Terminal A: Cuidado com o Site

18 de November de 2009 | Por | 3 Comentários More

Na internet todo dia vemos um site de vendas de passagem nascendo pelo mundo afora. Mas um dos grandes está próximo da falência.

O Terminal A, baseado na Espanha, tem uma dívida de 30 milhões de Euros e sofre pressão das cias aéreas.

Essa é uma das razões de porque aqui no Aquela Passagem evito ficar divulgando os vários sites que atuam no mercado vendendo passagens. Fiz a opção por restringir me aos maiores e dar sempre preferência aos agregadores, sites que não vendem, apenas indicam os melhores preços, deixando dessa forma a decisão na mão do consumidor.

A internet abriu muitas portas, mas também oferece caminhos que no futuro podem se revelar mais perigosos que inicialmente pensamos ser.

Obrigado ao Tony pela dica!

Tags:

Category: Planejar e Comprar, Por Sua Conta e Risco

Comentários (3)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. André Cri-Cri says:

    Caramba! 30 milhas! Nunca mais vai sair do fundo do poço!

    Responder

  2. Eu já comprei duas passagens pelo terminal a sem problemas. Mas se for mais cómodo para mim, compro sempre no site da própria companhia.

    Responder

  3. Medeia says:

    Olá!
    Gostaria de agradecer pelas dicas em relação a compra de passagens aéreas com antecedência. Foram muito úteis.
    Aproveito para fazer mais um questionamento:sou funcionária pública estadual(professora),e gozarei de licença prêmio de 30 dias e irei viajar para Madri.
    Minhas dúvidas: 1- Se eu levar um documento oficial da escola em que leciono,explicando que estou em licença, e o dia que devo retornar ao trabalho,irá fazer com que a imigração me veja realmente como turista?
    2-Minha amiga irá me enviar uma carta convite, mesmo assim devo ter os 70 euros por dia?
    Agradeço pela ajuda.
    Abraço.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.