Quanto Vale 1 Milha/Ponto?

10 de December de 2009 | Por | 35 Comentários More

Quanto vale 1 milha ou ponto?

Essa pergunta pode ter várias respostas, pois cada milha pode ser acumulada de uma forma diferente e seu valor será resultante do valor pago por elas.

Voando, você acumula grandes quantidades de milhas de uma vez só. O valor pago por esse conjunto de milhas (não se iluda, você, ou quem pagou a sua passagem, paga por elas sim!) pode ser calculado através do valor pago pela passagem subtraído do valor de uma passagem promocional na mesma cia aérea que não permite acúmulo de milhas. Na inexistência de uma passagem assim, subtraia o valor que você pagaria por uma passagem promocional para a mesma rota em uma cia concorrente que não acumule milhas no seu programa de milhagem. Não esqueça que em parte você optou por uma passagem mais cara por causa das milhas. Lembrando que esse valor pode ser negativo, ou seja, você conseguiu uma passagem acumulando milhas por uma valor inferior ao de toda a concorrência = um bom  negócio! Um ótimo negócio mesmo é acumular milhas em passagens super promocionais vendidas principalmente na baixa estação,  onde o preço pago por uma passagem na mesma rota é substancialmente inferior ao pago na alta estação e o número de milhas acumulado é o mesmo! Se quem pagou suas passagens não foi você, então suas milhas quase não tiveram custo para você, a não ser a de convencer o setor de compras a comprar uma passagem na cia que te permita acumular milhas.

Milhas acumuladas em compras de combustível, estadias em hotéis,  aluguel de carros ou em compras no comércio seguem a mesma lógica. Subtraia do valor pago no produto ou serviço em um local que permita acúmulo de milhas do valor que você pagaria por um produto ou serviço semelhante que não permitisse acumular milhas.

As milhas ganhas no cartão de crédito: Se você optou por pagar tudo no cartão (exceto aquilo em que lhe ofereceram  um bom desconto em dinheiro), o custo da milha será apenas o valor pago pela anuidade. Não paga anuidade? Então você tem uma boa fonte de milhas baratas, desde que você não tenha aumentado seu impeto de consumo por causa da possibilidade de acumular milhas…. Não soube controlar o cartão e teve que pagar juros? Esqueça o cartão, já que apesar de te dar milhas, ele está lhe tirando valiosos reais pagos na forma de juros abusivos! Acumula milhas no pague contas do cartão? Então o custo de aquisição das milhas é o gasto na taxa paga ao cartão para usar esse serviço!

Uma outra forma de colocar um valor justo e de “mercado” nas suas milhas é basear-se no preço cobrado pelos programas de milhagem que permitem a compra de milhas diretamente pelo associado. O valor médio cobrado por milha fica em torno de 2 a 3 centavos de dólar. Pelo que já li na internet em fóruns especializados (essa informação não é fácil de confirmar), as cias vendem milhas para os parceiros repassarem aos seus consumidores por cerca de 1 a 2 centavos de dólar. Então esse valor de 1 centavo de dólar é o mínimo que uma milha poderia custar a “mercado”.

A não ser que você seja superorganizado e monte uma planilha a fim de calcular o real valor pago por suas milhas, gosto da idéia de colocar o valor de 2 centavos de dólar por cada milha (valor igual ao que um parceiro paga pelas milhas) acumulada para efeito de cálculo no caso de resolver usá-las.

No próximo texto, o tema será: Vale ou não vale a pena emitir uma passagem usando milhas? E depois: Vale ou não vale pagar taxas no cartão de crédito para acumular milhas ao pagar contas nele?

Gostou do tema? Então leia mais outros textos mais antigos, mas cuja informações básicas continuam atuais:

História dos programas de fidelidade.

Programas de Fidelidade: Um custo ou uma fonte de lucro para as cias aéreas?

Milhas Aéreas: Acumular ou não acumular?

Tags:

Category: Consumidor, Programas de Fidelidade Aérea

Comentários (35)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Rogério Albuquerque says:

    Rodrigo,

    Nesta Linha, vai uma dica para quem tem filho pequeno (menor de 12 anos). Tanto a quantidade de milhas ganhas, quanto a quantidade de milhas gastas na troca por um bilhete, é a mesma para adultos ou crianças. Como a passagem para as crianças (normalmente) é mais barata cerca de 25%, o custo para mesma quantidade de milhas acaba sendo também 25% menor. Da mesma forma, quando se vai pagar com milhas, você acaba “pagando mais caro”, já que usa a mesma quantidade de milhas para uma passagem mais barata.

    Em Setembro, fui para Miami minha esposa e meu filho Henrique de 4 anos. Nossas passagens na TAm estavam cerca de U$640 e a de Henrique U$480. Acabei pagando as passagens para adultos com Milhas (40.000 X 2) e comprando a passagem de Henrique, parceladas em 5x e que renderam mais 12.500 milhas (ele é fidelidade Azul). Com isso, aconteceram duas coisas:
    1) Economizei 40.000 milhas que pretendo usar no ano que vem para leva-lo a Disney novamente (O moleque está ficando “esperto”, disse para a mãe que não quer festa no ano que vem e que prefere ir para a Disney novamente.)
    2) Henrique tem 12.500 milhas, que serão usadas em próximas promoções do fidelidade de 6.000 milhas, para pagar as passagens da mãe. (Eu sei que elas vão rarear, mas tenho fé que ainda voltam, lá para março/abril do ano que vem) – Este ano, ele ficou todo bobo, quando fomos para a Bahia na promoção de 3.000 milhas/trecho e ele entrou na loja da TAM com o cartão fidelidade na mão dizendo “Moça, eu queira pagar as passagens do papai e da mamãe. Tira daqui ó!) – Quant acha que valem estas milhas ?????

    []’s

    Responder

    Fabio G respondeu:

    hauahauhhua otimo! haahau

    Responder

  2. Andrey says:

    Cansei dos programas de HUmilhagem: Te limitam, restringem datas e destinos e ainda cobram taxas adicionais (combustível, por exemplo, na airfrance)…
    Se uma milha vale 0,2 centavos de dólar, quando e SE utilizada, prefiro minha parte em dinheiro usando o Santander Rewards, para cada dólar 2 centavos de dólar em dinheiro!

    Responder

  3. andre gustavo says:

    Excelente post.Há um ano desisti de juntar milhas.Ao invés disso,acumulo pontos em meu cartão Ford Unicard,que me reembolsa 5% de todos os gastos na troca por um carro zeroKm.Como mudo de carro a cada três anos e gasto em média R$20.000,00 no cartão por ano,ao final de três anos terei acumulado R$3.000,00 reais de desconto no veículo novo.Pago anuidade de R$99,00, com isenção no primeiro ano.Ou seja,gastei com tarifa do cartão,em 36 meses,exatos R$198,00.Se opta-se por exemplo,por um cartão Santander Dufry Platinum,teria gasto de anuidade R$280,00,com isenção da primeira,no total seriam R$560,00.Dá uma diferença de R$362,00 a mais.Na cotação do dolar a R$1,75,eu teria um total de 51428 milhas,já que o Dufry pontua 1 milha=1,5 ponto.Essas milhas dariam para cinco trechos América do Sul,que em promoção encontramos por valores bem atraentes.Estou correto em meu raciocínio, ou ainda é mais vantagem pontuar em milhas?Queria ver a opinião de vocês.

    Responder

    Fábio G respondeu:

    Andre, qual fator de conversão pra bonus neste cartão Unicard que voce possui?
    Olha R$3.000 em 3 anos com o gasto que voce tem eu sinceramente acho pouco.
    Se voce gosta de viajar, e quer sentir um “giro” maior de suas milhas eu usaria o cartão para milhas.
    Considere também que neste patamar de gasto talvez voce consiga um upgrade para outra classe e aí voce pontuara ainda mais rapido.

    Responder

    andre gustavo respondeu:

    Fabio,veja:Toda compra feita pelo Unicard Ford rende 5% para a compra de um carro novo.Se o fator de conversão do Santander é 1USD=1,5milha,R$20.000,000 por ano daria,ao final de 36 meses,51428 milhas,com o dolar a R$1,75.Fiz uma simulação no site da AA trecho Recife/NYC.Olha só:
    # Partida: Quarta-feira, Dezembro 16
    # Retorno: Quinta-feira, Dezembro 24
    # 3.306,55 BRL.Dificilmente eu conseguiria emitir uma passagem com milhas nesse período,e precisaria de 60.000.Pagando o ticket com meu Unicard Ford eu acumulo milhas pelo AAdvantage e ganho R$165,30 na troca do carro.Não seria mais vantajoso?Abs

    Responder

    Fábio G respondeu:

    André.
    Olha lá como eu entendo:
    1 – emitir passagens para fora da América do Sul demanda muito tempo e paciência.
    2 – acho que é mais vantajoso o seu uso nos trechos pela Sudamerica mesmo.
    3 – com 60 mil certamente vc nao conseguiria emitir para um periodo de altissima temporada, e ainda restando menos de 7 dias para o embarque.
    4 – viajar na baixa temporada é sempre mais interessante. Eu tenho um cartão Santander e comecei a pontuar em março. E não é que ja fiz as seguintes rotas (Campinas – Brasilia – Campinas) e (São Paulo – Buenos Aires – Montevideo – São Paulo)… tudo isso com apenas 4 mil no primeiro e mais 12 mil no segundo.
    5 – estou ciente que foram viagens promocionais, mas elas sempre estão acontecendo, com crise ou sem crise. No inicio do ano passado sem crise a Tam chegou emitir por 3, 4 e 5 mil vários trechos.
    6 – o mercado automotivo esta sempre inovando. pense que voce pode ficar amarrado na Ford… enquanto a Fiat lança um Linea (aliás que carro :-) ) hauha
    7 – alem do gasto do cartão, voce poderá acumular milhas atraves das Americanas.com, Wal Mart.com, Dotz, dentre outros parceiros.

    É o que eu acho.

    Fábio G respondeu:

    André.
    Olha lá como eu entendo:
    1 – emitir passagens para fora da América do Sul demanda muito tempo e paciência.
    2 – acho que é mais vantajoso o seu uso nos trechos pela Sudamerica mesmo.
    3 – com 60 mil certamente vc nao conseguiria emitir para um periodo de altissima temporada, e ainda restando menos de 7 dias para o embarque.

    Fábio G respondeu:

    continuandoi..

    4 – viajar na baixa temporada é sempre mais interessante. Eu tenho um cartão Santander e comecei a pontuar em março. E não é que ja fiz as seguintes rotas (Campinas – Brasilia – Campinas) e (São Paulo – Buenos Aires – Montevideo – São Paulo)… tudo isso com apenas 4 mil no primeiro e mais 12 mil no segundo.
    5 – estou ciente que foram viagens promocionais, mas elas sempre estão acontecendo, com crise ou sem crise. No inicio do ano passado sem crise a Tam chegou emitir por 3, 4 e 5 mil vários trechos.
    6 – o mercado automotivo esta sempre inovando. pense que voce pode ficar amarrado na Ford… enquanto a Fiat lança um Linea (aliás que carro :-) ) hauha
    7 – alem do gasto do cartão, voce poderá acumular milhas atraves das Americanas.com, Wal Mart.com, Dotz, dentre outros parceiros.

    É o que eu acho.

    Fábio G respondeu:

    4 – viajar na baixa temporada é sempre mais interessante. Eu tenho um cartão Santander e comecei a pontuar em março. E não é que ja fiz as seguintes rotas (Campinas – Brasilia – Campinas) e (São Paulo – Buenos Aires – Montevideo – São Paulo)… tudo isso com apenas 4 mil no primeiro e mais 12 mil no segundo.
    5 – estou ciente que foram viagens promocionais, mas elas sempre estão acontecendo, com crise ou sem crise. No inicio do ano passado sem crise a Tam chegou emitir por 3, 4 e 5 mil vários trechos.

    Fábio G respondeu:

    6 – o mercado automotivo esta sempre inovando. pense que voce pode ficar amarrado na Ford… enquanto a Fiat lança um Linea (aliás que carro :-) ) hauha
    7 – alem do gasto do cartão, voce poderá acumular milhas atraves das Americanas.com, Wal Mart.com, Dotz, dentre outros parceiros.

    É o que eu acho.

    Cristiana respondeu:

    André, vc falou de EUA. Então, sabe o que eu fiz: emiti um bilhete smiles até Bogotá por 20.000 milhas e de lá comprei uma passagem pela AA para Miami por R$650,00 (já com taxas). Isso pq eu deixei o tempo passar e perdi a promoção da Mexicana de R$540,00 (tb já com as taxas). Ah! e estou indo agora em janeiro, em alta temporada! E consegui comprar e emitir os bilhetes com menos de 2 meses de antecedência. Acho q vale mais a pena ir pros EUA assim.
    Mais um motivo pra vc pensar com carinho nas milhas!rs
    bjs

    Gui Rodrigues respondeu:

    Eu também aceitei esse cartão da Ford e estava bem feliz, afinal, 5% de retorno seria excelente e, no final das contas, mesmo que eu não queira um outro Ford, ou que não queira trocar de carro em 3 anos, esses 5% pelo menos se transformariam em revisões grátis, o que não seria nada mal! O problema é que só agora eu li que “# O resgate mínimo é de 1.000 pontos”… Putz, que balde de água fria… Como o limite do cartão é patético (pelo menos o que eu recebi), mesmo cravando os 750 reais seriam precisos 27 meses para poder usar esses bônus! Como diz o Rodrigo, “milha não é poupança”!

    Responder

  4. andre gustavo says:

    optasse,quis dizer

    Responder

    Cristiana respondeu:

    Oi André, eu tenho o cartão Santander Platinum, eu sei que não é Dufry, mas a pontuação e as vantagens são as mesmas. No primeiro ano do cartão, eu já ganhei 10.000 milhas. Realmente, a anuidade de R$280,00 é cara, mas eu fui no Banco nessa semana tentar negociar com a gerente. Ela ligou para a central do cartão, e eles ofereceram a seguinte proposta: me devolveriam 3 parcelas da anuidade (R$210,00) e no próximo ano fariam uma nova proposta. Bom, eu achei válido, ganhei 10.000 milhas por uma anuidade de R$70,00. Como eu sou viciada em viajar, e não ligo pra carro, pra mim é um excelente negócio. Agora, vc tem que se lembrar que tanto o Fidelidade Tam e o Smiles da Gol/Varig fazem promoções de milhas reduzidas. O smiles fez uma promoção esse ano por 12.000 ida e volta pros trechos da América do Sul. E vale lembrar que América do Sul não se restringe apenas a Argentina e Chile. Eu troquei 20.000 milhas pra uma passagem ida e volta pra Bogotá pra daqui uma semana, vou passar o natal e o ano novo lá. Se eu tivesse comprado a passagem teria gasto no mínimo R$1.200,00, isso comprando com bastante antecedência. Se comprasse agora, a passagem estaria custanto quase R$2.000,00 o que é um absurdo. Sem contar a Venezuela, que também é um destino caro e pode ser usado para conhecer o Caribe Sul, com apenas 20.000 milhas ou na promoção com 12.000. Portanto, acho que vc deve pensar o que é sua prioridade, mas a minha opinião é que milhas sempre valem a pena!

    Responder

    andre gustavo respondeu:

    Obrigado pelos esclarecimentos,Cristiana.Eu realmente tenho dúvidas,mas estou vendo que tudo depende da ocasião.

    Responder

  5. Cristiana says:

    Falando em milhas, o Jornal a Folha de São Paulo tá com uma promoção com o Smiles. Assinando o jornal por um ano vc ganha 8.000 mil milhas. Não sei se já falaram isso por aqui….

    O link:

    http://www.smiles.com.br/smiles/content/institucional/noticias/news_folhasp.htm

    Responder

    Cristiana respondeu:

    A promoção é válida até 31/12/2010.
    E a assinatura custa R$592,20 (3x 197,40)

    Responder

    Dileao respondeu:

    Colega, apenas acrescentando algo a sua informação, vale destacar que a mesma assinatura anual da Folha, nesse preço de R$592,20, ao invés das 8.000 milhas dá direito também a um microondas Bosch de 27 litros de valor de mercado de mais de R$500 reais. Ou seja, entre milhas e microondas, fico com o microondas e levo a assinatura da FSP de brinde!

    []´s
    Dileao

    Responder

    Fábio G respondeu:

    Dileao… tem este truque tambem nas compras nas Americanas.com

    Comprando um bem de R$500,00 voce pode ganhar 500 milhas Smiles.

    ou

    Se tendo um cartão Itaucard, Unicard e outros parceiros do site, conseguir um desconto de R$50,00.

    Ou seja cada milha teria custado R$0,10 (caro hein) rs

  6. Júlio says:

    Acho complicado tentar calcular o valor de cada milha. Mas acredito que compensa se você negociar desconto no valor da anuidade, ficar de olho em promoções das cias. aéreas e transferências de ponto para milha do cartão. Exemplo:
    1: em outubro/2009, o santander dobrava as milhas transferidas para o Victoria TAP, e a TAP emite até 15.12, vários destinos para europa partindo do Brasil pela metade das milhas, ou seja, uma viagem Belo Horizonte-Lisboa (ida e volta) que sairia por 70.000, sai por módicas 17.500 milhas.
    2: O cartão de crédito CITI AAdvantage, algumas vezes já ofereceu a seus portadores, ida e volta aos EUA por 30.000 milhas.
    3: O BB oferece, 1.000 milhas bônus a cada transf. de 10.000, transfira 50.000 em blocos de 10.000, e você terá 5.000 de bônus, mais uma viagem paga de Gol/Varig, você ganha mais 5.000 e sobe para categoria prata no Smiles (Promoção de Upgrade). 10.000 milhas custarão R$ 100,00 (R$20,00 por 5 transferências de pontos BB para milhas).
    Acho que compensa.

    Responder

  7. O valor da milha pra mim é o que se negocia entre os funcionários da empresa que trabalho.
    Aqui, o mercado de venda de passagens com milhas varia de R$35,00 a R$40,00 para cada 1000 milhas.
    Esse mês comprei de um colega 40.000 pontos da TAM por R$1.520,00 ou seja, R$380,00 por cada 10000 pontos.
    Com esses valores em mente, me arrisco até em pagar tarifa para acumular milha.
    Exemplo:
    Promoção do Ourocard Amex que pontua 2,2 pontos para cada dólar.
    Paguei uma fatura de 5 mil reais, vou pagar R$99,50 de tarifa, mas vou ganhar 5945 pontos. Isto é, estou comprando pontos mais em conta do que o que rola na minha empresa.

    Responder

  8. carlos reis says:

    Alguém saberia me informar como faço para utilizar 11000 pontos que tenho na TAP, para ultilizar na TAM.

    Desde já obrigado

    Responder

  9. Vinicius Chaves says:

    Galera, é o seguinte, queria saber se alguem pode me ajudar. Eu não possuo cartão de crédito próprio, eu sou dependente da conta da minha mãe para usar apenas em casos de emergencia, mas as comprar feitas pelo meu cartao tambem contam milha, e eu queria resgatar essasm milhas para a minha conta smiles, mas eu liguei hoje para gol e eles falaram que não podia fazer isso, tinha q resgatar apenas para a conta do titular no caso a minha mãe. Mas o problema é que ja ouvi muitas pessoas falando que ja conseguiram transferir, vocês sabem como devo proceder ou se isso realmente é possível? Obrigado!

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Vinicius,
    Até onde sei as milhas são creditadas em nome do titular do cartão e não dos cartões adicionais. Não sei como funciona isso na conta conjunta…Se você conseguir fazer diferente, depois conta o caminho das pedras.

    Responder

  10. Adriane Lima says:

    Oi Rodrigo, adorei a conversão das milhas em valores financeiros. Vou começar a testar isso em minhas viagens.

    Sei que, quando faço as contas, sempre vale mais a pena gastar as milhas em passagens na américa latina e comprar passagens para a Europa (lembrando que eu saio de Salvador…), sendo que geralmente ao comprar passagens pro Velho Continente vc já está a poucas milhas de pegar 1 passagem na Am. Latina!

    Abraços!

    Responder

  11. Taty says:

    Olá pessoal gostaria de uma informação básica, meu esposo possui o cartão aurea do submarino que acumula pontos smile, não sei nem como funciona, rsrs sempre acompanho as informações deste site sobre passagens que é bom demais, alguém saberia me dizer como funcionaestes pontos smiles do cartão submarino? já liguei para lá, mas é péssimo o atendimento não explicam nada. me ajudem, grata

    Responder

    Fabio G. respondeu:

    Taty, certeza?
    Os cartões que tem acordo o Smiles são esses:
    https://www.smiles.com.br/smiles/content/acumule/parceiros/cartoes_credito.htm
    O Submarino acumula “léguas” e não ” milhas”.

    Responder

  12. Fabio G. says:

    Debatemos em outro topico sobre a oportunidade de pagar contas no TAM Itaucard e nao pagar juros neste mes de dezembro..
    No folder o Itau assim prometia.
    Paguei minhas contas com este cartao e os juros veio.
    Liguei para reclamar e eles vao estornar =D

    Responder

  13. Harpia says:

    Obrigado aos que criaram e conservam este site. Aumentou muito os meus conhecimentos relativos a programa de fidelidade dos cartões ao mesmo tempo que me guiou nas minhas novas escolhas, valeu!

    Gostaria de deixar um pouco da minha experiência também. Acredito que possa orientar outros leitores do blog a tomarem uma decisão na escolha do seu próximo cartão.

    Nunca tive um cartão que gerasse milhas. Sempre tive cartões que geravam pontos que permitem resgates para compra de carros. Há uns 15 anos atrás tive o meu primeiro FIAT Mastercard. Vantagem era resgatar 5% do valor pago (transformado em pontos) em caso de compra de um veículo Zero da FIAT. Como eu era consumidor dos carros FIAT, comprei 3 carros FIAT ao longo dos anos. Esse cartão ainda existe no mercado e se você for consumidor da FIAT basta ver se os pontos resgatados em forma de 5% da fatura será maior ou menor do que uma passagem aérea equivalente. Por exemplo, gasto anual de R$48000 (fatura mensal de R$4000) sendo que 5% deste valor é R$2400. Compare qual a passagem que você conseguiria comprar com R$2400. E veja qual a milhagem que você ganha no seu cartão ao gastar anualmente R$48000. Dá para ir mais longe via milhagem ou pagando R$2400? Se o período aquisitivo for de 2 anos, todos os valores dobram.

    Assim foi até que FIAT não oferecia mais carros da minha preferência. Por isso fazem 6 anos que troquei por Auto Rewards do Citibank. Neste cartão, até versão Gold 3% dos valores pagos são transformados em depósito em conta (se correntista)ou na fatura após compra de QUALQUER carro Zero. Em Dezembro de 2009 lançaram versão Platinum que gera 4% dos valores pagos. Além de usar na compra de carros, pode ser usado no seguro de automóveis via corretora da Citibank na mesma taxa de conversão da compra de carro. São seguros do Porto Seguro e uma outra marca que agora não me lembro. A comparação aqui é quanto dinheiro que você gasta com o seguro do carro OU na compra do carro VERSUS custo da passagem aérea. Vamos simular para o mesmo caso anterior. R$48000. 4% é R$1920. Na prática, já comprei um carro Honda e renovei 2 seguros Porto sem burocracia.

    Agora solicito ajuda dos leitores do blog que entendem mais sobre os cartões de mlhagem para que eu e outros leitores sejam orientados:

    Para consumidores FIAT:
    Com milhagem gerada por R$48000 anuais dá para comprar passagem mais cara do que R$2400?

    Para consumidores de carros em geral:
    Com milhagem gerada por R$48000 anuais dá para comprar passagem mais cara do que R$1920?

    Um abraço a todos e obrigado antecipado pela ajuda.

    Responder

    andre gustavo respondeu:

    Perfeito o raciocínio e vejo que fiz o correto em acumular reais ao invés de milhas com o Ford Unicard

    Responder

  14. Carlos Magalhaes says:

    Estou no programa AAdvantage (American Airlines) fazem uns 20 anos. Resolvi concentrar tudo num programa só, paa facilitar o acúmulo de milhas.

    Tenho o cartão do Citibank Mastercard Platinum, mas me dá somente 1 milha por dólar gasto. A anuidade é sempre “negociada” por telefone e fica em torno de R$14.00 para o titular e grátis os dependentes.

    Tenho também um Diners do Citibank que dá 1.5 milhas por dólar, anuidade foi grátis no primeiro ano e a renovação poderá ser “negociada”, mas não sei a que níveis.

    Como concentro todas as despesas nesses cartões, gasto cerca de R$5.000 mensais, o que e gera uma pontuação razoável por ano, garante a “vida quase eterna” das milhas e facilita a troca por passagem para Estados Unidos (meu destino principal).

    A pergunta é: com esse nível de gasto, qual outro cartão seria mais compensador ter ?

    Responder

  15. César Grub says:

    Na aquisição de meu 1° cartão de crédito ganhei um bonus de 3.000 pontos. Gostaria que alguém me dissesse quanto vale um ponto ! É igual a uma milha ?

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Normalmente sim, mas depende do seu cartão de crédito. Leia bem as regras do programa de fidelidade do seu cartão de crédito para não se frustrar depois.

    Responder

  16. Pedro says:

    Com sei quantas milhas euacumularei se trocar 11ooo pontos?

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.