Rapidinhas Internacionais

14 de February de 2008 | Por | Comente More

Planos de expansão do aeroporto de Frankfurt, que incluem uma expressiva redução dos vôos noturnos, estão gerando a ira de diversas cias aéreas que operam naquele aeroporto. Condor, TUIFly e Lufthansa devem entrar na justiça a fim de barrar essas restrições.

Continuam as negociações de venda da deficitária Alitalia. Apesar das especulações, nada ainda definido. A pequena Air One continua no páreo, ingressando inclusive na justiça, contra a Air France/KLM e agora está aceitando parceiros internacionais para dar suporte as suas propostas de compra. Por falar em Alitalia, a Infraero negou a solicitação de um novo vôo ligando o Rio a Roma dando a explicação de insuficiência de slots. Interessante é ver que a pouco tempo o governo dizia interessado em aumentar os vôos partindo do Galeão para desafogar Guarulhos….

Continuam as especulações de fusões no mercado norte americano. A United estaria iniciando conversações de fusão com a Continental diante das conversas entre a Delta e a Northwest.

Mais uma cia estatal que dá prejuízo vai ser vendida. Dessa vez é a Air Jamaica.

A Marsans, dona também da Aerolineas, parece ter desistido da Spanair, deixando assim o caminho aberto para a Iberia comprar a segunda cia espanhola que hoje faz parte da SAS.

O Governo Grego continua sendo pressionado pela União Européia para parar de injetar dinheiro na Olympic Airlines. Essa companhia não para de dar prejuízo, sendo que seu futuro ainda é incerto.

Tags: , , , , , , , , , , ,

Category: Cias Aéreas

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.