Pluna: Perde Investidor Privado e Finanças Preocupam

19 de June de 2012 | Por | 2 Comentários More

O investidor privado que vinha administrando a Pluna, o consórcio Leadgate, e que possuía 25% das ações (o resto é do Governo Uruguaio) entrou em acordo com o Governo e retirou-se da cia aérea.

Parece que o Governo vinha pressionando o consórcio para colocar mais dinheiro na cia aérea e como ele não topou, as ações da Pluna nas mãos do consórcio foram entregues à bolsa de valores (a custo zero) até ser conseguido um novo investidor.

Apesar de uma renovação de frota, de apresentar uma proposta inovadora de serviço internacional dentro da América do Sul (serviço low cost mesmo e sem vergonha de ser isso), de apostar fortemente em vôos partindo de outras cidades brasileiras e de uma política de preços atrativa que ajudou a segurar os preços da concorrência, as finanças da Pluna não parecem animadoras como mostra um artigo publicado no Fórum Contato Radar.

Eu gosto da cia aérea pelas propostas que vinha implantando nos últimos anos (o que não quer dizer que sou um consumidor fã de low cost) e desejo que a cia consiga superar esse grande baque. Enquanto isso, sugiro cautela e acompanhar o noticiário.

Há a possibilidade de estatizar a cia aérea, mas o Governo uruguaio não consegue manter uma cia deficitária por muito tempo. Uma fusão com outra cia e ainda encontrar um outro parceiro privado que queira ficar com apenas 25% das ações e se submeter ao Governo são outras opções para manter a cia viva.

Sabe, é mais do que hora dos Governos entenderem que vôos internacionais regionais devem ser incentivados e não olha-los só como uma fonte de renda para os mesmos. As taxas de embarque cobradas no Uruguai, como no Brasil, são altas comparadas ao tempo voado e o valor da passagem. Lembro-me de uma promoção aonde o preço da passagem da Pluna era igual ao cobrado em taxas. Só assim conseguiremos uma integração maior, inclusive com um turismo mais forte que facilita o entendimento das diferenças regionais e valorização do que cada país tem de melhor. 

 Duro é que esse tipo de notícia ajuda a piorar ainda mais as coisas para a cia aérea.

Tags: ,

Category: Cias Aéreas

Comentários (2)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Jose Luis says:

    Boa noite, Rodrigo. Você tem como auxiliar um monte de brasileiros que ficaram na mão com a interrupção dos voos da Pluna???? Agora, nem contato via fone temos a possibilidade de fazer. Enviei um e-mail para a cia. dizendo de meus problemas com a paralisação da cia., mas eles sequer respondem? Você dar algum luz para mim e também para seus seguidores que se ferraram com a Pluna?
    Desde já agradeço.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Jose,
    Se pudesse, pode ter a certeza que faria tudo o possível. Infelizmente, não tenho esse poder. Olha que o gerentes da Pluna no Brasil (Sr Gonzalo) é um dos caras mais sérios, educados e prestativos que conheci nesse meio. Acredito que e ele pudesse, também teria feito o máximo. O fechamento da Pluna tem dedo do Governo Uruguaio, que poderia ter feito algo diferente.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.