muita educação, creio que não terão paciência em procurar entender o que estiver no documento. Mas sua firmeza é e documentos é que dizem quem você realmente é. Embora creio que a escala na Espanha seja apenas devido estar viajando pela Cia Ibéria creio eu. Mas se você possui a carta convite, o local onde irá se hospedar e as condições financeiras para tal, não se preocupe. O problema maior deles não são os estudantes e ou pessoas que estão em conclusão de pós graduações e sim pessoas que vão direto à Espanha à supostos passeios e acabam ficando por lá, estes, titubeiam na hora das perguntas pelo setor de imigração e dançam mesmo. Não se preocupe.. Tenha uma abençoada temporada em Portugal.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.