Trombose Venosa Profunda

10 de Julho de 2007 | Por | 6 Comentários More
Novos estudos da Organização Mundial da Saúde revelaram que vôos com mais de 4 horas podem duplicar as chances de ocorrer tal patologia. As chances são de 1 para 6.000, mas do que valem as estatísticas se esse 1 é você? A trombose caracteriza-se pela formação de coágulos dentro do sistema venoso. O risco maior é quando um desses coágulos migra para o pulmão causando a Embolia Pulmonar, patologia de alto risco de vida.

Durante os vôos, a pressurização dentro da aeronave, que é semelhante a existente a 1800 m de altitude, a umidade de apenas 20% e a imobilização contribuem para o edema, dolorimento e desconforto nas pernas.

Ficam os conselhos de hidratar-se bem durantes os vôos, evitar bebidas alcoólicas, fazer pequenas caminhadas em vôos mais longos (nem que seja em direção ao lavatório de 3/3 horas), ginásticas com os pés e pernas. Passageiros usuários de anticoncepcionais ou reposição hormonal com estrogênio, com história pessoal ou familiar de trombose, gravidez, cirurgia ou trauma recente, câncer, portadores de algumas patologias sanguineas, fumantes, obesos e portadores de varizes nas pernas devem ter um cuidado maior. O uso de meias elásticas de média compressão podem ajudar em muito na prevenção.

O problema tem sido discutido na União Européia que avalia a normatização do espaço entre as poltronas nas cias aéreas, que vem se reduzindo principalmente nas low costs, para facilitar a movimentação dos passageiros.

Quer saber o espaço entre as poltronas de várias cias internacionais? Então visite o Uk-air.net.

Category: Para um vôo tranquilo

Comentários (6)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Anonymous says:

    Rodrigo, eu siempre tomo una aspirina antes de coger um avión e intento mover las piernas e beber muita agua.
    Obrigada por los consejos los seguiré agora que voy a hacer un viaje largo en avión.
    Ate logo.
    Carmen

    Responder

  2. Henrique says:

    Rodrigo, tomar dois AAS infantil antes de voar e usar meias de compressão também ajuda bastante a evitar problemas.

    Responder

  3. Rodrigo Purisch says:

    Henrique e Carmen,
    não citei o AAS (aspirina)por duas razões:

    Não há ainda um consenso na literatura sobre os benefícios do uso do AAS momentos antes de uma viagem. O uso contínuo tem benefícios comprovados em determinadas situações.

    Como se trata de uma medicação, apesar de comun, ela deve ser usada com indicação médica. Pessoas portadoras de algumas patologias sanguineas, alterações gástricas, idosos, entre outras situações estão mais sujeitos a efeitos colaterais indesejados.

    Responder

  4. Elisa says:

    Oi Rodrigo,
    só hoje, quase dois meses depois que vc escreveu, é que eu li este seu post. Não tinha visto antes, acho que eu estava viajando e qdo estou fora não chego nem perto de computador.
    Esse é um assunto importantíssimo e que eu mesma nunca tinha me alertado, pois sempre achei “tão distante”…
    Mas agora vou precisar rever minha maneira de viajar , pois eu sou daquelas pessoas que entro no avião e durmo a viagem inteira, pouco tomo água justamente para não ir ao banheiro.
    Até hj sempre escolhia meu assento na janela, sentava lá e só levantava, no máximo uma vez qdo o vôo tinha mais de 10 horas. Agora vejo que faço tudo errado, quantas e quantas vezes fui de São Paulo a Roma e dormia o vôo inteiro?
    Obrigada pelo alerta.

    Responder

  5. Rodrigo Purisch says:

    Elisa,

    Não precisa pânico. O interessante é conhecer os fatores associados a trombose. Leia esses textos (inglês)

    http://whqlibdoc.who.int/publications/2007/9789241580397_2_eng.pdf

    http://www.asma.org/publications/paxguidelines.doc

    Use meias de média compressão (tipo Kendal ou Sigvaris), hidrate bem (evite alcool, que ajuda na desidratação). Vá ao Banheiro, nem que seja só para passear.

    Risco existe em várias das nossas atividades diárias, mas se tivermos informação, podemos reduzi-los.

    Um abraço

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.