Promoção de Passagem Aérea Só é Boa Quando Agrada ao Coração, ao Bolso e É Resultado de uma de Compra Consciente!

15 de January de 2012 | Por | 33 Comentários More

Para muitos consumidores, a menor menção da palavra promoção já faz os olhos brilharem, o cartão querer sair da carteira e o cérebro entender aquilo como uma oportunidade única para economizar.

Isso gerou uma banalização do uso da palavra promoção, como se ela fosse sinônimo de preços mais baixos e uma avalanche de pseudo promoções, promocinho mesmo como brincamos aqui. Toda semana vejo tarifas divulgadas e re-divulgadas como “grande promoções” (com a idéia de grandes descontos) mesmo que o preço não fuja do praticado normalmente para aquela mesma época do ano. Não dá para dizer que uma passagem para voar fora da alta estação esteja em “promoção” só porque tem preço inferior a de uma passagem da alta estação! Isso é de fazer rir, quem acompanha o mercado, e chorar ao mesmo tempo, ao pensar que alguns consumidores são induzidos a cair nessa falsa promessa. Já fiz um alerta antes e aproveito para fazer de novo.

Certo mesmo é que toda promoção de passagens é feita pela cia aérea com a intenção de promover (no sentido de divulgar mesmo!) uma determinada tarifa ou tarifas, incentivando a sua compra pelos consumidores. Se ela representa uma oportunidade única de economizar, isso já são outros quinhentos.

O problema é que economizar nem sempre é pagar o menor preço. Talvez seja esse o conceito mais importante que temos tentado passar aqui repetitivamente desde o início deste espaço.

É muito comum ver consumidores irritados aqui no site reclamando das regras, entenda-se multas, ou do serviço de uma cia aérea quando ele acaba descobrindo que comprou algo que não atende às suas necessidades ou que não a tem a flexibilidade que ele queria.

Economizar é comprar algo que te atenda às suas necessidades pagando um preço abaixo do cobrado usualmente ou comprando algo melhor pelo preço que os demais cobram por algo inferior. Aí é que mora o problema principal, já que muitos compram algo bem mais em conta que não atende às suas necessidades (muitos nem mesmo pararam para refletir sobre o que precisam) ou que apenas achava que às atendia.

No caso de passagens, preços mais em conta que os habituais normalmente representam uma combinação de datas e/ou horários mais restritos e regras mais rígidas, que é igual a multas mais altas em caso de alteração de datas, cancelamento e reembolso (devolução do valor pago).

Por isso, sempre que posso, incluo as regras das passagens quando cito alguma tarifa (isso aumenta muito o meu trabalho de postar alguma promoção, mas considero uma informação essencial). Uma passagem comprada na emoção e que necessite ser alterada ou cancelada no futuro pode sair muito mais cara que o esperado. Isso tanto no nacional como no internacional.

Por exemplo, a Gol reajustou agora em janeiro as multas pagas no caso de mudanças nas passagens de algumas famílias de tarifas: uma alteração ou cancelamento de uma passagem da família programada passou a pagar 70 reais de multa por passagem ao invés dos antigos 60 reais cobrados. Se você for pedir o reembolso do valor pago pela passagem cancelada vai pagar agora 30% de multa na família programada ou promocional ao invés dos 20% anteriores. (Os valores anteriores ainda não foram alterados neste texto aqui do mesmo site da Gol)

Mais uma vez vou reforçar alguns conceitos:

Comprar uma passagem que agrada seu coração é comprar uma passagem que te leva para aonde seu coração bate mais forte. Não adianta comprar uma super tarifa para a Rússia se seu desejo foi sempre visitar a Itália. Por mais que a Rússia tenha muito a oferecer, se esse é um destino que você nunca pensou em viajar e não conhece nada dele, as chances de que o todo da viagem não preencha os espaços no seu coração é grande. Você vai poder até contar para os amigos a pechincha que pagou na passagem e a viagem que fez com ela, mas a viagem não vai ocupar aquele espaço guardado no coração para aquele(s) destinos da sua lista de desejos. Assim, escolha um destino que pelo menos esteja nessa sua lista de desejos!

Comprar uma passagem que agrada ao seu bolso é comprar uma passagem aonde se pague um preço justo que permita fazer uma viagem que se encaixe no seu orçamento. Lembre-se, a passagem é apenas uma parte dos custos envolvidos na viagem. Não adianta comprar correndo uma passagem super promocional e só descobrir depois que suas férias não poderão acontecer nas datas programadas ou que tempo no destino está longe do ideal nas datas escolhidas ou que os preços de hospedagem estão fora do seu orçamento ou que a segurança no local deixa a desejar ou ainda que os deslocamentos internos acabam pesando negativamente no seu orçamento. O bolso vai sair é mais triste dessa aventura. Olhe o todo da viagem e não apenas a passagem!

Dessa forma, não só a passagem, mas o todo da viagem tem que agradar ao seu coração e ao seu bolso!

Comprar consciente é :

Pesquisar sobre a cia aérea na qual se deseja voar, conhecendo o que ela tem a oferece em troca do que você pagou, sua situação financeira e principalmente como é o tratamento dado ao consumidor quando algo dá errado.

Ler as regras da passagem que você está comprando, principalmente se ela oferece a opção de stopover (parada intermediária) e as multas de alteração cancelamento e reembolso, mesmo que você a princípio não pretenda fazer qualquer alteração. Se você não está certo das datas ou ainda se vai poder viajar ou não, essas regras são ainda mais importantes, pois podem determinar que você procure uma outra tarifa mais cara, mas com multas menores. Se for assumir o risco, saiba se está preparado para pagar as mesmas numa eventualidade sem culpar os outros por um risco que você assumiu.

Na opção de comprar em uma agência física ou virtual, pesquisar sobre ela, sua atenção ao consumidor (procure saber como ela reagiu diante do cancelamento de uma rota ou falência de uma cia aérea) e principalmente sobre as taxas extras que ela cobra na compra, alteração, cancelamento ou reembolso da passagem (cobradas além das taxas já cobradas pela cia aérea). Pagar mais para ter mais conforto é um bom negócio para muitos, mas pagar mais para ter mais do mesmo definitivamente não compensa.

Conhecer ou pelo menos estudar de forma rápida o destino para aonde se quer ir antes de comprar a passagem, avaliando o tempo nas datas desejadas, a disponibilidade de hospedagem, preços básicos e facilidade de comunicação e deslocamentos internos.

Saber que dependendo do seu perfil e consumidor, pagar mais para chegar em um horário melhor, para voar em uma poltrona melhor e chegar mais descansado, para ter um serviço e atenção melhor em solo e no ar ou para fazer menos conexões pode valer muito mais do que alguma economia inicial em uma passagem mais barata e que não oferece as mesmas vantagens.

Não existe a passagem certa ou errada, existe sim o consumidor adequado para cada passagem!

Lembre disso na hora de fazer as suas compras ou na de analisar ou criticar a compra do vizinho. O que é bom ou adequado para ele, necessariamente pode não ser para você e vice-versa!

Tags:

Category: De Passagens Aéreas, Planejar e Comprar, Promoção

Comentários (33)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Rodrigo says:

    Luis, não sei se vc se feriu ao meu relato, mas se foi então deixa eu tentar me explicar melhor. Primeiramente eu sempre vou “pedir licença” ao purisch quando discordar dele e for expor esta opinião aqui, pois na minha concepção este site é dele e me sinto muito bem em poder participar. Acho que ele traz muitos benefícios a inumeros viajantes com seus ótimos textos. E isso eu considero como educação.
    Em segundo, o que eu quis dizer quanto a ele não ter sido feliz a usar a Rússia como exemplo, é que talvez pudesse ter usado lugares mais exagerados para passar sua idéia, como o Iraque por exemplo, ou mesmo o Egito agora neste momento tão delicado. Acho que quase ninguém gostaria de pegar uma promoção para o Iraque ou Afeganistão, rs.

    Responder

  2. Valdinho Pellin says:

    Pessoal, só para exemplificar a discussão acima, voltei a poucos dias de Portugal e paguei 43,00 Euros a diária em um hotel bem legal. Quarto com cama matrimonial para duas pessoas e um excelente café da manhã incluído. Era uma promoção do hotel mas demonstra que com pesquisa e planejamento a Europa está bem viável sim….principalmente Portugal e Espanha.

    Responder

  3. Cinthia Rangel says:

    Rodrigo,
    Realmente acho que é possível adaptar nosso próximo destino a uma promoção sim.
    Eu, por exemplo, tenho o sonho de conhecer o mundo inteiro! rsrsrs
    Pq, então, não conhecer antes um país para o qual é possível comprar uma passagem com preço promocional? Não vejo qq problema nisso.
    Ab,
    Cinthia.

    Responder

  4. Em relação a super tarifa para a Russia do ano passado que foi ofertada pela S7 em parceria com a Iberia, muitos consumidores brasileiros foram ao site, compraram e poucos levaram. O volume foi tão alto que a Iberia “deu pra trás” com a parceira de aliança russa.
    E tendo como resultado da promoção a opinião dos colegas, ficou bem claro que foi bom para o turismo da Rússia porque a cia. aérea não vejo de que forma ela se aproximou do consumidor brasileiro. Até porque ela fazia apenas a menor parte da rota.

    Responder

  5. Rodrigo says:

    Realmente como benefício para o turismo foi ótimo, mas para S7 tbm não consigo ver o que ela ganhou. Os pilotos ainda foram horríveis, vc sentia exatamente quando o vôo saia do piloto automático para o pouso e decolagem, e olha que foi assim nos 4 trechos que peguei da S7.

    E sobre o excesso de passagens vendidas o que houve foi a demora de atualização da pagina da S7, haviam se não me engano 3 ou 4 passagens por vôo, cuja Ibéria aceitava esse valor, mas quando se comprava a passagem continuava havendo vaga na mesma tarifa.

    Por isso pessoas que compraram alguns dias depois conseguiram e outras que compraram antes não, pois dependia se no seu dia outras pessoas já havia comprado na sua frente. Eles mantiveram a compra das pessoas que compraram primeiro naquele vôo especificamente.

    Responder

    Wilian Delatorre respondeu:

    Obrigado pelo testemunho Rodrigo. Só por curiosidade visitei o site da S7 e não tem mais como pesquisar vôos saindo do Brasil. Aliás o único país da América do Sul que é possível é o Chile. Não entendi qual foi o propósito da promoção mas fico contente que alguns puderam aproveitar.

    Responder

    Rodrigo respondeu:

    Na verdade logo a promoção, a origem do brasil deixou de ficar disponível e esta até hoje. Tbm não sei o motivo.

    Responder

    Duarte respondeu:

    Nos 3 trechos que fiz com a s7 foi bem tranquilo. O aviao entre st pete e moscow foi melhor do que o madrid-moscow. Sobre a quantidade de assentos disponíveis por voo, não sei, mas comprei a passagem em janeiro para voar em outubro, no dia do meu voo tinha mais de 15 brasileiros na mesma promoçao. Foi engraçado que até o taxista que nos levou do aeroporto Domodedovo pro Hotel comentou assim: é curioso, nesse ano tá tendo muito mais brasileiro do que o normal rs aí expliquei pra ele que talvez tivesse relação com a promoção.

    Responder

  6. Felipe says:

    Dubai é outro lugar com ótimos preços para as despesas gerais de viagem.

    Hoteis muito bons com ótimos preços, comida e táxi muito baratos. De Dubai até Abu Dhabi, paguei aproximadamente 90 reais a corrida (são uns 150 km!!!).

    E os preços são muito bons para compras também. Roupa não é tão barato como nos eua, mas eltrônicos tem ótimos preços.

    Caro mesmo lá só a água… hehehe

    Responder

  7. Fabio says:

    Estive duas vezes na Europa em 2011 e , com exceção da Suíça , achei o custo por lá muito semelhante ao do Brasil.
    Assim , se alguém está acostumado a fazer turismo interno , principalmente em destinos mais caros como Rio e Campos do Jordão , vai tirar de letra.

    Responder

  8. Beto says:

    Rodrigo, mais uma vez um post que vem alertar sobre as “pegadinhas” nas promos, ja vi muita coisa sendo ofertado como promocao e na realidade nao passava de um desconto muito pequeno, e muitas vezes com regras rigidas.

    Abs

    Beto B.

    Responder

  9. Rogério Albuquerque says:

    Rodrigo,
    Parabéns, mais uma vez!
    Este é mais um, dos muitos posts, pelo qual volto, sempre ao Aquela Passagem.

    []’s
    Rogério

    Responder

  10. flavia says:

    Alguem ja comprou passagem pelo site zupper? Deu tudo certo?
    Check in sem surpresas na ida e na volta? Algum problema nos valores calculados x valores efetivamente cobrados?
    Obrigada

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.