TAM: Mudança de Comando. Aumento de Preços à Vista?

14 de October de 2009 | Por | 3 Comentários More

Tam deve mais uma vez passar por mudanças de rumos.

No passado, a Tam se mostrou atordoada com o rápido crescimento da Gol. Sem a presença de seu fundador, Comandante Rolim, a Tam passou a tentar copiar os passos da Gol. Se perdeu no meio do caminho e acabou por se envolver em um caos devido a retirada súbita de aeronaves de serviço pela ANAC por causa de manutenções simples, mas com prazo vencido. Foi duramente penalizada por um acidente aéreo ainda não bem esclarecido.

Foi buscar na Gol, sua maior concorrente, seu novo presidente: David Barioni. Focou no mercado externo, enquanto sua rival só fazia murchar nas rotas internacionais, fortaleceu seu programa de fidelidade e pôs em marcha o plano de juntar-se a Star Alliance. Conseguiu a seu modo distanciar-se, mesmo que levemente dentro das rotas nacionais, do serviço oferecido pela Gol.

Barioni pediu demissão do cargo de presidente da Tam e assumiu interinamente Libano Barroso em meio a boatos de que o Fernando Pinto, atual presidente da TAP, poderia ser convidado para o cargo.

Muito se especula sobre a saída de Barioni, desde uma possível incompatibilidade com a família  Amaro até uma postura independente demais em relação ao conselho. O futuro de Barioni ainda não foi definido, mas seria um virtual candidato a presidente de uma possível  Lan Brasil ou Virgin Brasil no caso das mesmas saírem do papel, já que o Brasil é carente de profissionais com a experiência dele.

Mas qual foi uma das primeiras declarações do novo presidente da Tam? Que o aumento da demanda de vôos na América Latina dá espaço para o aumento de tarifas.

Entendeu o recado?

Tags:

Category: Cias Aéreas

Comentários (3)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Ô loco! Mas justo agora em que a gente fala em “liberdade tarifária” o cara quer subir o preço? Eu, hein!

    Responder

  2. Vinícius says:

    Eu me lembro que existia uma aérea no Brasil, que trocava de presidente como quem troca de roupa. Ela não existe mais hoje!

    Meu ponto de vista, é que a vermelhinha “chutou” o Barioni por causa da quase perda da liderança, diminuição de tarifas e do crescimento da GOL. Alias, acho que o momento é da GOL… Ela já vem fechando parcerias internacionais importantes, porém, sinto uma certa falta de organização em algumas areas, que precisam ser resolvidas.

    O novo presidente é um cara de finanças e um dos que colocaram na cabeça do Barioni que tinha que aumentar preços. Alias, os preços já aumentaram exatamente no momento da saída do Barioni. Bom, nesse quesito, mais espaço pra GOL, que mudou um pouco as regras do jogo dela (como permanência mínima, pontuação no Smiles, etc) e creio que irá passar a TAM (se não passar agora, vai ser difícil no futuro).

    Bom, vamos deixar as águas passarem pelo rio… Se for o Fernando Pinto a empresa pode experimentar um ótimo futuro, mas creio que a relação com a família Amaro não será diferente. Empresa familiar quando fica grande é um porre!

    Abraços

    Responder

  3. Dileao says:

    Aumento de preços à vista não, JÁ ESTAMOS VENDO. Fui para os EUA agora em setembro com tarifa a R$1.450,00 (compra 40 dias de antecedência). Por curiosidade pesquisei aleatoriamente o mesmo trecho em diversos dias do 1º semestre do ano que vem e não achei nada por menos de R$2.200,00!!! E isso porque o dólar estava a mais de R$1,90 quando comprei, e hoje está a R$1,71!

    Brasileiro sempre paga o pato…

    []´s

    Dileao

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.