Vale ou Não Vale Emitir uma Passagem com Milhas/Pontos?

15 de December de 2009 | Por | 13 Comentários More

Antes de tudo é bom lembrar que as passagens emitidas com milhas ou pontos, chamadas de passagens prêmios, são passagens associadas com um grande número de restrições para mudança de datas ou rotas e podem ser associadas com multas elevadas no caso de você precisar alterá-la. Não podemos esquecer  também que essas passagens são disponíveis para emissão em número limitado e que nem sempre conseguimos emiti-las para voar nas  datas originalmente  desejadas e que para algumas rotas, a emissão gasta, além de muitas milhas, muito tempo no site, telefone ou loja da cia aérea e pode envolver funcionários não muito entusiasmados na emissão desse tipo de passagem. Paciência e sorte (variável dependendo da época do ano e rota) são pré-requisitos para emitir uma passagem com milhas.

Quando vale ou não vale emitir uma passagem com milhas ou pontos?

Como regra (onde existem várias exceções), passagens que envolvem grandes deslocamentos e um número reduzido de milhas, passagens one way (só ida ou volta), passagens com preços mais elevados como os vistos na alta temporada, em datas festivas ou passagens de última hora tendem a ser mais interessantes para emissão com milhas. Uma passagem Porto Alegre/Belém tende a ser uma opção melhor que Porto Alegre/Curitiba já que na tabela básica gasta-se o mesmo número de milhas na emissão de ambas. Uma passagem do Brasil para Vancouver no Canadá tende a ser uma opção melhor que uma em direção a Miami nos EUA pelo mesmo motivo.

Mas você pode optar por meios mais palpáveis para tomar essa decisão:

Já tendo a rota e datas definidas, procure conhecer o preço em dólares das tarifa (sem taxas) disponíveis para emissão. Procure conhecer tanto o valor da menor tarifa na cia(s) onde você poderia emitir passagens usando milhas quanto as tarifas mais baixas da concorrência.

Procure então saber quantas  milhas seriam necessárias para emitir aquela passagem nas mesmas datas e rota desejada.

Agora você tem duas opões de cálculo:

Se você é extremamente organizado e sabe o quanto pagou pelas suas milhas acumuladas, então você vai multiplicar o valor gasto em média (em dólares) para cumular cada milha pelo número de milhas necessárias para emitir a passagem desejada. Compare então esse valor com o valor que você pagaria para comprar uma passagem semelhante na mesma cia aérea e na cia que possua o menor preço e que ao mesmo tempo ofereça um serviço que atenda suas necessidades.  Se a diferença for muito grande a favor das milhas, então emita sem dó. Se o valor for semelhante, pense bem e veja se as restrições impostas pelas passagens prêmio podem fazer ou não diferença na sua viagem. Se fizerem, então deixe as milhas guardadas (mas não por muito tempo!) e compre a passagem. Se a passagem comprada sair mais barata, a não ser que suas milhas estejam vencendo ou que você não tenha caixa para bancar a compra de uma passagem e ao mesmo tempo realizar a viagem do jeito que você queria,  o negócio é deixar as milhas para uma oportunidade melhor.

Se você não tem idéia de quanto gastou para acumular milhas ou gosta de valorizar a mercado as milhas acumuladas, então dê um valor de 2 centavos de dólar a cada milha acumulada. Esse é o valor que normalmente as cias vendem milhas aos seus parceiros (leia mais neste post). E faça as contas da mesma forma que escrevi acima.

No próximo texto vou falar um pouco sobre se vale ou não vale a pena pagar taxas no cartão para cumular milhas pagando contas no cartão de crédito!

Gostou do tema? Então leia mais outros textos mais antigos, mas cuja informações básicas continuam atuais:

História dos programas de fidelidade.

Programas: Um custo ou uma fonte de lucro para as cias aéreas?

Milhas Aéreas: Acumular ou não acumular?

Tags:

Category: Programas de Fidelidade Aérea

Comentários (13)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Vinícius says:

    Um outro fator para emitir com milhas é o seu próprio caixa… No Brasil, eu faço emissão de passagens prêmio, em especial na TAM que não têm blackout em trecho doméstico, limite de assento e aumento de milhas na alta temporada, para emitir as passagens, uma vez que se eu for adquirir as mesmas o preço será bem salgado.

    É importante lembrar que devemos concentar nossas milhas em um único programa ou no máximo dois. Ter vários programas polveriza suas milhas e seus sonhos de emitir uma passagem prêmio.

    Outra coisa é ter um programa de milhagem “forte”, por exemplo, com a Star Alliance no Brasil via TAM, vou inutilizar o Fidelidade. Pense que se você tivesse utilizado outro no tempo da VARIG, você não estaria preocupado com o que vai acontecer com suas milhas Smiles e também em quem vai emitir. Além disso, é possível comprar milhas em alguns programas, o que pode facilitar muito sua vida, porém, veja com atenção todos os programas associados a aliança e a situação da empresa na aliança também. O critério em alguns casos para emitir um trecho no Brasil pode ser maior que o da própria TAM, por exemplo.

    Um abraço.

    Responder

  2. Ótimo site!! Acabei de descobri-lo e já virei fã! Parabéns!

    Responder

    Adriana respondeu:

    Rodrigo, Parabens pelo blog . Realmente excelente.
    Que 2010 seja de altos voos para vc .
    Agora, me de uma dica : Quero fazer up-grade de uma passagem da TAP da classe economica para executiva . Tenho milhas no Smile e TAM. COmo posso proceder esta transferencia ? Quais deles sao parceiros e qual o valor deste upgrade ?

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Adriana,
    Quem tem acordo com a Tap é a Tam.Mas o acordo não envolve upgrade. Quando a Tam entrar na Star Alliance, deve poder ser possível já que upgrade é um dos tipos de prêmios Star. Usar pontos para upgrade em vôos Tam é algo possível, mas não vale a pena. Para poder fazer o upgrade você terá que comprar uma tarifa mais alta, normalmente quase tão cara quanto uma executiva promocional e ainda usar um número muito alto de pontos. Leia mais aqui: http://www.tam.com.br/b2c/vgn/v/index.jsp?vgnextoid=93a91e3780513210VgnVCM1000000b61990aRCRD

    Responder

  3. Eduardo Luz says:

    Rodrigo, excelente a série sobre milhas. Como sempre!!
    E vou lá responder a pesquisa ( e quem sabe ganhar uma passagem… haha).
    Abs.
    Iremos pra França de Air France em fevereiro. na volta, passo o já famoso relatório.

    Responder

  4. Parabéns pelo Blog, espero ajudar também com algumas experiências.
    Tenho e uso com frequência o Fidelidade da TAM, aprovo o sistema e nunca tive dificuldade em emissão de passagens.
    Muito do que eu pensava sobre os programas de fidelização vocês deixaram mais claros no blog.
    Parabéns!!!

    Gustavo
    http://www.viajarepensar.blogspot.com

    Responder

  5. Nelson Breitman says:

    Prezado Rodrigo, parabéns pelo blog, leio sempre com atenção as atualizações por e-mail. Com relação ao cálculo das milhas, achei bastante coerente a conta de 2 centavos de dólar por milha. Lembro apenas que deve ser incluída na conta a quantidade de milhas que se deixa de ganhar ao emitir a passagem com milhas (ex: ao emitir uma passagem para os EUA normalmente se deixa de ganhar cerca de 10 mil milhas, que se ganharia caso a passagem tivesse sido comprada – e milhas voadas sempre são “melhores”, podem acarretar um upgrade no programa de milhagem, etc)

    Responder

  6. Ricardo Pascutti says:

    Caro Rodrigo e amigos, parabéns pelo ótimo trabalho. Primeiramente desculpem se estou postando em local errado, mas estou com uma dúvida.
    Vale a pena emitir uma passagem premio TAM pra os EUA agora ou espero a entrada do Star Aliance?
    Já tenho os 40mil pontos necessários para uma troca em baixa temporada e pretendo viajar no fim de abril. Meu desejo era viajar para Las Vegas.
    Com a entrada no Star, a quantidade de milhas será modificada? Os destinos MIA – MCO – JFK serão mantidos na pontuação de 40mil?
    O que me indicam?
    Muito Obrigado pela ajuda!
    ricardo

    Responder

    Vinícius respondeu:

    Ricardo,

    Emita. Não espero que eles entrem de vez na Star, pois, ela vai envolver reformulações no fidelidade, logo, algum requisito pode ser alterado e isso pode envolver o resgaste deprêmio.

    Como o Rodrigo sempre diz aqui: “Milhas não são poupança”, ou seja, use sempre que for necessário.

    Abraço

    Responder

    David respondeu:

    Caro Nelson, vc já pesquisou se o trecho está disponível com 40000 pontos? Estou perguntando pois recentemente fiz uma pesquisa para o voo SAO-MIA e não tinha nenhuma disponibilidade nesta faixa de pontuação.

    Responder

  7. Cynthya says:

    Estou precisando de uma orientação de vcs,meu marido tem milhas o suficiente para irmos à europa em setembro (não foram transferidas ainda nem para o smile e nem para tam).

    Me informei na tam e como a viagem começa por um país e terminar por outro, teremos q nos dirigir à uma loja tam,mas qdo simulo as datas não tem vaga, e na simulação da gol só por telefone, o q vcs me aconselham, grata.

    Responder

    milon respondeu:

    Antes de tranferir os pontos ligue para as centrais de atendimento tanto da tam como do smiles e veja quais tem ou qual tem teste mais de uma data pegue um periodo de pelo menos 5 dias de ida e 5 de volta para maior segurança. Conforme a pesquisa tranfira seus pontos. Na minha experiencia recente tá bem mais facil o smiles que o fidelidade da tam. Se o seu cartão permitir a tranferencia para o victoria da tap de uma olhada nele pois parece estar mais facil ainda que o smiles da gol para emitir passagens. Boa sorte e conte para nós sua experiência

    Responder

  8. Celia says:

    Oi Rodrigo,
    Acompanho sempre o seu ótimo blog. Não sei se este é o melhor post para perguntar isso, mas se não for, você pode transferi-lo para um post que tenha mais a ver com o assunto. Preciso de dicas do Onepass. Estou acompanhando o calendario de milhas pelo Continental.com diariamente porque quero emitir 2 passagens para 21/07/2012 para Orlando. Mas todo dia abre mais um dia no calendário de julho de 2012 e já amanhece “todo branco”, ou seja, sem passagens de 30K milhas, só 50K em diante. Será que o pessoal emite durante a madrugada? Junho/2012 tem vaga de milhas a vontade! Voce já passou por isso ? Tem alguma explicação para essa situação estranha?Por favor me dê uma luz nisso.
    Obrigada.
    Celia

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.