Fidelidade Tam e Multiplus: Confusão Criada Pela Tam e Problemas em Extrato de Pontos

24 de novembro de 2010 | Por | 134 Comentários More

A criação do Multiplus foi confusa desde o início. A decisão de manter tanto o Fidelidade Tam como o Multiplus convivendo ao mesmo tempo não seria um problema, mas a forma que a Tam escolheu para promover sua associação de ambos só tem gerado dor de cabeça.

Na minha opinião, a criação do Multiplus nada mais foi que a forma encontrada pela Tam para que ela pudesse vender mais facilmente pontos do Fidelidade Tam para outras companhias interessadas em distribuí-los aos seus próprios consumidores por meio da promessa da possibilidade de uma passagem aérea gratuita no futuro.

É muito difícil convencer uma empresa, que não seja do grupo Tam, a oferecer aos seus clientes pontos Fidelidade Tam ao comprar seus produtos. Por que? Simplesmente porque toda vez que se fala Fidelidade Tam se faz propaganda da Tam. Que empresa quer gastar com publicidade própria e fazer ao mesmo tempo propaganda de graça para outra (para qual ainda vai pagar pelos serviços). O nome Multiplus facilita as coisas.

O Multiplus então foi criado como uma central de trocas de pontos entre os programas de fidelidade das empresas parceiras. Pontos acumulados em vários programas independentes de fidelidade das parceiras poderiam ser transferidos entre si  ou consolidados em um único local, no Multiplus, permitindo assim que o consumidor que consolidou seus pontos nele optasse por usá-los para emitir um prêmio no parceiro que mais lhe interessasse. Na verdade, as passagens aéreas da Tam continuam sendo o prêmio mais cobiçado pelos associados, mas ele pode optar por diárias de hotéis na Accor, combustíveis nos postos Ipiranga e por ai vai. Por mais que os demais programas de fidelidade associados ao Multiplus sonhem em aumentar seus ganhos através de emissão de prêmios com pontos acumulados por associados do Fidelidade Tam, vão ser sempre as passagens aéreas o maior chamariz desse programa.

O problema começou quando o Fidelidade Tam, possivelmente como uma forma de fortalecer o Multiplus e agradar seus demais parceiros, decidiu que os pontos Fidelidade seriam transferidos automaticamente para uma conta Multiplus. Ela acredita que assim os associados do Fidelidade poderiam entender mais facilmente que esses pontos servem para resgatar muito mais que passagens na Tam ou nas cias associadas a ela.

O problema é que o consumidor não entendeu a jogada e a migração dos pontos existentes na conta do Fidelidade para a conta Multiplus gerou problemas para muitos associados que alegam que o número de pontos no Multiplus são inferiores que os anteriormente depositados no Fidelidade Tam.

Melhor seria o Fidelidade ter continuado como era e ter introduzido a opção de transferência de pontos instantânea e sem custos para o Multiplus e vice-versa  no momento que o consumidor desejar, além de ter criado uma conta no Multiplus automática para os associados Fidelidade orientando que os mesmos poderiam acumular pontos em outros parceiros e depois transferir do Multiplus para o Fidelidade ou para outro programa associado ao Multiplus quando assim desejarem.

A confusão foi tanta, que ela chegou a enviar um tutorial (não muito claro por sinal) ensinando como o associado Fidelidade pode conseguir consultar seus pontos. Não podemos esquecer que a forma antiga de visualizar os pontos já era longe do ideal e de difícil entendimento pelo consumidor menos acostumado a programas de fidelidade. Esse negócio de Fidelidade Tam ser um programa de relacionamento entre consumidores Tam e a cia aérea e Multiplus o local onde as milhas são depositadas não são conceitos fáceis de passar.

Se você é associado ao Fidelidade Tam, vale a pena conferir os pontos depositados na sua conta Multiplus.

Antes que a caixa de comentários desse post se torne mais um local de desabafo de associados do Fidelidade Tam, já deixo os link de dois post que têm ligação com o que foi tratado aqui.

Aonde reclamar do Fidelidade Tam (a Tam não liga para as reclamações postadas no Aquela Passsagem. Ela já teve várias chances de expressar sua “verdade” aqui e nunca se dispôs a isso).

Acompanhe regularmente seu extrato de milhas/pontos!

Tags: , , ,

Category: Cartões de Crédito, Programas de Fidelidade Aérea

Comentários (134)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Jorge m b Mendes disse:

    Sim. Victoria. Mas, as regras são
    Claras? Já emitiu passagens Nacionais ou Internacionais? Pelo site? Em caso de duvidas teve atendimento?já viajei muitas vezes pela TAP e achei o site e o atendimento no Brasil ruim! Alem de que o aerop de Lisboa esta entupido…tenho pontuado pela TAM (com a mesma raiva e frustração geral) e… Agora basta… Novo ano… Novo programa de milhagens e novo Banco… Heheh pelo menos faço minha parte… Busco algo melhor e PUNO empresas que não se incomodam em me maltratar como TAM e BB. Mas, qual oais fácil e acessível de usar, maior beneficio e USO dos pontos? Victoria ou One Pass?

  2. Cristina Osorio disse:

    Tinha uma passagem ida e volta em um trecho nacional que não tinha conseguido emitir porque precisava ter menos de 90 dias da viagem e sempre deixaram claro q essa compra só poderia ser feita pelo telefone. Agora fui tentar viajar e simplesmente disseram que estou enganada, que nunca existiu essa promoção e que a troca é só por pontuação.

  3. Paulo disse:

    A TAM insiste na estratégia de desvalorizar os pontos acumulados no programa.

    Até recentemente trocava-se 5,000 pontos Multiplus por 125,00 de combustível Ipiranga. Agora e sem aviso prévio 5,000 pontos valem 90,00 de combustível.

    Conseguir passagens pela quantidade anunciada de pontos está mais dificil que encontrar Wally… A TAM apenas oferece voos premio exigindo pontos adicionais.

    De fato o programa Fidelidade piora a cada dia ! É a TAM que desrespeita fortemente o cliente.

  4. Marcelo disse:

    Paulo,
    Todos nos, que acreditamos na TAM por muito tempo, porque confiavamos na Tam idealizada pelo cmte. Rolim, fomos reenquadrados em um lixo de serviço e atendimento, em uma nova realidade da cia, administradas por executivos medíocres que jamais sentaram-se a mesa com o cmte. Rolim, e pior, pelos filhos traidores da história de um pai batalhador.
    Porque forma incomPetentes e não conseguiram prosperar de forma solida em um mercado quase monopolista, tentam “passar” o “orgulho de ser brasileira”, idealizado, novamente, pelo cmte. Rolim, e consolidado por nos clientes fieis, para o primeiro especulador (LAN), que bate a Porta com um cheque mal preenchido.
    Se esta armação ira realmente se consumar, só o tempo dirá, mas que as marcas desta desastrosa tentativa de aferir lucro comprometendo a viga mestre da empresa, o cliente, va deixar seqüelas terríveis, não tenho duvidas.
    Sou cliente fidelidade vermelho há anos, ascendi ao black no inicio do ano, mas repenso a cada dia minha opção de voar.
    LAMENTAVEL.

  5. Hélio disse:

    No Area Park do Centro Empresarial Nações Unidas, apesar de ter uma plaquinha que pode-se ganhar pontos no Multiplus, nem o operador do caixa, nem o supervisor, sabiam como fazer para creditar pontos. O pior que a sede do Multiplus fica alí…

  6. MARIANO disse:

    TAM FIDELIKDADE ??? UMA VERGONHA, pois em NHENHUM momento em buscam fidelidade dos usuários, tanto pelas “confusas amarrações” de seu prgrama qto do antedimento seja via fone ou lojas, não esclarecendo nada..
    Ex.; fiz meu cadastro há uns 8 anos atrás cadastrando email da empresa (NÃO RECOMENDO utilizar email da empresa que trabalha),perdi minha senha… pois não trabalho mais naquela empresa e SIMPLES/TE NÃO TENHO ACESSO A MEUS PONTOS, simples assim, ninguém dá atenção, o site manda uma nova senha para o email cadastrado e.. NADA CONTINUO SEM INFS, alguém tem alguma dica???

  7. Paulo disse:

    A TAM consegue desvalorizar ainda mais seu programa, como segue:

    No resgate com milhas a TAM cobra taxas… ocorre que nestas taxas estão incluidas taxa de serviço de emissão de bilhete premio e taxa de combustivel.

    Em um bilhete one-way JFK-GRU é cobrada uma taxa de 130,00, dos quais apenas 4,17 reais são taxas aeroportuárias, o restante é receita da TAM.

    O mesmo bilhete premio quando emitido, pela AA por exemplo, tem uma cobrança de apenas os 4,17 reais.

    É a TAM, de forma explícita e dissimulada, desvalorizando seu programa e extorquindo o cliente que já depositou milhas com eles, sem qualquer aviso prévio.

  8. Gabriel Dias disse:

    Se os associados do Fidelidade TAM pararem de usá-lo será um começo. O AAdvantage é excelente. Considero um dos melhores programas do mercado.

  9. Marcelo disse:

    Paulo,

    Relato exato!
    Emiti Ord/gru pelo infidelidade, e por ser um vôo UA, cobraram menos de R$ 4,00 de taxas aeroportuárias, e r$ 30,00 pelo serviço de emissão
    Não puderam cobrar taxas adicionais pq o vôo não e deles, e quebra, ficam expostas as diferenças entre as políticas da tAM e dos parceiros da star alliance.

  10. Marcelo disse:

    O AAdvantage e o mais transparente e mais completo.
    Em mil anos, o inFidelidade não chegara nem perto.

  11. Paulo disse:

    O maior absurdo da TAM é que esta “taxa de combustível” é cobrada apenas na emissão de bilhetes premio, não aparecendo para outros bilhetes; Então esta taxa é na verdade uma imposto adicional exigido pela empresa no resgate de milhas.

    Outras empresas são mais honestas não dissimulando cobranças como taxas aeroportuárias.

    Ou seja, além de cobrarem 50% adicional em milhas para efetivamente se encontrar um lugar na classe economica ainda existe cobranças de taxas adicionais em dinheiro, gerando receita adicional para a TAM.

  12. Marcelo disse:

    Paulo,

    O inFidelidade tornou-se para mim, tão somente uma forma de emitir nos parceiros da Star Alliance.
    Ainda é possível emitir por lá boas executivas e algumas First (nos parceiros), mas a tendência clara é que eu os deixe rapidamente, apesar do meu inFidelidade ser o Black.
    Estou em viagem, paguei caro por uma executiva, mas nem pensei neles na hora de comprar esta passagem.
    Se todos “usarem” a TAM de forma conveniente e exploratória, gerando a menor receita possível à eles, invariavelmente revisarão seus atuais protocolos de operação/ atendimento.

  13. Miner disse:

    Na verdade, se você comprar uma passagem dos USA pra cá, pela TAM, vem a taxa de combustível sim. No sentido contrário, a legislação brasileira não permite a cobrança de taxa de combustível.

    Exemplo, a tarifa MIA-CNF pra fevereiro fica US$710 a passagem + US$112 de taxa de combustível (além das outras taxas aeroportuárias).

    É uma opção da empresa e diversas outras empresas aéreas também fazem o mesmo.

  14. Carlos Beltrão disse:

    A parceria da TAM com o Progama Multiplus está uma verdadeira ZORRA, já tem mais de 03 meses que me hospedei em um Hotel em Salvador e outro em Fortaleza e nada de receber os pontos, cada vez que reclamo os pontos me fornecem um novo prazo para atendimento, incrível é que nem eles sabem o nome dos Hotéis credenciados ao Progama Multiplus… nós clientes é que temos de ajudar a desenrolar esse carretel e tome tempo, tsc, tsc.
    A algum tempo atrás também tive uma enorme decepção com o TAM Viagens, juntei vários cupons empolgado com a Pormoção em parceria com meu cartão mas cansei de tanta desordem e decidi abdicar dos mais de 10 vouchers… Uma Zorra Total, o Multiplus deve ter herdado essa Zorra, pobres de nós clientes.
    Meu consolo é que ao menos meu TAM Fidelidade tem funcionado adequadamente.

  15. Rafael disse:

    Pessoal,

    Boa tarde,

    Só pra avisar que depois de quase 8 meses com os meus pontos desaparecendo misteriosamente da minha conta( Foram quase 80000) o multiplus me devlveu essa semana 60000, ainda faltam 20000, mas já é alguma coisa. Agora é possível emitir apenas um trecho internacional pelo site da tam. Consegui emitir o trecho JFK-GRU para maio com 40000 pontos em exec, irei de AA com pontos smiles(50000) de first, é isso.

  16. Vinícius disse:

    Carlos, tive o mesmo problema no computo dos pontos em hoteis em Goiânia e Vila Velha. Detalhe, já são 5 meses!

  17. Oi Rodrigo!

    Tenho recebido mensagens de leitores do Viajante Amador, amigos, conhecidos, familiares etc reclamando que não conseguem acessar os sites dos programas de fidelização TAM e Gol/Varig.

    Fiz um post sobre o assunto e peço sua permissão para divulgar aqui, de modo a facilitar a vida de outras pessoas que estejam passando por isso também.

    http://www.viajanteamador.com/2011/02/problemas-em-acessar-o-multiplus-e-o.html

    Abraço a todos.

    Breno Beltrão.
    http://www.viajanteamador.com

  18. Rodrigo Purisch disse:

    Breno, seu comentário caiu na caixa de spam. Só vi hoje. Um abraço

  19. E a confusão continua… Se em algum momento as assinaturas eletrônicas eram mesmas para o Multiplus e o Tam Fidelidade, as duas empresas resolveram mudar isto sem deixar muito claro para os consumidores.

    Atualizei a assinatura eletrônica no site da Tam, imaginando que a do Multiplus seria automaticamente atualizada com a mesma, e descobri da maneira difícil (travando minha conta Multiplus), que as senhas só foram setadas como iguais durante a migração.

    Se em algum momento você resolver mudar sua assinatura eletrônica (como é a recomendação dos especialistas de segurança para todas as suas senhas: atualizá-las periodicamente) você deve mudá-la duas vezes: uma no site da Tam, e depois no site do Multiplus. Por mais que você ajuste as duas como iguais (para tentar manter pouco da sua sanidade mental!), os cadastros continuam independentes nesse sentido.

    Segundo a atendente com a qual eu falei agora no 0300 do Multiplus, somente a assinatura eletrônica e o saldo de pontos é compartilhado entre os dois sistemas. Se você tiver que mudar seu cadastro, endereço, telefones de contato, e-mail, a troca terá que ser feita duas vezes: uma no site da Tam, e outra no site do Multiplus. Os cadastros foram copiados na migração, mas depois passam a ser independentes.

    Junte a isto com o fato que o site do Multiplus só funciona no Internet Explorer, e que o sistema de recuperação de senha pelo site do Multiplus não está funcionando, e que ligando no 0300 do Multiplus eu acabei sendo direcionado indevidamente para a Central da Tam, onde não podiam me ajudar e me retornaram novamente para a Central Multiplus, e você tem uma receita excelente para confusão.

  20. Marcelo disse:

    Fernando,

    Minha impressão:

    Há poucos meses, o volume de pontos transferidos e emitidos no smiles, foi impressionante, enquanto isso, o inFdelidade quase parou por falta de chamados (obviamente, td começou por culpa do golpe do multiplus).

    Sentiram a queda, e há algumas semanas entraram com uma ofensiva, que provavelmente gerou alguma recuperação da operação, e expectativa de melhora do atendimento e disponibilidade para emoções com pontos.

    Equilibraram, e voltaram ao normal, ou seja, o multiGolpe.

    Minha sugestão:

    Enxurrada de reclamações, e mais, nao transfiram pontos para o inFidelidade, nao realizem emissores (excesso de pontos parados, aumentam o passivo), e comprem somente as tarifas mais promocionais.

    Caso esta postura seja adotada por hipoteticamente, 30% do volume emissor de operações regulares (fora das tarifas operadoras), entre 8 e 10 dias, a perda de receita e redução de passageiros colocara a operação da empresa em perfil deficitário, e novamente causará a retomada de ações favoráveis aos passageiros

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.