O País Mais Perigoso Para Se Voar em 2006

18 de April de 2007 | Por | 5 Comentários More
Se você pensou no Brasil, enganou-se! Quem sabe em 2007 nós não somos campeões?

O país mais perigoso para se voar, segundo a International Air Transport Association (IATA), foi a Rússia. Ela tem uma média de acidentes 13 vezes maior que a média global.

Esse é um título que ninguém quer ganhar.

Category: Aeroportos, Para um vôo tranquilo

Comentários (5)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Emília says:

    Oi, Rodrigo!
    Um dos meus sonhos é visitar o Uzbequistão e arredores e, para isso, vou ter que voar Aeroflot e/ou Uzbekistan Airways. Meu querido tem arrepios, é um apaixonado por aviação comercial e sabe dos riscos nas companhias russas e de ex-repúblicas soviéticas…o que fazer???
    Um abraço!

    Responder

  2. Emília says:

    Ops, me desculpe, olhando agora, parece que eu estou realmente te pedindo uma solução, mas na verdade a pergunta é retórica…nesse caso acho que é mesmo voa ou desiste!

    Responder

  3. Bruno B says:

    Olha Emilia, fui à Rússia em setembro de 2006 e confesso que, no começo, fiquei meio de pé atrás de ter que voar de Munich pra Moscow pela Aeroflot. Mas o que vi na realidade foi uma companhia aérea enorme e de ótima estrutura, símbolo nacional, que possui aeronaves muito melhores do que várias que já viajei em Terra Brasilis 😉 Aliás, ela faz parte da aliança Sky Team, não esqueça de acumular milhas 😛 Não me assusta o fato de a Rússia ter sido a campeã desse título, já que tem um território enorme e aparentemente meio soturno a nossos olhos quando longe de Moscow e SP, sem contar que deve ter várias cias teco-teco lá, mas que definitivamente não é o caso da Aeroflot 🙂 hehe Boa viagem!

    Responder

  4. Rodrigo Purisch says:

    Emília,
    como disse o Bruno a Aeroflot tem tentado mudar a imagem das cias russas. Mas a aviação interna, principalmente de outras cias, ainda está recheada de aeronaves ultrapassadas e sem uma manutenção a contento.

    Responder

  5. Emília says:

    Obrigada, meninos…realmente não sabia que ela fazia parte da Sky Team…que mudança (e que distração minha, eu entrei outro dia no site deles e nem devo ter percebido o logo da aliança).
    Rodrigo, o trecho São Paulo – Tashkent é a minha ‘aquela passagem’ 🙂

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.