Reino Unido: Mudanças nas Regras de Bagagem de Mão

8 de January de 2008 | Por | 4 Comentários More
Como já comentamos na série de posts sobre franquias de bagagens, o Reino Unido impunha uma limitação as bagagens de mão em vôos partindo ou fazendo conexão naquele país que só permitia uma única peça por passageiro independente das regras da cia aérea utilizada.

Com isso, era necessário colocar tudo em uma única bolsa de mão (notebook, bolsa, carteira, bolsa da câmera, livros, nécessaire etc).

Parece que segundo nota publicada no Panrotas, que as regras estão sendo mudadas progressivamente. Em alguns aeroportos já é possível carregar até duas peças de bagagem de mão. Em outros como Gatwick, um dos aeroportos que servem em Londres, ainda se manterá essa restrição por mais algum tempo.

Com isso passa a valer as regras das cias aéreas nos aeroportos que permitem até duas malas (a EasyJet decidiu não mudar sua política, por exemplo). Em outros aeroportos, valem as regras antigas. Essa mudança que passou a gerar regras específicas por aeroportos pode motivar muita confusão e está sendo criticada por muitos, mas defendida pela British Airways.

Tags:

Category: Aeroportos, Bagagem

Comentários (4)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Caixeiro Viajante says:

    Mais uma da Oceanair!

    http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL252363-5598,00-AVIAO+E+INVADIDO+POR+FUMACA+DIZEM+PASSAGEIROS.html

    G-1: vôo Fortaleza-Cuiabá já dura 2 dias

    Responder

  2. Meilin says:

    Oi, Rodrigo, eu vou às Alterosas no dia 18, acho que vou encontrar a Maria Lina do Conexão Paris, será que vc tem agenda livre pra nos encontrar também? Seria um grande prazer. Gde abssss

    Responder

  3. Anonymous says:

    Rodrigo,
    É muito injusto que por causa de unos poucos, tengamos todos que pasar por unos controles de seguridad muy rígidos, mais é assim!
    Tchau

    Responder

  4. Rodrigo Purisch says:

    Carmen,

    Acho que esse negócio de que muitos pagam pelos erros de poucos é mundial…

    Mas se um dia alguém deixar de tomar alguma atitude na intenção de não complicar mais, não faltará alguém para acusá-lo. Portanto não tenho como criticar essas atitudes tomadas na tentativa de proteger esses países. Se faz incomoda. Se não faz, vão achar alguém para colocar a culpa…

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.