Quer Saber Como é Voar de Low Cost na Europa?

7 de April de 2008 | Por | 9 Comentários More

Muitos se perguntam como é voar nas low cost européias, como a Ryanair. Para responder essa pergunta, a Adriane Lima do Blog Áreas de Jogos da Adri fez um post relatando como foi sua experiência na low cost Ryanair.

Vale a pena conferir o post que inclusive já foi indicado pelo Riq no seu Viajem na Viagem.

Tags: ,

Category: Blog e Sites Imperdíveis, O Blog e Amigos

Comentários (9)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Mirella says:

    Você viu que a Air Canada vai (provavelmente) liberar novamente que cacchorros viaje com você??
    Adorei… espero que aconteça.
    http://lesinvasionsbarbares.blogspot.com/2008/04/air-canada-ter-que-voltar-atrs.html

    []s

    Responder

  2. Rodrigo Purisch says:

    Tudo que a Air Canada puder fazer para reduzir custos e aumenta ro lucro ela faz. O negócio dela é cobrar um preço baixo pelo serviço básico e se o cliente tiver interesse ela vende outros serviços adicionais por mais alguns dólares a mais. Acho que ela volta, mas deve criar uma taxa extra…

    Andei notando que as cias têm reduzido a disponibilidade do serviço de transporte de animais . A United chegou uma época a ter uma cartão de fidelidade canino, mas as coisas foram sendo cortadas.

    Uma abraço

    PS: Interessante esse blog sobre o Canadá.

    Responder

  3. Adriane says:

    Rodrigo, obrigada por linkar meu post. É como eu disse já uma vez, vc tem me ajudado um bocado em minhas viagens, então no que puder colaborar compartilhando informação… quero contribuir! Valeu!

    Responder

  4. Paulo Sérgio says:

    Rodrigo, você viu que a Ryanair está sendo acusada de publicidade abusiva? Tudo porque nos preços que divulga a empresa não inclui os valores de outras taxas cobradas por fora do preço. Está em http://edition.cnn.com/2008/BUSINESS/04/09/ryanair.probe/index.html

    Responder

  5. Adriane says:

    Rodrigo, ainda sobre as lowcosts. Vc já ouviu falar do financista que escreveu um livro sobre a Ryanair? Minha irmã descobriu, o nome é Ruinair. Veja em http://carollima.wordpress.com/2008/04/08/ruinair, ela botou as informações do livro lá. Pra começar, o preço do livro é 0,01 euros. Mas com impostos, vai pra 12,99 euros…hehehe….

    Responder

  6. Rodrigo Purisch says:

    Paulo,
    A Ryanair é uma máquina de fazer dinheiro e de arrumar confusão. Acho que ela considera isso uma forma de marketing.. Na Argentina já tiveram uma discussão sobre essas promoções onde as taxas não são expostas. As taxas foram uma das razões que tiraram do ar um serviço do Travelocity que comparava tarifas sem as taxas (elas variam muito).

    Mas sou a favor de que as promoções mostrem o valor final, mas no caso das low cost fica mais difícil, já que cobram por mala, por check in…..

    Adriane,

    Legal o texto. Sua Irmã? De certa forma mostra que existe espaço para todos os tipos de serviço. Cada um escolhe o que melhor lhe serve. Cada momento uma cia, cada bolso uma cia, cada cabeça uma cia. Minha experiência com as low costs foi na Ásia (Jetstar, Air Asia, Bangkok Air). A Air Asia tem o menor espaço entre as poltronas que já voei! Na Europa sempre que precisei nunca consegui um vôos adequado. Optava por pagar um pouco mais numa cia tradicional ou trem.

    Um abraço

    Responder

  7. Edson says:

    Rodrigo, muito legal o blog! Não lembro onde vi a primeira referencia mas só entrei depois de ver na revista.

    Para localizar as low-fare na Europa eu uso o whichbudget.com. Acho que vale a pena pra ter uma idéia inicial de quais cias oferecem voos de ou para determinado destino.

    Responder

  8. Rodrigo Purisch says:

    Edson,

    Obrigado pelas visitas! Esse site é interessante, já conhecia (vou adicona-lo a página das low costs). Uso também o http://www.attitudetravel.com apesar de ter um visual meio poluido.

    Um abraço

    Responder

  9. Sérgio Carril says:

    Uma autêntica mentira…
    Uma autêntica mentira, no passado dia 13/05/2009, ao pretender realizar o Check in, de Madrid para Porto, deparei-me com uma fila no dito check in interminável…. uma fila que se encontrava parada completamente… Ao chegar-me mais próximo do balcão vejo as pessoas a abrir malas trocando roupas de umas malas para as outras…. A razão disto não é nada mais nada menos que uma vontade ENORME de facturar por parte da Ryanair, e explico: Cada pessoa no check in entrega uma mala com o máximo de 15 kg, mas no caso de um casal os kilos mantêm-se… mas atenção não significa que o casal possa transportar 30 kg… Cada mala de cada pessoa só pode seguir com 15 kg cada uma…
    No embarque: Espectáculo, parecia a publicidade do ganhador do euromilhões…
    ou seja ouviamos pelo microfone uma pessoa dizendo que o nosso embarque sería no balcão C42 depois de algum tempo informou que sería no balcão C36 e depois no C41, engraçado não é??
    O cúmulo é que a maioria das pessoas levaram para dentro do avião malas de mão enormes, cheias, o que originou uma falta de segurança pois essas malas não couberam no local apropriado sendo transportadas ao colo de cada pessoa!!! Um dos requesitos de segurança é não transpostar nem sequer um casaco no colo….
    E mais, uma hospedeira durante o embarque queria separar uma criança de 3 anos da sua mãe… ficando a criança num local e a mãe no oposto… Realmente incrível…
    Por incrível que pareça vejo-me obrigado a reclamar por aqui pois não se consegue obter nenhum local/agência (a não ser no aeroporto)da Rynair…
    Incrível foi o facto de o funcionário com o nº 142611 que não se quis identificar de outra forma, que me respondeu depois de eu reclamar dizendo: “ainda bem que não viajará mais na nossa companhia, nós não queremos gente como você!!!…” perante isto fiquei a saber do valor real da Ryanair…
    O fim disto foi a chegada ao Porto 1 hora depois do previsto…
    Agora analisem bem antes de dizerem que a Ryanair é a mais barata…

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.