Voando com a Thai Airways na Executiva, O que esperar?

18 de August de 2013 | Por | 8 Comentários More

Este é o relato das minhas únicas duas experiências com a Thai Airways na Executiva (uma no trecho internacional Joanesburgo/Bangkok e outra no trecho doméstico Bangkok/Phuket). Uso como referência nessa avaliação, os serviços prestados pela Singapore Airways no trecho São Paulo/Barcelona/Cingapura no B777-300ER, cia que tenho como meu padrão em serviços e da qual sou fã declarado.

Compra da Passagem

A passagem foi adquirida com milhas, assim não tive a experiência de comprar a mesma usando o site próprio da Thai. Infelizmente, não é possível realizar a reserva prévia de assentos no site da Thai quando a passagem não foi emitida por eles. Algo que merece ser revisto pela cia aérea.

Check In

Como vim de outro vôo em conexão, não tive a experiência de check in com a Thai.

Embarque

Ambos os embarques foram rápidos e respeitaram a ordem de prioridade de embarque.

A Executiva da Thai no Trecho Joanesburgo/Bangkok

A Executiva no B777-200 no qual fiz o trecho Joanesburgo/Bangkok está disposta em 3 pares de assentos por fileira agrupados em um setor apenas.

Assentos

Os assentos apesar de um pouco mais largos que os da South African ou United (mas ainda longe dos Singapore) não reclinam 180 graus, o que te faz ficar meio dobrado durante a noite e inchar os pés durante a viagem. Definitivamente um assento ultrapassado em termos de conforto.

As telas do sistema de entretenimento são de boas dimensões, porém com baixa definição de imagem. Devido à distância entre a tela e o passageiro (elas ficam montadas nas costas do conjunto de assentos a frente), elas são mais facilmente operadas usando os controles embutidos em um dos braços do assento. A distância e a definição dela faz a tela menos atrativa do que o tamanho dela sugeriria.

Existem dois porta trecos pequenos montados junto ao assento, mas senti falta de um porta trecos maior para evitar que você tenha que ficar acessando a bagagem de mão para buscar objetos como a nécessaire.

O sistema de entretenimento tem uma boa oferta de filmes (viajei em março e os principais indicados e ganhadores do Oscar estavam disponíveis), músicas e séries de TV. Nessa rota, não há oferta de material em português.

Kit de Amenidades

A Thai Airways fornece no vôo de longo curso um kit de amenidades simples composto de tapa olhos, meia, tampão de ouvidos, protetor labial e creme hidratante da marca Crabtree&Evelyn, escova de dentes, pasta de dentes e enxaguante bucal da Fluocaril. Tudo isso vem dentro de uma nécessaire azul sem qualquer atração extra.

Serviço de bordo

Os comissários são gentis, porém quando comparados aos comissários das melhores cias asiáticas (Singapore ou Asiana, por exemplo) mostram-se claramente inferiores aos dessas cias top. Não tem aquele cuidado extra que te faz sentir especial e que é a marca registrada das melhores cias asiáticas.

Quando são comparados aos comissários das principais cias européias em termos de qualidade, podemos dizer que realizam um serviço correto em linha com elas e que não se destaca positivamente ou negativamente.

Parte do serviço é realizado usando carrinhos convencionais de bebidas e comidas ao invés dos carrinhos próprios das galleys (aquelas caixas de metal com rodas que compõem as cozinhas dos aviões) em uma tentativa de glamourizar o serviço. Mas isso se mostra inútil quando se serve um prato principal em uma quentinha de alumínio…

É oferecida uma garrafa de 500 ml de água a cada passageiro e se você quiser mais alguma coisa, terá que ir a uma das galley solicitar ou chamar o comissário usando o painel eletrônico.

Os comissários não foram vistos durante o correr do vôo circulando pela cabine em busca oferecer bebidas ou lanchinhos aos passageiros insones. Coisa comum nas cias asiáticas de alto nível.

 

A comida foi decepcionante. No almoço/jantar foi servido um green curry, até que gostoso, mas a embalagem de alumínio não condiz com a classe de serviço. O restante da refeição podia ser chamada de clássica comida de avião,  às vezes bonita, mas sem gosto.

No café da manhã, a minha opção foi um macarrão oriental que se mostrou muito abaixo do que se espera de uma cia asiática.

O champanhe servido era o Piper Heidsieck Brut.

Se você tiver interesse em conhecer o menu oferecido, clique nesses links que contém os menus escaneados: menu e bebidas.

Executiva da Thai no Trecho regional Bangkok/Phuket

Já os assentos da Executiva do A300 que operou a rota interna Bangkok/Phuket eram ainda mais simples, sendo basicamente mais largos que os da classe Econômica e dispostos em pares, 3 pares por linha.

No curto vôo entre Bangkok e Phuket foi servido um pequeno prato frio que não merece destaque. Comissários atenciosos, mas sem aquele toque extra das boas cias orientais.

Pós Vôo

Como fiz apenas uma conexão em Bangkok, não tive a experiência pós vôo com a Thai no seu principal aeroporto. Conheci apenas a sala doméstica da Thai em Bangkok, que por sinal é uma sala muito interessante (assunto para outro post). Em Phuket, o desembarque foi sem problemas e as malas foram colocadas na esteira rapidamente (tinham etiqueta de prioridade em virtude da classe executiva).

Conclusão

Fazia algum tempo que não voava com a Thai. Tinha na memória uma cia que tentava se espelhar na Singapore em termos de serviço.

O tempo parece ter sido cruel para a Thai, que talvez na busca por caminhos mais rentáveis acabou perdendo os seus diferenciais, mostrando-se com um produto inferior aos das grandes concorrentes asiáticas e do Oriente Médio.

Lembre-se de que estamos comparando a Thai com o que de melhor temos nos ares hoje em dia, sendo que grande parte dessas cias de alto nível operam no mesmo mercado que ela, a Ásia. Mas vale lembrar que o serviço ofertado por ela hoje em dia não fica muito longe do que a maior parte das cias européias oferta na rota Brasil/Europa. Tudo é uma questão de padrão de referência…

Se eu voltaria a voar com ela? Ela definitivamente não estaria dentre minhas primeiras opções para voar em direção à Ásia nesse tipo de aeronave. Com um assento ultrapassado e um serviço de bordo que merece ser revisto frente à concorrência, a Thai passa, no meu conceito, a ser uma opção ligada exclusivamente a preço, se é que se deve usar unicamente esse critério ao escolher em qual cia comprar uma passagem na Executiva.

Por outro lado, os novos assentos introduzidos no A380 parecem recolocar o equipamento no nível das melhores cias. Gostaria de voar no A380 dela para conhecer a nova proposta dessa cia aérea.

E você já voou na Thai recentemente? Como foi a sua experiência? Os demais leitores do Aquela Passagem agradecem sua participação já que ela pode ajudar na sua decisão de consumo.

Tags: , ,

Category: Trip Report, Troca de Experiências

Comentários (8)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Pablo Gusman says:

    Viagem marcada CDG BKK CDG para novembro no A380 da Thai, business class. Enviarei fotos e relato.

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Acho que você vai ter uma experiência muito diferente da minha. Espero que o serviço também seja mais polido.

    As salas vips da Thai são boas. Se tiver tempo, visite a da Singapore também.

    Responder

  2. Italo says:

    Olá, procurei o contato no site mas não encontrei?

    Se puder, favor entrar em contato pelo italobalbino1@gmail.com

    Abraços

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    http://www.aquelapassagem.com.br/about/

    Responder

  3. Jose says:

    Acabei de voar na TG com o novo 777 -300ER totalmente diferente dos outros tanto na Y como na C.
    C com assentos muito parecidos com os da SG

    Responder

    Rodrigo Purisch respondeu:

    Jose, como é a configuração na Executiva? Na Singapore é 1-2-1. Gostou do serviço?

    Responder

    Jose respondeu:

    Usam a mesma da swiss no a340 , acho que o assento é o mesmo.. Por sinal muito parecido com o da singapure 777-300 , so que o da SG tem mais espaço , ( eles ate colocam um encosto de braço de almofada)
    Ja na Y usam 3x3x3 a poltrona reclina bem, chega a atrapalhar o passageiro da outra fileira!

    Responder

    Jose respondeu:

    Acrescentando.. Se vc faz coneccao em BKK em business pode usar o SPA da thai

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.