Destino EUA: American Amplia Promoção e Concorrência Responde

1 de fevereiro de 2011 | Por | 79 Comentários More

Falamos das tarifas promocionais para voar para os EUA, principalmente em fevereiro, neste post aqui.

As tarifas QNE01C3L da American, que eram válidas para compras apenas até 28 de janeiro e que envolviam apenas vôos que partiam em fevereiro de 2011, ganharam uma vida nova.

Agora elas são válidas para compras até 11 de fevereiro e valem para vôos até 10 de abril de 2011 (exceto do dia 01 a 06 de março). Válida para permanência mínima de 3 dias e máxima de 1 mês. Multa de 200 USD em caso de alteração de datas.

Tarifas a partir de 593 USD (sem taxas) para Miami partindo de Belo Horizonte e Brasília. Veja a lista de tarifas no site da American.

A Tam, Taca, Lan e Delta estão respondendo em Brasília e a Tam está respondendo em Belo Horizonte.

Já a Copa, Avianca e Taca estão respondendo em São Paulo e Rio de Janeiro com tarifas a partir de 540 USD (mas atenção, já que nessas cias a data máxima da compra varia de 4 a 6 de fevereiro, as tarifas são válidas para viagens finalizadas até 31 de março e existe algumas datas de bloqueio perto do Carnaval).

Lembrando que a Copa tem ótimas tarifas (a partir de 662 USD, sem taxas) para voar para o Canadá no verão deles.

Tags: , , , , ,

Category: Com Destino Am. do Norte, De Passagens Aéreas, Estados Unidos, Miami, Promoção

Comentários (79)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Rodrigo Purisch disse:

    Fernando,

    Tem dois post prontos de dicas com informações parecidas com essas suas que chegarão no futuro próximo.

    Qual La Quinta você sua em Miami. Eu conheço apenas os dois próximos ao Sawgrass Mills

  2. Cristiano, o traslado é de ônibus, uma empresa de brasileiros que me recomendaram. Sai de Miami (aeroporto) as 08:00 da manhã ou da noite e, na volta, sai de Orlando ao meio-dia.

    Na ida, como meu voo chega, a princípio, as 04:45 em Miami, terei tempo de folga para passar na imigração.

    Se quiser, passo mais detalhes.

  3. Fabio disse:

    Como eu disse é apenas minha opinião e baseada na minha experiência pessoal.
    Quanto a comida , existe comida ruím e comida mais ruím ainda . Para mim esse é o caso da AA.
    E sim , a perfumaria da TAM agrada os passageiros brasileiros , que vem a ser o meu caso.
    Quanto ao preço , concordo totalmente contigo. Tanto que só utilizo a TAM quando se trata de bilhete prêmio, pois a mesma tem tarifas bem acima das cias estrangeiras.
    No caso de tarifas equivalentes , como parece ser o caso citado pelo Léo , cogitaria em escolher a TAM no caso dele. Especialmente se ele tiver como acumular milhas em outro programa da SA que não o Fidelidade.

  4. Fernando disse:

    Rodrigo,

    Se eu puder ajudar em algo nesses posts, conte comigo. Tenho mais algumas boas dicas a respeito do Sul da Florida e NY.

    Respondendo sua pergunta, Eu normalmente uso o de Tamarac (LQ Inn & Suites, pq tem 2 lá).

    Já fiquei no de Sunrise, e já coloquei amigos em outras unidades.

    O de Chicago é excelente, mas acho que foge do assunto…rsrs

    Fico um pouco receoso de recomendar essa rede, pq nao quero frustar expectativas de ninguem. Se a pessoa espera um Hyatt ou Marriot, nao é o que vai encontrar. De qualquer maneira, diria que é melhor que os hotéis mais simples da rede Accor aqui no Brasil (Ibis / Formule 1), e atende prefeitamente meus própositos nesse tipo de viagem (compras), que sao:
    1) Ter um lugar confortável para dormir;
    2) Nao afetar o meu orçamento;
    3) Possa receber confiávelmente algumas encomendas que faço via amazon antes de viajar. (Já mandei pra lá laptop / celular / coisas de bebê… sempre chego e está tudo em ordem, me esperando)

  5. Gabriel Dias disse:

    Fernando,
    Você pode colocar suas dicas no Falando de Viagem! 🙂

  6. Fernando disse:

    Coloquei meus pais no seguinte voo:

    GRU – DFW – YVR(Vancouver) (mai/2011)
    SEA – ORD – MIA – GRU

    Tudo isso via Smiles, numa quota só, ou seja:

    Ida e volta, em 1a classe, por 200.000 milhas para os dois.

    Costumo simular as datas que quero no aa.com, e depois ligar pro smiles.

    Dessa vez nao foi tao simples, já que para conseguir atendimento foi cerca de 15minutos em cada ligacao, e a 1a moça que me atendeu nao conseguia (ou nao sabia) emitir os trechos internos nos EUA.

    Esperei 1 dia, liguei novamente, e emiti tudo perfeitamente.

  7. Marcelo disse:

    Cristiano,

    Se está é a sua primeira, ou uma das primeiras viagens, sgue sugestão:
    Faça 04/05 nts em Miami, com opção de devolução do carro no próprio aeroporto de Miami, após rodar cerca de 2 semanas, entre Miami, Forto Lauderdale, Boca Raton, Palm Beach, hospedando-se por umas 8/9 nts em Orlando.
    Viajar pela Flórida de carro é o melhor custo/ benefício, a gasolina é relativamente barata, tirando Miami onde você possivelmente pagará estacionamento nos hotéis, nos outros lugares (orlando), está incluído na hospedagem.
    Quanto à viajar de ônibos, fuja desta opção, à não ser que tenha muito receio em dirigir na Flórida.
    Utilize os ônibus (gratuítos), no máximo, para ir dos hotéis aos parques sem pagar o estacionamento que eles cobram, em média USD 14.00.
    Moro em Miami e conheço de perto algumas opções, fique à vontade em perguntar; caso possa te ajudar, será um prazer!

  8. Marcelo disse:

    Ah, e aproveite as tarifas promocionais da TACA por Miami.

  9. Cristiano de Oliveira disse:

    Valeu Marcelo.

    A Carteira de Motorista Brasileira serve lá em Miami/orlando? pesquisando na net vi que pode ser usada lá. posso ir tranquilo?

    Sim, é minha primeira viagem para o EUA, então estou pengando dicas para a viagem.

    Devo ficar uns 5 dias em Miami e depois ir para orlando ficando o restante dos dias, acho que vou ficar perto do aeroporto ou quem sabe ficar perto de algum outlet, qual opção você acha melhor?

  10. Vinícius disse:

    Cristiano, a carteira de motorista brasileira não pode ser utilizada em outros países. a maneira mais correta seria requerer a emissão de uma carteira internacional de motorista, que pode ser conseguida em qualquer DETRAN.

  11. Marcelo disse:

    Cristiano,

    CNH brasileira é válida lá, desde que não esteja vencida, obviamente (e preste atenção nisso, pq conheco algumas pessoas que perceberam que a CNH estava vencida quando chegaram lá pra retirar o veículo na locadora).
    Alugue um carro relativamente confortável, no mínimo 4 portos, principalmente por causa das compras, mesmo que esteja somente em 2 pessoas, pq na hora da volta, colocar mala em banco traseiro, sem porta para acesso, pode ser um problema (passei por isso há uns 5 anos, com um chevrolet montecarlo)
    Quanto ao roteiro, 05 dias em Miami, com carro e GPS, você faz praticamente tudo.
    Ficando próximo ao aeroporto, paga menos por hotél de qualidade, normalmente con café da manha e internet wifi incluídos.
    Te mando outras infoss na sequencia

  12. Patricia disse:

    Fernando, você envia suas encomendas para este hotel antes de se hospedar? É que muitos não permitem essa prática…

  13. Gabriel Dias disse:

    Na rede Marriott todos permitem.

  14. Marcelo disse:

    Vinicius.
    Habilitação brasileira pode ser utilizada normalmente em diversos países, a começar pelos estados unidos.
    Para viajantes mais freqüentes, e conveniente o uso da habilitação internacional, mas no caso do Cristiano e outros amigos que façam viagens exporadicas, nao há qualquer necessidade.
    Tenho a carteira internacional, e ocasionalmente ontem, peguei uma Van na Avis com a carteira Brasileira, como en tantas outras vezes.

  15. Rodrigo Purisch disse:

    Alguém já comprou no site SniqueAway? Vi que o pessoal da Airfarewatchdog está divulgando o mesmo. E parece que é novo e andou sendo promovido na mídia americana.

    Entrei lá (tem um jogada que cada cadastro dá dinheiro a quem indicou) e fiz meu cadastro para ver qual é. Eles parecem trabalhar com hotéis menos comuns com umas tarifas descontadas.

    Vi um tal de Platinum Hotel em Las Vegas com diárias a partir de 79 USD até bem colocado no Tripadvisor Aqui tem um print screen do site http://tinyurl.com/4ef76py, mas se quiser ver a promoção mesmo tem que se cadastar…. http://tinyurl.com/6e3hcjy (o que realmente não sei se vale o tempo perdido ainda).

    Vamos esperar que alguém já tenha tido contato com ele para ver se não é só fruto de muita propaganda e indicação bonificada. Na verdade não tenho intenção de de ir a Las Vegas agora não, mas vi uns hotéis pouco comuns lá (alguns que realmente não são para mim $$$ mesmo com o desconto).

  16. Rodrigo Purisch disse:

    Fernando,

    Eu tenho essa mesma experiência que você (já mandei entregar coisas lá sem problema algum, primeiro perguntei se podia por email). Alguns quartos contam ainda com geladeira e microondas. Para esse fim de pousada rápida, só para dormir mesmo, eu acho eles bem legais e limpos. Mas como você disse, não dá para esperar mais que de um Ibis.

    Eu já tinha lido desse de Tamarac, mas as críticas no Tripadvisor eram meio fraquinhas, ao contrário dos de Sunrise. Agora fiquei animado a testar esse de Tamarac em um stopover por lá.

  17. Pedro disse:

    Rodrigo, poderia me indicar? Achei interessante e gostaria de fazer um teste.

  18. Fernando disse:

    Patricia, envio sim. Só sugiro que ligue ou mande um email para o hotel antes. No La Quinta eles nao cobram nada por isso, já no Hyatt eles cobram cerca de 15usd por pacote.

  19. Juliano disse:

    Rodrigo, poderia me indicar também?

  20. Alex disse:

    O problema não é ser frio, é que o os comissários da AA são grossos, mal-educados e parecem sempre estar fazendo favores aos passageiros.
    No meu último vôo de volta chamei o comissário por três vezes, em duas ele veio e apagou a luz, e na terceira nem apareceu. A luz ficou acesa o resto do vôo…rs

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.