Rapidinas Do Mundo da Aviação

13 de January de 2010 | Por | 14 Comentários More

Aerolineas já iniciou um vôo semanal direto ligando Buenos Aires a Salvador.  Em março, o vôo ganha mais uma frequência semanal.

Mexicana,  ao completar primeiro ano de Brasil, planeja ampliar frequências semanais e troca do B767 para um A330.  Os preços praticados pela cia mexicana estão ajudando a cia a ter uma ocupação média de 90% na econômica.

Mais uma cia low cost fecha as portas. A principal cia aérea escocesa a Flyglobespan fechou as portas dia 16 de dezembro deixando vários consumidores na mão. Várias outras cias que atuam no Reino Unido praticaram tarifas especiais apra os sem vôos da Flyglobespan…

A a Air India deve reduzir um terço de suas aeronaves até 2011. Retirando aeronaves mais velhas, a cia indiana e candidata a Star Alliance acredita que irá reduzir os custos.

A JAL continua passando pelo pior momento da sua história (suas ações cairam absurdamente). Muitos de seus credores querem que seja decretada recuperação judicial da cia aérea. A cia já anunciou demissão de 15 mil funcionários e tem resistido as propostas de apoio financeiro e parceria da Delta (para inclusive se mudar para a Skyteam) e da American (para permanecer na Oneworld). A proposta de parte do Governo Japonês, no final das contas o dono da cia aérea, é para que a cia se volte para o mercado externo e que as rotas internacionais maios lucrativas passem para a ANA.A única coisa que me tranquiliza nessa história toda é o grande interesse do Governo Japonês em resolver a situação e não acredito que o mesmo irá deixar um passageiro Jal sem suporte, seja qual for a decisão final acerca da cia aérea.

O aeroporto de Cusco no Peru (porta de entrada para Machu Pichu passará a receber vôos noturnos a partir de março. Hoje ele só opera vôos com tempo bom e até as 15-16 horas. Isso vai facilitar a vida de muito turista que chega a Lima na hora do almoço e que acaba tendo que ir a Cusco só no dia seguinte.

O code share entre a American e a Gol  que permitirá que a American use código compartilhado em vôos da Gol dentro do Brasil deve iniciar até o dia 01 de abril de 2010. A mesma nota do Panrotas que dá essa notícia, volta a especular sobre uma cia aérea que a Lan teria intenção de ter no Brasil, a Lan Brasil… Gosto da idéia da Lan Brasil (apesar dela não saber trabalhar sua imagem por aqui), mas também sonho com uma Virgin Brasil…

A Lufthansa atualizou o sistema de entretenimento dos aviões que fazem a rota São Paulo/Munique. A Lufthansa foi uma das últimas grandes cias a implantar a instalação dos sistemas individuais. Pessoalmente acho esse sistemas, principalmente os AVOD (On-demand) essenciais em vôos longos. Infelizmente, não consigo dormir bem e isso ajuda a viagem passar mais rápido.

Tags: , , , , , ,

Category: Cias Aéreas, Notícias

Comentários (14)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Lu Malheiros says:

    Excelente essa notícia sobre Cusco!
    Vou tentar colocá-la num post lá no blog.

    Responder

  2. Sergio SM says:

    Tenho viagem marcada GRU-JFK sexta-feira que vem, e passarei 10 dias na Big Apple. Tive referências muito boas da companhia e foi, de longe, o menos preço (comprei as passagens há uns 6 meses).

    Sobre a JAL, vi agora uma notícia dizendo que trocaram o presidente e que é provável o pedido de falência na semana que vem (http://economia.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1417608). Sei que as operações continuarão normais, ao menos no curtíssimo prazo, mas fica o alerta para quem está pensando em viajar no futuro.

    Em tempo: Rodrigo, ótimo blog! Consulto com freqüência, mas agora só estou começando a contribuir. Abraço e feliz 2010 a todos os leitores!

    Responder

    André Cri-Cri respondeu:

    Sergio,
    Fiz essa rota ano passado pela Jal e te digo o seguinte: se estiver viajando de econômica se prepare para sentar numa poltrona mais apertada ainda do que as dos aviões da Gol.

    Responder

    Sergio SM respondeu:

    Só alegria! Sem dúvida que vai ser na econômica! ($$$)

    A diferença fica por conta de largura ou espaço para as pernas mesmo?

    Curioso é que, consultando os sites de assentos (Seat Guru, Seat Expert etc), a diferença declarada na largura dos assentos, em relação a AA ou outras não é tão grande. Dependendo da aeronave dá uma meia polegada. Ou

    Minha única referência de econômica foi a da Swiss (A340 ida-e-volta para Santiago). Eu, pessoalmente gostei muito e recomendo.

    Abraço e obrigado pela “preparação espiritual”! 🙂

    Responder

    André Cri-Cri respondeu:

    É mais no comprimento mesmo. Pra quem tem pernas compridas, 1 polegada já faz uma tremenda diferença. Quanto ao serviço de bordo, não tenho nada a reclamar. Gostei muito. Você deverá viajar num 747, certo? Se sim, veja se o deck superior está configurado para a classe econômica. No meu vôo de ida estava configurado desta maneira e consegui um assento lá. É um pouco mais tranquilo do que no andar inferior.

  3. Vinícius says:

    A pluna acaba de lançar seu programa de vantagens, o flyclub, igualmente nos moldes do Tudo Azul, com excessão da moeda que é dólar.

    Segundo a Pluna, por enquanto, cada cliente do flyclub que voar 100% Pluna e/ou Aerovip (Pluna Argentina), recebem o flydollars, que equivale a 1 dólar americano.

    Esse crédito é em relação a 5% do valor da tarifa paga pelo cliente, excluindo taxas e impostos. Por ser “dinheiro” você pode abater esse valor numa próxima viagem, em suma cashback.

    O minímo para resgate é de 50 flydollars. O resgate começa no dia 01/03/2010. Como um cia. low cost que a Pluna se tornou, o flyclu é 100% online, tudo feito pelo site da Pluna.

    Pra quem se interessar vá ao https://flyclub.flypluna.com/index.php?fuseaction=Publico.FormularioInscripcion

    A Pluna durante um bom tempo, por ser da VARIG, usava o Smiles. Com o fim da VARIG a Pluna ficou sem um programa de vantagem para seus clientes e agora retoma ele.

    Enjoy!

    Responder

  4. Breno Campina Grande says:

    Gostaria de tirar uma duvida. O dono da jet blue pode criar a azul porque ele nasceu no Brasil quando os sesu pais eram missionarios mormos. Até entao a legislação brasileira exige que o dono de cia.aerea seja brasileiro.
    Essa lei foi mudada para a o futuro presidente chileno Sr. Pinera crie a Lan Brasil?Coisa que na minha opniao seria totalmente positiva.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Breno,
    Parece que a Lan já tem uma cia aérea registrada no Brasil que opera vôos de carga. Não sei como é composição societária. Mas isso não foi problema para aquele grupo estrangeiro comprar a Varig antes de vender a Gol nem para Sir Richard Branson abrir a Virgin USA, que está em mãos de americanos mas tem forte ligação com a Matriz Virgin. Está ainda em tramitação no congresso a lei que aumenta para 49% a participação de capital externo nas cias nacionais.

    Outra especulação é que a Webjet não entrou na parte que o grupo Carlyle comprou da CVC…

    Responder

  5. Vinícius says:

    Essa lei é um grande absurdo. Proteger nossa aviação, enquanto estamos pagando bilhetes altos, muito altos.

    Precisamos de concorrência, não desse mercado fechado. Apesar de tudo, o Collor abriu o mercado de aviação. É hora de nova abertura. Pode ter até 100% de capital estrangeiro.

    Do conhecimento de lei, o que está sendo “mexido” é a participação do capital estrangeiro de 20% para 49%. Além disso, empresas do exterior poderiam vender tickets nacionais, caso haja escala, porém, essa já ficou pra trás.

    Abraço

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Eu sou totalmente a favor de permitir vôos de cabotagem no Brasil quando os mesmos fazem parte de rotas internacionais. Isso aumentaria muito a possibilidade de disseminação de vôos. Não adianta começar um vôo com um 767 em Porto Alegre para ir com pouca ocupação no internacional até o Rio e depois ir para os EUA ou Europa. Se puder transportar pessoas na rota Rio/POA/RIO já ajuda a cobrir parte dos custos e aumenta a oferta de assentos na rota…

    Responder

  6. Vinícius says:

    Outra saída agora pouco do forno…

    A TAP quer operar um vôo entre Campinas e Lisboa. As fontes que consultei dizem que os acertos já estão sendo finalizados e que até o final desse semestre ela deva anunciar o vôo.

    Abraço

    Responder

  7. Marcelo Oliveira says:

    Outra nova: Japan Airlines abadona a Oneworld e vai para a Skyteam.

    “A companhia aérea Japan Airlines (JAL), que passa por graves dificuldades financeiras, concluiu um acordo de aliança com a americana Delta Air Lines, informa o jornal japonês Yomiuri Shimbun.
    As duas empresas assinarão provavelmente de forma oficial o acordo, que autorizará voos comuns, assim que a nova direção da JAL aprovar o texto, destaca o jornal.
    O acordo implica ainda que a maior companhia aérea da Ásia abandonará a aliança Oneworld para entrar no grupo SkyTeam, ao qual pertence a Delta.”
    Fonte: http://noticias.terra.com.br/noticias/0,,OI4208913-EI188,00.html

    Responder

  8. Vinícius says:

    Para quem nãoo tem problemas em viajar de Aerolineas ou anda interessado em viajar por ela, ai vão algumas novidades:

    Em março, ela vai trocar sua frota de 737-300/400 que anda pelo Brasil, por 737-700, mais moderno e rápido (vai ter o ganho de alguns minutos na viagem).

    Já para que está em São Paulo, Rio e Salvador, aí vão outras novidades:

    Em fevereiro começa o AR 1249 que sai de GRU às 07:00 e chega em EZE às 08:55 (hora local) e volta 21:00 chegando 23:47.

    Já em Salvador, mais um vôo semanal (AR 1269 saindo 02:15 e chegando 07:03, já a volta 21:05 chegando 01:32).

    Por fim, Rio os vôos 1255 e 1254 passam a ser diários.

    ¡Hasta luego!

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.