Varig: Negocia Acordos com Outras Cias

3 de July de 2007 | Por | 6 Comentários More
Segundo o Panrotas, os representantes da Varig presentes em uma das várias reuniões com a imprensa visando divulgar os planos da nova administração, relataram que a Varig está tentando acordos com outras cias que atuam nos destinos a serem operados pela Varig. Esses acordos têm a intenção de facilitar a distribuição de seus passageiros pela Europa a partir dos aeroportos onde ela atua e virá atuar. Foram citadas a Alitalia, Iberia, Spanair, British, KLM/Air France e até Lufthansa que acabou de fechar um acordo mais amplo com a TAM.

Interessante que nada foi falado ainda de parcerias mais amplas envolvendo o Smiles. A Alitalia passa por um momento Varig na Itália, a Iberia anda com uma imagem desgastada junto aos consumidores como podemos ver na caixa de comentários sobre os 80 anos da cia e a Spainair está a venda. No caso da Air France/KLM seria um caminho natural, já que a parceria com a TAM não deve durar muito e a British não tem acordo maior com nenhuma cia no Brasil. Mas a surpresa fica com a Lufthansa que firmou um acordo mais amplo com a TAM, envolvendo até programas de milhagem, a ser implantado em breve. Representantes da mesma Lufthansa chegaram a dizer que a TAM seria uma ótima parceira para a Star Alliance.

Gosto da Varig, apesar de ter sido mais fiel ao Smiles do que a cia propriamente dita, mas recentemente vi um relato da situação vivida pela Gol na tentativa de reestruturar a Varig no Fórum do Contato Radar e fiquei menos otimista quanto a um futuro próximo. Continuo otimista em relação a união Gol/Varig em um futuro não tão próximo.

A Gol vai ainda levar um tempo para reorganizar a casa e até que seja aprovada a compra pelo CADE e uma subseqüente sinergia entre a Gol e a Varig não se pode esperar muito. Enquanto isso e para não perder suas rotas, ela vai manter seus vôos da forma que for possível, mesmo que implique em usar aeronaves não tão modernas e com interior sem tantas amenidades como as concorrentes.

Como as tarifas são reguladas pela a ANAC, o que é bom, por um lado, para Varig já que seus clientes vão pagar valores próximos a clientes de outras cias.

Por outro lado, o que pode minar a Varig nesse período de reorganização é a sensação de estar pagando o mesmo por muito menos, o que pode levar os passageiros a procurar as concorrentes e talvez nunca mais voltar.

Tags:

Category: Cias Aéreas

Comentários (6)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Gabriela says:

    Rodrigo:
    Venho aqui (desculpe o mau jeito…) responder ao seu comentário no VnV
    Não conhecia o Kayak e gostei (não dá para ver várias hipóteses de tarifas consoante os dias??? Não vi com muita atenção…).
    Eu uso sempre vários ao mesmo tempo ou sequencialmente. Mas tenho-me dado bem com o momondo, já percebi que não é muito exacto com as low cost, mas numa das janelas diz quais são as existentes para aquele percurso e vou lá directamente verificar.
    Embora as use intensivamente, não sou de confiar 100% nas máquinas, por isso sou muito intensiva em trabalho nas minhas pesquisas, isto é, procuro sempre vários sites alternativos até estar certa da minha escolha. Como em Portugal ainda não temos assim tantas companhias de aviação alternativas disponíveis, ainda vou dando conta do recado. Fica mais complicado quando ponho, por exemplo, a hipótese de ir apanhar o avião a Madrid (nunca fiz, mas já faltou mais…).
    Um aspecto muito importante nas minhas pesquisas é o preço final. É que eu, normalmente, viajo com 3 crianças e o preço para os 5 nem sempre é previsível (às vezes os sites nem sabem dar a resposta!!!). Há situações em que as low cost não compensam tanto assim pois, pelo que tenho visto, não têm descontos para menores de 12 anos…
    Fiquei muito honrada com a resposta de um reputado especialista… E passarei a incluir o Kayak nas minhas pesquisas. Também voto nesse trio “skyscanner-kayak-momondo”

    Responder

  2. Rodrigo Purisch says:

    Gabriela,

    Nós aqui também não temos muita competição em rotas nacionais. As tarifas internacionais saindo do Brasil tem tarifas reguladas pela a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e superpromoções são raras.

    Essas máquinas de busca são muito úteis para a Europa e EUA já que a competição tarifária é maior.

    Você está correta, uma grande falha dessas máquinas virtuais de busca é o fato de que poucas aceitam buscas incluindo crianças.

    Concordo também que muitas (não poucas) vezes as cias tradicionais são mais interessantes (franquia de malas, aeroportos, desconto para crianças e serviços melhores) que as low cost, prinicpalmente quando se planeja com antecedência. Mas tem espaço para todo tipo de passageiro.

    Qaunto ao Kayak você pode buscar datas próximas mas é necessário fazer um cadastro. eles tem ainda um serviço (o travelocity tinha um igual para tarifas fora dos EUA) que informa por e-mail quando uma determinada tarifa caiu de preço.

    Reputado especialista é um pouco demais…A vantagem da WEB2.0 é que todos podemos construir a informação juntos.

    Um abraço

    Responder

  3. Gabriela says:

    Caro Rodrigo:
    Obrigada pela sua resposta.
    Vou-me inscrever no kayak logo que possa para poder beneficiar desse serviço.
    Acho que um dos segredos que ainda não domino bem é planear com antecedência, nunca sei quando devo parar de planear para passar a tomar decisões e no que toca a tarifas aéreas pode sair caro!!! Há uns meses paguei na Aerlingus o dobro por tarifas para Dublin para os 5, por ter esperado um mês… Viver para aprender!!!
    Vamo-nos vendo por aqui e lá no VnV.
    Um abraço de volta.

    Responder

  4. Diogo says:

    Show Rodrigão…

    Todo o tipo de aliança é bem-vindo, na medida em que beneficia o passageiro e traz mais atrativos!

    Um abração, Diogo

    Responder

  5. Marcio Nel Cimatti says:

    Tomara que fechem logo!

    E que busquem novas rotas!!

    Abs!

    Responder

  6. Rodrigo Purisch says:

    Tomara que o Smiles seja incluído nesses acordos e que possamos viajar nos vôos transatlânticos dessas cias. E que chegem logo os novos aviões e que venham melhores que esses 2 que fazem a rota para Frankfurt. Torço pela Varig, mas vou voar nela apenas quando ela começar a oferecer um serviço (aviões e atendimento) mais próximo das concorrentes.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.