Viajando com seu Animal de Estimação

16 de February de 2011 | Por | 3 Comentários More

Se você viaja com animais de estimação, vale a pena ler a série de post produzida pelo blog Inquietos.

Tem uma série de conselhos úteis para a tomada de decisão de levar (ou não) um pet na viagem, para o pré-viagem, para o embarque e até um alerta de como as coisas podem sair erradas mesmo o consumidor tendo feito tudo corretamente. O pior é ainda ter que lutar para ter alguma resposta sobre o ocorrido. Olha que isso não é restrito ao Brasil não!

Vale lembrar que cada cia aérea tem suas regras para transporte de animais. Tem cia que não aceita mais transportar animais, outras só aceitam dentro da cabine e outras que aceitam, mas por valores variados.

Category: Cias Aéreas, Consumidor, Dicas de Viagem, Para um vôo tranquilo

Comentários (3)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Ernesto says:

    Alem do relato ser interessane, vale a pena ler um relato autentico sobre o total descaso da TAM com o simpatico buldogue frances da nossa amiga.

    Responder

  2. Janaina says:

    Só para lembrar, para os casos de viagens internacionais, o passageiro deve tirar o CERTIFICADO ZOOSSANITÁRIO INTERNACIONAL (CZI). Esse documento é exigido por todos os países. Não basta levar apenas atestatos de vacinação, microchip, exames etc etc…

    A emissão do CZI é feita pelo Vigilância Agropecuária Internacional (VIGIAGRO), do Ministério da Agricultura do Brasil. Para verificar as exigências de cada país, entre no site do Ministério (www.agricultura.gov.br), clique em “Animal”, depois em “Exportação”, “Animais de Companhia” e “viagens internacionais”.

    Para o retorno ao Brasil, também é necessário tirar o CZI no país estrangeiro, pois esse documento é exigido na entrada no Brasil. Em alguns países (como nos EUA), o passageiro vai até um veterinário particular para a emissão do “pré” CZI, que deve ser ENDOSSADO pelo Ministério da Agricultura daquele país. SEM ESSE ENDOSSO, O DOCUMENTO NÃO É VÁLIDO PARA ENTRADA NO BRASIL.

    Infelizmente, alguns consulados não dão a informação correta, portanto, sempre que houver dúvida, entre em contato com o Ministério da Agricultura.

    Responder

  3. Olá, Rodrigo! Fico muito feliz em ver nosso relato aqui! Espero que através de um canal tão respeitável como o seu, possamos ajudar os apaixonados por pets como nós.

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.