Turkish: Mais Próxima do Brasil

20 de November de 2008 | Por | 18 Comentários More

A cia turca Turkish Airlines, cia Star Alliance, deve iniciar as operações no Brasil em março de 2009. Segundo o Panrotas, a cia já pediu autorização a ANAC e vai começar as negociações com a Infraero em breve.

Está previsto dois vôos semanais ligando São Paulo a Istambul via Dakar com um A340-300.

Ótima notícia para nós que desde que lemos a série de posts do Arnaldo Interata no blog Fatos e Fotos de Viagens sobre a Turquia, colocamos o destino na nossa lista de desejos! O vôo deve incluisve facilitar a vida de quem vai para a Grécia e sua ilhas.

Tags:

Category: Cias Aéreas, Novos Vôos

Comentários (18)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Arko says:

    2008… 2009

  2. puigllum says:

    Prezado Rodrigo:

    É excelente a notícia de possíveis operações da Turkish no Brasil.

    Depois da bancarrota da VASP, que tinha vôos a Atenas, o caminho até a Turquia, Grécia, Israel e demais países do chamado Oriente Próximo ficou muito mais longo, obrigando-nos a fazer conexões na Europa, quando seria muito mais cômodo sair num vôo direto do BR.

    Saudações,
    puigllum

  3. Fabio Caruso says:

    Será mais um portão de entrada na África referente à escala em Dakkar, pra quem quer ir ao Senegal tem que ir até a Europa e isso encaresse a tarifa.

  4. Rosa BSB says:

    Rodrigo, a Gol está com preços exorbitantes para dez/jan. Passagens mais caras que a TAM. Esperar a Azul pra ver.

  5. Rodrigo Purisch says:

    Arko,
    Obrigado! Tenho que dar um jeito de não fazer esse posts de madrugada meio acordado meio dormindo.. Esses erros estão ficando frequentes e não me agrada isso.. O pior é que só sobra esse tempo para mim..

    Puigllum e Fábio,

    espero que as tarifas ajudem também. Como a Tam vai entrar na Star Allinace corre o risco de um code share dela com a Turkish também.

    Emirates, Korean, Turkish, novas cias chegando ou voltando ao Brasil. Bem que a Singapore poderia seguir o exemplo.

    Rosa,

    Esses preço estão absurdos faz tempo, mas na alta temporada o negócio deve ter piorado mesmo..

    Um abraço

  6. jorge moraes says:

    Só não entendi a escala em Dakar. Não há demanda para o norte da Africa. E se a Emirates consegue ir de SP a Dubai sem escalas num B777, acho que dá pra ir sem escalas de SP a Stambul num A340.

  7. puigllum says:

    Isso me faz de há muitos anos, certamente muitos desta lista nem eram nascidos, a LAP (Linhas Aéreas Paraguaias) fazia escala em Dacar, em vôos à Europa; a Aeroflot, aerolíneas soviética, que tinha vôos a MOntevidéu, fazia escala em Tunes, em vôos idem.

    Saudações
    puigllum

  8. puigllum says:

    Corrigindo:

    Isso me faz lembrar de há muitos anos, certamente muitos desta lista nem eram nascidos, a LAP (Linhas Aéreas Paraguaias) fazia escala em Dacar, em vôos à Europa; a Aeroflot, aerolíneas soviética, que tinha vôos a Montevidéu, fazia escala em Túnes, em vôos idem.

    Quem sabe já não seria antecipando uma importância comercial que a África passará a ter na era que se inicia com Obama nos E.U.A.

    No dia de divulgação dos resultados das eleições, viam-se muitos Chefes de Estado (e o povo, principalmente), em muitos países africanos, jubilosos, na esperança de que aquele continente, finalmente, entrará numa rota obrigatória de negócios internacionais, não somente exploratória de seus inúmeros recursos, como sempre foi até agora.

    Saudações
    puigllum

  9. Ernesto says:

    Por curiosidade: alguem aqui já voou com a Turkish? Como era a ponutalidade, espaço na classe economica, e serviço? Recomendam?

  10. Emília says:

    Rodrigo, fico feliz com a notícia! Gostamos muito da Turkish, apesar de ter tido só um vôo. Pontual, bom serviço e comida.

  11. Rodrigo Purisch says:

    Jorge,

    A escala pode ser até uma forma de aumentar a ocupação no vôo numa primeira fase. Se não me engano a OceanAir cogitou voar para Dakar. A indústria do petróleo (Petrobras entre outras) é forte por lá e muitas cias brasileiras tem interesses comerciais. São esses passageiros a negócio é que pagam as tarifas mais altas.

    Puigllun,

    Infelizmente a África parece que só conta por aquilo que ela pode fornecer…

    Esse vôo da Aeroflot levou a Tunísia a receber um monte de turistas brasileiros pois era um pacote de férias bem em conta na época. Me lembro de uma reportagem na Veja sobre esses pacotes..

    Emília e Ernesto,

    Quem sabe o Aquela Passagem não vai conhecer as belezas que o Arnaldo mostrou voando de Turkish…

  12. Nelson says:

    VIAJEI AGORA (OUTUBRO 2009) PELA TURKISH. MEIA-BOCA. O AVIÃO NÃO FOI (NEM NA IDA NEM NA VOLTA) O ANUNCIADO AIRBUS 340. ERA UM 320. O ATENDIMENTO DOS COMISSÁRIOS, DE 0 A 10 É 4. TINHA UM CARA ESPECIALMENTE GROSSO QUE NEGOU A UMA PASSAGEIRA UM LANCHE (SANDUÍCHE) DIZENDO QUE HAVIA ACABADO (!!!!!!). UM DOS BANHEIROS (ECONÔMICA) NÃO TINHA ÁGUA NO LAVATÓRIO. A ESCALA EM DAKAR É UM PÉ NO SACO PORQUE VOCÊ FICA DENTRO DO AVIÃO (DEMOROU 1,30H), SOBEM MEIA DÚZIA DE PASSAGEIROS E FIM. VOCÊ FICA O DIA INTEIRO DENTRO DO AVIÃO. E SE VOCÊ QUISER FAZER UM CARTÃO DE MILHAGEM NEM TENTE PORQUE VOCÊ PREENCHE NO SITE INTERNACIONAL E OS CARINHAS NEM TCHUM. NÃO RECOMENDO A TURKISH. É MELHOR IR VIA PARIS OU OUTRO PONTO DA EUROPA.

  13. Rodrigo Purisch says:

    Nelson,
    A320? tem certeza?

  14. Clarice says:

    A partir de 28 de março de 2010 os voos da Turkish Airlines serão diretos, São Paulo a Istambul, sem escalas. O Airbus A340-311/313 é a aeronave utilizada na rota Istambul / São Paulo / Istambul.

    Alguém já experimentou esse voo non stop?

  15. Clarice says:

    Esqueci de deixar este link: http://www.flyturkish.com.br/portal/

  16. Celso says:

    O A 320 nunca voa nessa rota e nem tem autonomia para tal. Turkish é companhia de primeira linha, 4* segundo o site SKYTRAX.

  17. CHEIKH DIOP says:

    I would like to know the price between Sao Paulo and Dakar(Senegal).
    Thank you.

  18. Rodrigo Purisch says:

    Now the flight is direct. There isn’t a stop at Dakar anymore.

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.