IOF de 6,38% nas Compras Internacionais no Cartão de Crédito: Uma Primeira Análise do Ricardo Freire

30 de Março de 2011 | Por | 43 Comentários More

Ao invés de se perguntar o porquê do brasileiro viajar tanto ao exterior e comprar mais ainda lá fora, o Governo optou por punir mais ainda quem tenta não ser perdulário como ele (sim, comprar e viajar no Brasil pode custar muito mais caro que uma viagem ao exterior mantido os mesmos padrões de acomodação e  alimentação).

Ao invés de realizar um aumento escalonado do IOF cobrado nas compras internacionais com cartão de crédito a fim de fazer pagar mais quem gasta mais, optou por uma paulada só em todo mundo. Além de ajudar a renascer aquela antiga ocupação de doleiro, essa medida merece reflexão. Inclusive  sobre aquela velha questão da cotação usada pelo seu cartão de crédito (estou devendo uma análise desse post).

Como estou em viagem, não consigo postar algo mais elaborado no momento.

Enquanto isso leia essa análise inicial feita pelo Ricardo Freire do Viaje na Viagem e a caixa de comentários está aberta ao debate de idéias (sem paixões políticas!).

Tags: , , , , ,

Category: Cartões de Crédito

Comentários (43)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Cris says:

    Segui a dica do Guilherme do Valores Reais: utilizei o saque no cartão de débito do Santander nos EUA.

    Valeu muuuito a pena!!! Saquei sempre no Chase, pois ele apresenta a menor taxa de saque. O limite diário era de R$2.500,00 e os dois primeiros saques eram gratuitos para clientes Van Gogh, nos seguintes paguei uma taxa de R$10,00 por saque. No mesmo dia verificava a movimentação pelo Bankline e a cotação do dolar comercial do dia, e sempre batia.

    Economizei muito e pela primeira vez não usei o cartão de crédito. Muito bom voltar pra casa sem levar um susto com a fatura, como eu tinha dinheiro certo na conta, não gastei além do que podia.

    Abs.

    Responder

    Igor respondeu:

    Sabe dizer o limite por saque?

    Responder

    Cris respondeu:

    “O limite diário era de R$2.500,00 “

    Responder

    Igor respondeu:

    Bom, perguntei pq em alguns paises só conseguia sacar um valor entre 200 e 250 dolares.

  2. Fabio T says:

    Igor, o valor do saque costuma ser uma mistura do que voce pode sacar aqui no Brasil (de acordo com o perfil de sua conta corrente) e do banco/terminal eletronico do pais aonde voce estah.
    Aqui no Brasil, tenho conta no Santander VanGogh, que me permite sacar 2 mil reais/dia. Em abril, estive em Nova Iorque e so conseguia sacar 800 dolares/dia, com valor de cerca de 1280 reais no cambio da epoca. Tentei sacar mais e nao conseguia (no Chase, no TD e no Bank of America, soh que nesse ultimo tinha uma taxa a mais e eu abortei a transacao).
    Jah no ano passado em Tokyo, consegui sacar num dia o equivalente de 1000 dolares em ienes e nos dias seguintes 1250 dolares.
    Na europa geralmente consigo sacar 600 euros/dia e 400 libras/dia. Nao usei em outros paises que nao sejam da zona do euro ou Reino Unido.
    Por via das duvidas, entre em contato com seu banco.
    Uma outra observacao, como citado acima, eh que o Santander usa a cotacao do dolar comercial; ha alguns anos saquei no mesmo dia da minha conta do BB e do Santander, tendo o BB taxa muito pior e nem tenho mais usado. Daqui uns meses estarei na Europa e vou testar os 2 no mesmo dia.
    Abcs,
    Fabio

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.