RYANAIR: Falem Mal, Mas Falem de Mim!

21 de February de 2010 | Por | 24 Comentários More

Ryanair sempre dá um jeito de parecer na mídia. Muitas vezes,  usa-se de idéias no mínimo polêmicas para chamar atenção para si: viajem em pé nas aeronaves e cobrança pelo uso de banheiros.

Mas dessa vez ela conseguiu se superar mostrando como é sua relação com o consumidor:

Devido ao mau tempo, um vôo que ia do Reino Unido para Lanzarote (Ilhas Canárias) foi desviado para uma ilha a cerca de 30 milhas do destino final. O avião pousou, os passageiros desceram e ficaram esperando o reabastecimento para continuar o vôo até o destino final.  Não é que após o referido reabastecimento, a aeronave decolou deixando os passageiros no aeroporto (onde não existia representação da Ryanair) a sua própria sorte?

Segundo o porta voz da cia britânica, se um vôo é interrompido por condições fora do controle da cia aérea, não se deve nenhum tipo de compensação financeira aos envolvidos….

A Ryanair tem vários fãs, mas eu não sou definitivamente um deles. Ela sim tem preços baratos, mas eu não acho que só isso seja suficiente para deteminar minha compra.  Gosto de quem tem uma relação clara e de respeito com o consumidor. Por isso não vibro com a idéia de sua chegada ao Brasil via Webjet (que recentemente perdeu seu presidente). Acho ainda que no Brasil, pelo menos diante das leis trabalhistas e do nosso código aéreo, ela não conseguiria fazer o que ela faz na Europa sem ter um monte de problemas com seus funcionários, consumidores e orgãos reguladores.

Post baseado em nota do Gadling tuitada pelo Kiko Nogueira.

Tags: ,

Category: Cias Aéreas, Consumidor

Comentários (24)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Gratuidade says:

    Sabia dessa de cobrar pelo uso do banheiro mas dessa de viajar em pé foi o cúmulo do cúmulo. Tão querendo transformar avião em um ônibus. Aliás, ônibus lotado. É sério mesmo isso? Eles fazem isto ou foi “apenas” atitudes implementadas por um tempo? Inovação é preciso, mas também não precisa apelar né!

    Responder

    Vinícius respondeu:

    Viajar em pé é mais sério que cobrar para utilizar o banheiro. E não duvido que isso pegue.

    ¡Hasta luego!

    Responder

  2. jose luiz da costa says:

    Vai pegar sim em viajar em pé, não tem volta, é claro que será uma parte do avião e para viagens curtas, tipo até uma hora e quem sabe no futuro 2/3 horas. Redução do preço da passagem é o que todos querem, nós passageiros e aéreas.

    Responder

  3. Eli says:

    Eu viajo sempre pela Ryanair… Já fui para Holanda, Bélgica, Barcelona, Madri!
    É claro que o vôo é desconfortável, etc etc etc… Mas para viagens curtas é o ideal!!!
    Pagando menos na passagem, você consegue viajar mais… conhecer mais países!!!

    Acredito que as low cost vieram pra ficar!!!
    Sabe pq o brasileiro viaja pouco no seu próprio país???
    Primeiramente, porque as passagens aéreas estão muito caras!!!
    Está na hora de incentivar o turismo!!!

    E mais… final do ano… lá estou eu de Ryanair!!!
    É óbvio que hotel 5 estrelas é melhor do que o de três…
    É vida!

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.