Volta ao Mundo Com 10% de Desconto

1 de August de 2007 | Por | 12 Comentários More
A Star Alliance está com um promoção que dá 10% de desconto nas tarifas Volta ao Mundo (RTW) na classe econômica compradas de 01 de agosto a 30 de setembro!

Mais uma forcinha para você fazer aquela viagem dos seus sonhos! Não deixe de experimentar os serviços da Singapore Airlines (de preferência em um vôo longo), minha cia do coração.

Mais informações sobre viagens volta ao mundo? Então leia esse meu tutorial e os comentários neste post do VnV.

Category: Volta ao Mundo

Comentários (12)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Marcio Nel Cimatti says:

    Rodrigo,

    10% numa passagem volta ao mundo é uma bela economia.

    Quem está se preparando para fazer essa viagem vai ficar tentado quando ler esse post.

    Responder

  2. Mari Campos says:

    Grande notícia! Essa passagem é meu sonho máximo de consumo, mas acho que só rola mesmo num ano sabático, para poder aproveitar de verdade cada parada nessa viagem. Aliás, para ser mais tentador, podiam ampliar esse desconto também para a executiva, não??? 🙂

    Responder

  3. Diogo says:

    Putz, daí tu quer que eu jogue tudo pela janela e faça logo uma dessas, né?
    Bá, muita vontade…

    Abração

    Responder

  4. Emília says:

    Rodrigo, menino…não faz isso não… 😀
    Estou louca para fazer, mas acho que vai ter que ainda esperar um pouquinho 🙁

    Responder

  5. Rodrigo Purisch says:

    É de dar água na boca de quem gosta de viajar!

    Responder

  6. Daniela says:

    Ai, ai! Eu estou animando. O problema agora é que estava até querendo a ir de executiva (o melhor custo/benefício e tal) mas agora… Oh, dúvida cruel (e boa)! Obrigada, Rodrigo!
    PS: quem vc usou pra emitir sua passagem RTW em BH? É o João Mazoni, na Roteiro Turismo, que o Ricardo Freire disse que vc indica? Help!
    Daniela Siqueira

    Responder

  7. Rodrigo Purisch says:

    Daniela,

    E ainda não emiti uma passagem RTW. Mas aconselho que você faça o Dowload do progra da Star Alliance que monta uma volta ao mundo (na página do post tem um link). Depois que você montar (o programa calcula as milhas e anuncia se há erros na construção) imprima e vá a um agente de viagens. Eu uso o João para emitir as minhas passagens aéreas, quando ele não consegue o mesmo preço WEB, eu compro direto no site da cia aérea.

    Mas se lembre dos fusos horários na hora de montar uma passagem desse tipo. Se não, você acaba ficando menos tempo do que esperava em um destino.

    Com certeza a executiva é o melhor custo benefício, mas a promoção´é só para a econômica….. Mas dê preferencia para as melhores cias nos vôos mais prolongados. Você tem que escolher o melhor serviço naquela rota. Por exemplo, Hong Kong/Los Angeles: Pode ser United, ANA, Singapore e Asiana. Escolho a Singapore ou Asiana (tenho vontade de conhecer essa cia). Deixo a United para voltar ao Brasil.

    Responder

  8. Daniela says:

    Rodrigo, obrigada!
    O problema é que eu ainda tenho várias dúvidas (e a ilusão de que um agente vai ajudar a resolvê-las). Até hoje, ainda não achei um agente que não fosse geneticamente modificado para ser enrolado 😉
    Ainda não definimos a nossa rota direito, estamos justamente pesquisando as opções mais interessantes – e queria ver se outras opções (tipo um passe ou comprar trechos curtos por fora, em low costs) não ficaria mais interessante. E o programa da Star Alliance é uma icógnita: ele permite fazer um vôo fazendo escala em um lugar, mas não deixa de jeito nenhum você parar nesse lugar.
    Obrigada pela ajuda – vou acabar entendendo algo disso, de tanto futucar!

    Responder

  9. Sylvia says:

    Daniela:
    Estas fazendo alguma coisa errada.. Eu tenho mooontes de roteiros de RTW prontos ( ´fiz um e vou fazer o segundo) e podes parar em qualquer lugar ( se a parada for de mais de 24h vai ser considerado um stop ).

    Responder

  10. Rodrigo Purisch says:

    Daniela,

    Esse tipo de passagem dá um certo trabalho para o agente montar e tenho minhas dúvidas se a comissão vale a pena… Então poucos se preparam para vender esse tipo de passagem. É mais fácil vender uma ponto a ponto.

    Como Sylvia disse, você pode parar em qualquer cidade atendida pela Star Alliance. O que você não pode é ir para Lisboa depois para Munique e querer voltar para Madri. Ai ele deixa você fazer conexão em Madri, mas não parar lá. O problema de fazer conexão longe do ponto de partida é que as milhas usadas na perna de volta ao ponto de conexão são usadas na contagem da milhagem total. Construa a viagem com um mapa mundi te ajudando.

    Se sua viagem envolve poucos destinos ou vários destinos próximos, tenho minhas dpuvidas se a tarifa RTW é mais vantajosa. Ela seria vantajosa pelo fato de permitir remarcações de datas.

    Já fiz Brasil/EUA/Europa/Asia (GRU-WAS-LHR ônibus PAR-SIN-HAN-BKK-Ko Samui)em econômica usando passagens normais + promocionais+low cost compreço inferior ao da RTW. Ásia tem muita Low Cost. Mas você vai e volta no sentido contrário (você opta por parar em umas cidades na ida e em outras na volta), não se faz a volta ao mundo.

    Responder

  11. Daniela says:

    Deve ser isso! Eu tentei fazer uma parada em DAR (Dar Es Salaam, capital da Tanzania) e não consegui sair de lá pra canto nenhum, só pra Zurich, com escala em Nairobi. Tentei fazer só DAR-Nairobi (para olhar as conexões de Nairobi), mas o programa não deixa de jeito nenhum. A mesma coisa tinha acontecido com Seoul (ICN), que figurava como escala, mas não conseguia fazer vôo direto pra lá. Não sei como, isso eu arrumei. Mas a bendita DAR… Eu consigo ir pra lá, com escala em Johanesburg, direto do Brasil, mas só saio rumo à Europa (e depois pra ir pra Ásia, o principal objetivo, excede a milhagem). Resumindo: estou no processo convencimento-do-marido-a-deixar-DAR-pra-outra-vez…
    Obrigadíssima pela ajuda!!

    Responder

  12. Rodrigo Purisch says:

    O problema é que o Hub da Star na África é JNB. S´po se tentar ao contrário: Ásia via EUA e volta via África e Europa(conexão). Mas a milhagem aumenta muito.

    Já fiz algumas simulações com ICN e é um local complicado. Grande parte dos vôos são da Asiana ou em code share com ela, ou outras cias em direção ao Japão e EUA.

    Tenho ICN e RAR (meu DAR) na minha lista e é sempre difícil colocar as duas…..

    Responder

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.