Destino Europa: Tarifas Promocionais Para Todos os Gostos

22 de janeiro de 2011 | Por | 73 Comentários More

Aqui está uma coletânea do que as cias andam anunciando como tarifas promocionais. Muitas delas são para compra até o final de janeiro e viagem em fevereiro de 2011.

Preços abaixo não incluem taxas e foram pesquisados no GDS Sabre. Lembre-se que se tratam dos preços mínimos cobrados para viagens de ida e volta, portanto referem-se às tarifas que tendem a acabar primeiro.

A TAP está com tarifas para vôos partindo de Viracopos a partir de 842 USD (SPROMO) para várias cidades da Europa. Para Lisboa e Porto, a tarifa é diferenciada e sai partir de 944 USD (WPROMO). Válidas para embarque de 17 de janeiro a 31 de março de 2011 (30 de abril para Lisboa e Porto) com estadia mínima de 7 dias e máxima de 1 mês (1 stopover grátis em Lisboa ou Porto). Compras até 31 de janeiro de 2011 (28 de fevereiro para Lisboa e Porto).

Já as tarifas na Executiva na TAP estão a partir de 3099 USD (JPROMOBR ou ZTAPBR11) partindo de Campinas, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Fortaleza e Natal. Quem sai de Belo Horizonte e Brasília vai pagar a partir de 3299 USD…  Estadia mínima de 5 dias e máxima de 1 mês e válidas para viagem completa até 31 de maio. Compras até 31 de janeiro de 2011.

Para voar na Executiva na Iberia, as tarifas para a Europa estão a partir de 2899 USD para quem sai de Recife ou Fortaleza; 3000 USD para quem parte do Rio de Janeiro e São Paulo e 3500 USD para quem parte de Belo Horizonte, Florianópolis, Curitiba, Brasília e Vitória. Compras até 5 de fevereiro e embarque até 31 de maio de 2011.

A British (cuidado com as taxas) tem tarifas a a partir de 1000 USD na Econômica e 1600 USD na Economica Premium (World Traveller Plus) para Londres. Compras aré 15 de fevereiro e para voar de 01 de fevereiro a 13 de março de 2011. Obrigado ao Gabriel pela dica.

A Tam tem tarifas a partir de 981 USD (WBRES) para quem parte de São Paulo para Madri.

A Swiss e a Lufthansa tem tarifas partindo de São Paulo (SLRCPBR para a Lufthansa e EPROM1BR e PPROM1BR) a partir de 844 USD para Amsterdã, Paris, Veneza, Viena, Berlim, Londres, Milão, Nice, Zurique e Roma para compras até 31 de janeiro e viagem em fevereiro de 2011.

A Air France está com tarifas partindo do Brasil com destino à Amsterdã, Frankfurt, Londres, Copenhague, Nice, Praga, Veneza, Viena, Zurique, Milão, Madri, Barcelona e Bruxelas a  partir de 1870 USD  para voar na Econômica Premium. Mínimo de 5 dias no destino, compras até 31 de janeiro e embarque em fevereiro de 2011.

A KLM tem tarifas a partir de 844 USD pra vários destinos europeus. Já tarifas na Executiva estão a partir de 3100 USD.

A Air China tem tarifas a partir de USD 740 USD (VPX3MBR) para Madri partindo de São Paulo.

Atualização 26/01/11 com dicas dos leitores:

O Bloom chama atenção para tarifa da Tam para Bruxelas via Frankfurt para voar em Junho/Julho. Tarifa a partir de 1194 USD ( LHG6TZZ ). Lembrando que essa é uma tarifa de alta estação que neste preço existem outras opções semelhantes em várias cias europeias.

Você encontrou alguma outra tarifa interessante? Então deixe sua dica na caixa de comentários. Não esqueça de citar para quando e onde encontrou a mesma para facilitar a busca dos demais leitores. Nós agradecemos!

Tags: , , , , , , , , ,

Category: Alemanha, Com Destino a Europa, De Passagens Aéreas, Espanha, França, Holanda, Itália, Leste Europeu, Portugal, Promoção, Reino Unido/Inglaterra, Turquia

Comentários (73)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. PêEsse disse:

    E aí, Rodrigo, tem como?

  2. Bloom disse:

    Bem, falando de Iberia…eu estava pronta para fechar Iberia,mas li aqui os post a respeito da companhia, ai fiquei com receio…entao consegui o mesmo valor pela Tam, indo direto Paris e voltando Bruxelas. Nao q a Tam seja la estas coisas…mas entre Tam e Iberia, a Tam nao seria melhor supondo o mesmo valor?

  3. Leonardo Mendes disse:

    Andre,

    Não se preocupe, a Airchina é uma cia que surpreende positivamente, palavra de quem já viajou com ela e gostou. Primeiro o check in deles é organizado (tente se orientar quanto á localização do balcão da cia com certa antecedência). A empresa é super pontual, as comissárias são muito simpáticas, a comida é comida de avião no padrão. Quanto à comida serviråo vegetais cozidos, carne (peixe ou frango), servem um bom cafe da manhã tb. A única incoveniência que encontrei foram os próprios passageiros Chineses que , digamos, tem um padrão de educação diferente do nosso. (falam alto, assoam o nariz sem cerimônia, comem fazendo barulhos). Pode tomar a cerveja chinesa se estiver gelada (claro). O avião estava dentro do padrão para um vôo internacional. O sistema de entretenimento é meio chato porque tinha muita coisa em chinês. Você vai fazer um bom vôo.

    Leonardo

  4. Leonardo Mendes disse:

    Puro preconceito. Já viajei em sucata da Spanair, mas se preferir na espannha tem coisa pior , tipo Air nostrum. Achei o voo da AirChina mais confortável do que o da Swiss, por exemplo.

  5. André disse:

    valeu, Leonardo
    depois relato as experiências, pois agora já era
    forte abraço
    André

  6. Rodrigo Purisch disse:

    De graça é só no ITA mesmo. Ele é uma ótima ferramenta para que faz buscas. Vou fazer alguns posts dando dicas de como fazer pesquisas mais específicas no Ita. Sabendo alguns códigos você consegue limitar sua pesquisa desde o início.

    No Sabre e demais GPS só pagando mesmo. Se for pessoa física acho que é só via algum intermediário mesmo.Eu pago via terceiro, mas não consigo emitir…

    Antigamente o Travelocity (baseado no Sabre) tinha uma busca específica para tarifas internacionais independente da disponibilidade (tarifas publicadas). Mas eles tiveram que tirar porque alegaram que as tarifas sozinhas sem incluir as taxas levavam a uma falsa visão por parte do consumidor.

    Hoje só funciona para tarifas internas e alguns vôos internacionais apenas.

    http://dps1.travelocity.com/lognlogin.ctl?tr_module=fare

  7. Rodrigo Purisch disse:

    Já respondi seu email.

  8. Miner disse:

    Uma alternativa é o site da Master Turismo, que disponibiliza uma visão direta ao sistema DotRes (Sabre).

    http://www.masterturismo.com.br/htmls/passagens_internacionais,id_noticia=44/passagens_internacionais.shtml

    É bem ruim de usar, mas com algum esforço dá pra você ver todas as tarifas existentes atualmente em uma determinada rota (por ex. BHZ-NYC) e ver em quais datas qual base tarifária está disponível. É necessário fazer uma busca por “Datas Flexíveis” e se achar uma tarifa que não está disponível na data solicitada, o link “Datas Alternativas” vai mostrar no calendário as datas próximas em que a tarifa é disponibilizada.

    Ressalto que o sistema é BEM RUIM de usar. A vantagem é que esse sistema é online, enquanto o ITA Matrix parece ser atualizado apenas 1x ao dia (então se acabar no meio do dia a tarifa, não é refletido).

  9. Rodrigo Purisch disse:

    É ruim mesmo, mas quando quero comprar algo que só tem no Sabre, uso ele… Na maioria das vezes para comprar prefiro o Amadeus do meu agente mesmo.

    Esse negócio de GDS é interessante. Uma vez queri uma tarifa da Aerolineas El Calafate/Aeroparque. A classe de reserva que queria só parecia no Galileo. Não consegui nenhum site mais conhecido que usasse o Galileo. No Sabre e no Amadeus dava classe de reserva indisponível e não aceitava fila. Só consegui comprar direto na Aerolineas falando que queria especificamente aquela tarifa e consegui entrar na fila com confirmação no dia seguinte…

  10. Rodrigo Purisch disse:

    Willian,

    A regra continua valendo se você quer garantir datas. Mas como no nacional está cada dia mais difícil prever essas promoções sem ter acesso ao inventário das cias aéreas. Certo é que fazer uma viagem internacional montada de última hora não é fácil.

    Recomendo antecedência na alta estação.

    Agora na baixa para os mais tradicionais,vale a pena apostar numa tarifa um pouco mais cara com antecedência e que esteja associada a uma taxa de cancelamento menor. Ai no caso de uma super promoção com as mesmas datas, cancela-se e se faz preço médio.

    O pessoal está suando para vender fevereiro. Tem gente pagando um monte de imposto, outros programando Carnaval e Semana Santa…

    Outra coisa a ser levada em conta é que nunca sabemos como vai estar o dólar…

  11. Rodrigo Purisch disse:

    Gabril e Marcelo,

    Eu acho que a Economy Plus da United está mais para assento conforto que Economica Premium. Eu já voei muito nela e só te da mais espaço (usava o status Gold Star Alliance para reservar esses assentos).

    A Air France, British, Air France e muitas cias asiáticas estão apostando nesse serviço. Ele não deixa de ser uma econômica, mas oferece assentos melhores com mais espaço lembrando como era viajar longe do aperto atual. Algumas oferecem alguns serviços extras. Tenho que trabalhar melhor esse tema aqui. Elas são uma opção para quem quer viajar melhor mas não quer ou não pode voar na executiva.

    Mas não espere um serviço da executiva. Na verdade muitas cias estão acabando com a Primeira Classe e fazendo uma executiva melhor com assentos 180 paralelos ao solo.

  12. Marcelo disse:

    Leonardo,
    Relato importante sobre a Air China.
    Te agradeço, provavelmente em nome de outros participantes também, em ilustrar seu comentário com experiência própria.
    Engrandece ainda mais o conceito do AP, e gera segurança aos interessados no tópico discutido!
    Abraço.

  13. Marcelo disse:

    Rodrigo,
    Suas impressões batem com as minhas.
    Basicamente, vôo economy plus na UA em situações semelhantes as suas.
    Quanto ao fim da primeira classe em varias cias, e fato, mas vale ressaltar que algumas apresentam serviço e acomodações compatives as first remanescentes
    Exemplo: executiva da turkish airlines, no vôo Guarulhos/Istambul, comparado a primeira da Tam no gru/mad.

  14. Rodrigo Purisch disse:

    Tem mais da Air China aqui https://www.aquelapassagem.com.br/air-china-continua-com-precos-muito-atrativos-para-madri/

    Já vi relatos de todos os tipos dela.

    No final das contas ela me passa uma visão de cia irregular, mas muitas vezes ela é uma opção preço. Em preço ela costuma ser inferior ao da Iberia…

    Só acredito que não dá para comprar Air China e pensar que vai receber um serviço da British. Se você sabe o que está comprando, a chance de ter uma experiência dentro das suas expectativas é alta.

  15. LUIZ FILIPE LISKA disse:

    OI ANDRE, endosso as palavras do Leonardo Mendes viajei em julho com minha familia
    fizemos GRU/MAD/GRU, um bom serviço e tripulação muito prestativa, achei somente
    os corredores muito estreito, seguido levava uma topada no braço, achei uma coisa
    estranha qd foi aterrizar em MADRID a tripulação foi abrir todas as janelinhas
    do avião, aquela proteção pra n entrar luminosidade, alguem tem explicação pra
    tal atitude? abraço do FOFOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  16. Marcelo disse:

    Liska.
    Abertura das persianas durante pousos e decolagens, faz parte dos procedimentos de segurança adotados por diversas cias Aereas.
    Permite rápida visualização de anormalidades em solo, inclusive situações de emergência como incêndio nos motores, e consequente procedimento de salvaguarda quando necessário.

  17. LUIZ FILIPE LISKA disse:

    OI MARCELO, OBG pela informação, mais um elogio pra tripulação da AIR CHINA,
    pq eu ja andei em varias cias e num vi esta rotina ser seguida tão arrisca.
    vo fica FÂ da AIR CHINA, e a pontuação entro na DROGATAM, Abraço do FOFOOOOOOOO

  18. LUIZ FILIPE LISKA disse:

    completando eu acho q esta tripulação de empresas do Brasil nem sabem desta
    regulamentação, pq eles tem interesse agora e de vender lanche, bebida e perfume
    e para o 2º semestre haverá venda de artigos de SEX-SHOP, abraço do FOFOOOOOOOOO

  19. Rodrigo Purisch disse:

    Até onde sei a abertura das persianas tem haver com orientação espacial e acomodação visual. Pouso e decolagens são momentos de maior risco de acidente.

    Quando está a noite, as luzes da aeronave são apagadas e as persinas abertas. Assim, o olho humano entra em um processo de acomodação visual com a luminosidade. Em acaso de acidente, o olho estará mais adaptado as condições externas de baixa iluminação facilitando achar a rota de fuga.

    O mesmo acontece de dia onde as luzes são acesas e a persiana aberta para se acostumar com a luminosidade do ambiente externo.

    A visualização do horizonte facilita a interpretação visual da posição da aeronave, ou do passageiro em reação ao solo.

    Como há um estresse de turbinas e asas durante a decolagem e pouso, a abertura das janelas ainda facilita a visualização de algumas anormalidades.

  20. Vinícius disse:

    Ana Cristina, é muito difícil dar palpite, mas como você pediu…
    Eu passei o reveillon em Paris. Comprei a passagem em julho e consegui um bom preço (em torno de R$ 2.000,00).
    Como você vai viajar em julho (alta temporada) eu não esperaria mais, pois você corre o risco de pagar ainda mais caro. Outra coisa, você não disse qual a companhia aérea vai voar, mas caso tenha visto na Air France não deixe de ver o preço da KLM, costuma ser mais barato. O unico inconveniente é que o voo faz uma parada em Amsterdam.

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.