Queda nas Bandas: Você Acredita em Passagem de Graça?

23 de July de 2009 | Por | 16 Comentários More

Hoje dia 23 de julho, a queda das Bandas Tarifárias que regulam as tarifas dos vôos para fora da América do Sul avança mais um degrau em direção a liberdade tarifária. Agora é permitido as cias (elas não são obrigadas!) a praticarem descontos de até 50% sobre os preços referência  IATA para as rotas reguladas.

Muitos meios de comunicação (jornais, televisões, sites, blogs) por inocência ou por pura falta de conhecimento e senso crítico sobre o tema passagens aéreas vendem a idéia de que a queda das bandas é igual a preços de passagens iguais aos mínimos praticados e disponíveis para todos os consumidores. Prometem o paraíso!

Você realmente acredita que quando atingirmos a liberdade tarifaria, vamos ter passagens de graça nos sites só porque é permitido o desconto de 100% sobre as tarifas base? As cias aéreas vivem de vender passagens aéreas e os preços das tarifas são regulados nos mercados sem bandas pela lei da oferta e demanda, pela concorrência de serviços, pelo preço dos custos operacionais, pelas estratégias de marketing das cias e pela cotação do câmbio. Não é a queda das bandas que leva a queda dos preços como muitos acreditam, mas por outro lado,  a existência delas pode sim evitar a queda de preços.

Quem acompanha as tarifas em mercados outros que o Brasil sabe que promoções de vôos para o Brasil custando menos que 400 USD são raras. Então não espere que esses 356 USD agora permitidos pela ANAC nas rotas Brasil/EUA (ou outros valores agora permitidos) sejam vistos com facilidade e muito menos disponíveis para todo mundo. Ou você acha que ir para Miami vai ficar mais barato que ir do Centro-Sul para o Nordeste, comparando passagens promocionais (isso já acontece quando comparamos tarifa promocional com tarifa cheia), unicamente porque as bandas caíram? Ou só porque há a liberdade tarifária é que a Tam continua vendendo passagem para o Peru por 99 USD como já fez no passado em uma promoção?

Repito mais uma vez, se viermos a ter essas superpromoções e até acredito que teremos algumas em algum momento, essas serão muito mais uma estratégia de marketing que acabarão beneficiando a uns poucos consumidores sortudos do que uma queda generalizada de passagens. Promoção de passagem não é igual a promoção de supermercado, onde todo mundo que comprar do dia X ao dia Y e até o final do estoque consegue pagar o mesmo preço promocional. As tarifas promocionais são restritas a poucas classes tarifárias e portanto acessíveis a um número reduzido de consumidores que compraram primeiro.

Dito isso, continuamos a procurar a tarifa que agrade ao nosso bolso e ao nosso coração mas com o pé no chão e atento para pegar uma ou outra barbada.

Tags: , ,

Category: Consumidor, Promoção

Comentários (16)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Ducinéia says:

    Oi Rodrigo, adoro o aquela passagem, acesso todos os dias. As passagens internacionais baixaram mesmo depois que a Anac liberou, mas é claro que nunca será de graça.
    A imprensa realmente costuma anunciar as coisas sem saber, você tem toda razão. Ainda bem que temos blog sérios como o Aquela Passagem que sempre alertam seus usuários.
    Parabéns pelo seu trabalho.

    bj

    Responder

  2. Andrea Couto says:

    As pessoas confundem as bolas. Liberdade para conceder desconto não quer dizer obrigatoriedade de desconto. A limitação existia para proteger o próprio mercado nacional, que tem poucas empresas. Eu não acredite que mude muita coisa.

    Responder

  3. César says:

    É, Rodrigo. Isso que você falou sobre a raridade de passagens baratas é uma verdade. E uma pena. Vai mudar muito pouco.

    Responder

  4. Ernesto says:

    Eu acredito que a concorrencia, acrescida a possibilidade de se melhorar o preço vai ser benefica ao consumidor, especialmente na baixa temporada e no ultimo minuto, mas nao signfica e claro uma obrigatoriade das empresas de praticarem este tipo de promoção.

    Responder

  5. CINTHIA RANGEL says:

    Rodrigo,
    Hj cheguei em casa e meu marido tinha feito uma simulação de passagem SP/MIAMI/SP, pela Decolar, e achou passagens, para novembro, a U$S 399,00, mais taxas!
    Tentei entrar direto no site da Avianca, mas não consegui.
    Mas é possível comprar, pela Avianca, ida e volta por cerca de R$ 1.040,00 com as taxas!
    Vai a dica!
    Abraços,
    Cinthia Rangel.

    Responder

    David respondeu:

    Amigos, a promoção da Avianca para Miami por USD 399 é verdade. A estadia mínima é de 7 dias e segundo a operadora as viagens devem ser completadas até 15/08*. Pesquisando, encontrei a mesma tarifa na última semana de setembro. Quanto a Avianca, os aviões são bons (longe daquelas sucatas que víamos há uns 10 anos em Guarulhos). O problema é quer quiser fazer compras em Miami pois passará por 2 imigrações, Colombia e Brasil. Abs, David.

    Responder

  6. CINTHIA RANGEL says:

    Uma pergunta: Alguém já viajou de Avianca? É boa? Alguém conhece? Gostaria de mais informações sobre ela. Só sei que é colombiana e nada mais
    Ab,
    Cinthia.

    Responder

    Karine respondeu:

    Cinthia,

    eu conheço a Avianca porque viajo muito para a Colômbia (meu marido é de lá), é a maior companhia aérea do país e tem até um aeroporto só para ela em Bogotá. Os aviões são muito bons e o serviço também! Pode comprar a passagem sem medo! Eu bem que queria ter descoberto esse blog antes de viajar para o Chile e a Argentina, pelas Aerolíneas Argentinas, que, no meu conceito, é a pior companhia aérea que já tive o desprazer de conhecer! Simplesmente um horror, uma única vez para mais nunca na vida!
    Grande abraço, Karine.

    Responder

  7. Mariana says:

    Também achei passagem p/ Miami pelo mesmo preço. Tenho a mesma dúvida.
    A Avianca é uma boa companhia aérea??? Não conheço ninguém que tenha viajado por ela.

    Responder

  8. Mariana says:

    Oi Rodrigo!
    Esqueci de falar..Parabéns pelo site.
    Primeira vez que entro e já está nos meus favoritos.

    Vc viu que a Ryan Air está tentando obter autorização p/ vender alguns lugares p pessoas viajarem em pé? O custo da passagem seria menor. Eles querem fazer isso p/ viagens de até 90 minutos.
    Vc acha que a idéia é viável?Toparia viajar desse jeito?
    Um abraço.
    Mariana

    Responder

  9. Marcelo V Silva says:

    Simulei agora no Kayak com ida pro dia 9/9/09 e volta dia 4/11/09 e tambem consegui os valores de $399 de Guarulhos pra Miami, sendo que com as taxas o total vai pra $550.69. Vejam o resultado abaixo ! UH-HUH Os preços cairam mesmo !!! Agora vamos ver as outras empresas diminuirem tambem !!! E o voo e num A330, que é bem melhor do que o A320 da TAM ! A Avianca nao é daquele Brasileiro ???

    Site Airfare Taxes/Fees Total
    Orbitz $399.00 $151.69 $550.69 Go
    CheapTickets.com $399.00 $151.69 $550.69 Go
    See airline fees

    Depart – Wed Sep 9 2009
    Avianca Aerovias
    Flight 86 Departs: 8:35a
    Guarulhos Intl (GRU) Arrives: 12:25p
    Eldorado (BOG)
    Coach | Airbus A330 (Wide-body Jet) | 5h 50m
    Layover in Bogota, Colombia (BOG) for 5h 50m
    Avianca Aerovias
    Flight 8 Departs: 6:15p
    Eldorado (BOG) Arrives: 10:55p
    Miami (MIA)
    Coach | Boeing 757 (Narrow-body Jet) | 3h 40m

    Return – Wed Nov 4 2009
    This flight leaves on Wednesday and arrives on Thursday.
    Avianca Aerovias
    Flight 7 Departs: 4:00p
    Miami (MIA) Arrives: 7:30p
    Eldorado (BOG)
    Coach | Boeing 767-300 (Wide-body Jet) | 3h 30m
    Layover in Bogota, Colombia (BOG) for 2h 06m
    Avianca Aerovias
    Flight 85 Departs: 9:36p
    Eldorado (BOG) Arrives: 6:21a
    Guarulhos Intl (GRU)
    Coach | Boeing 767-300 (Wide-body Jet) | 5h 45m

    Responder

  10. Marcelo V Silva says:

    No site da Orbitz é legal que podemos escolher datas 3 dias antes e 3 dias depois para trechos que vao ou voltam dos EUA. Eu chequei entre os dias 9/9 e 4/11 e notei que todos os voos da Avianca de segunda a sexta (indo e voltando em dias da semana, o seja, nao em finais de semana) tem o preço total de U$550 de GRU pra MIA. Os preços baixaram mesmo !

    Responder

  11. Marcelo V Silva says:

    Testei algumas datas de volta de Miami e notei que a promocao a Avianca vale para voos até o fim de Novembro. Indo e voltando durante a semana temos passagens pelo valor total de US$550. Se mudarmos a volta pra primeira semana de Dezembro as passagens passam de U$600 na Avianca. Notei tambem que a AeroMexico já tem passagens mais baratas do que semana passada, ou seja, por valor menor do que o minimo anterior, mas ainda mais caras que a da Avianca.

    Responder

  12. Rodrigo Purisch says:

    Atenção ,

    Lembre-se toda promoção tem regras. Aqui prezamos por orientar mais do que dar dicas de promoções:

    Essas tarifas Avianca não são publicadas, ou seja não estão disponíveis para venda pelos GDS. São tarifas acordadas com as consolidadoras = regras mais complicadas e rígidas.

    Eles compram blocos e revendem aos seus consumidores. O site da Avianca está em manutenção e não consegui confirmar se as tarifas estão disponíveis ou não diretamente no site.

    Pessoalmente, sempre prefiro comprar direto no site da cia aérea, depois numa agência de confiança e se não conseguir a tarifa, apelo aos consolidadores. Mas sempre leio as regras dos consolidadores.

    No Decolar não consegui visualizar as regras da tarifa, na minha opinião um erro imperdoável. Mas leia as condições de compra no site aqui

    Antes de comprar leia as regras do Submarino:

    Vôos Internacionais

    – Alterações de datas e/ou horários: permitidas desde que solicitadas com antecedência superior a 48h úteis ao embarque, mediante penalidade de US$ 200,00 ou 20% (o que for menor) mais eventual diferença de tarifa . – Trocas de nome não são permitidas em nenhum momento. –

    Cancelamentos e reembolsos: permitidos desde que solicitados com antecedência superior a 48h úteis ao embarque, mediante penalidade de US$ 200,00 ou 20% (o que for menor). – Taxas de serviço não são reembolsáveis.

    – Prazos para reembolso O prazo para reembolso varia entre 60 e 120 dias , variando de acordo com o procedimento adotado por cada companhia aérea.

    Taxas de serviço Além das regras e restrições impostas pelas companhias aéreas acima, serão aplicadas as seguintes taxas pela B2W Viagens:

    – Alterações de data e/ou horário: taxa de US$ 50,00 ou 10% o que for menor (vôos internacionais).

    – Cancelamentos e/ou reembolsos: taxa de US$ 50,00 ou 10% o que for menor (vôos internacionais). Caso sua administradora de cartão de crédito não aprove o pagamento, as tarifas acima estarão sujeitas a alterações.

    Tendo isso em mente, boas compras!

    Responder

  13. Tibúrcio Barros says:

    Olá,
    Viajo 90% das vezes por trabalho, por isso muitas o custo da passagem não é o fator mais importante, mas a relação de horários e disponibilidade. O que tenho visto ao longo deste ano é uma redução das passagens (ótimo) porém com milhas bem reduzidas.
    Viajei para EUA acumulando apenas 50% das milhas. Estive na ásia pela KLM e acumulei 25% apenas.
    Abraços,

    Responder

  14. Juliana M says:

    Alguem ja comprou passagem pela cheaptickets.com ? O preco ja inclui tarifas como taxa de embarque,
    combustivel ? Estou querendo comprar mas nao sei se o preco inclui tarifas ou nao.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.