Varig/Gol a um Passo da Aprovação pelo CADE

26 de March de 2008 | Por | 4 Comentários More
A compra da Varig pela Gol recebeu finalmente o parecer positivo da Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda em conjunto com a Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça. Esses dois órgãos recomendaram a aprovação do negócio ao CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Ficou apenas o grifo de que a união Varig/Gol gera uma redução da concorrência em Congonhas e sugere uma melhor distribuição dos slots pela ANAC.

Espera-se que após a aprovação do CADE, as parcerias entre a Varig/Gol e outras cias aéreas comecem a aparecer. Está mais do que na hora!

Está explicado a demora na aprovação de um negócio que teve todo o apoio do governo: ele tem que passar por um sem número de órgãos antes de ratificar o que o governo na prática já tinha ratificado….

Tags: ,

Category: Cias Aéreas

Comentários (4)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Anonymous says:

    Simulei a compra de uma passagem de 700 reais na promocao atual com cartao voe facil da Gol. TODAS as opcoes de pagamento JA incluem juros — ou seja, para comprar bilhetes promocionais o consumidor se ve obrigado a pagar juros (mesmo que em apenas duas parcelas). Um absurdo. Sera que nao fere o codigo do consumidor? Ed

    Responder

  2. Anonymous says:

    entao o jeito é encarar uma madrugada para comprar a passagem e como sei as cidades q estao dentro dessa oferta

    Responder

  3. Anonymous says:

    e mais essa promoção acontece nos dia 27 e 30 de março ou até o dia 30 com o valor de R$ 46,00 reais para ir e mais 46 p voltar?

    Responder

  4. Rodrigo Purisch says:

    Ed,

    Eles não dão nada sem pedir algo em troca…

    Mas pode-se comprar sem o cartão, usando um cartão de crédito comum.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.