Itaucard: Muda Mais uma Vez as Regras do Pague Contas

8 de setembro de 2011 | Por | 64 Comentários More

O Itaucard mudou mais uma vez as regras do Pague Contas. Agora ele cobra 2,99 pró rata + IOF, que totaliza um custo efetivo de 3,96% ao mês.

O Pague Contas do Itaucard sempre foi um sucesso por aqui. Iniciou cobrando 1,99% pro rata mais IOF. Depois passou a cobrar 1,99% fixo e agora passou a cobrar 2,99% pró rata mais IOF.

Usado com sabedoria e fazendo pagamentos antecipados, já que os juros são pagos proporcionalmente ao tempo usado, o pague contas é uma ferramenta útil em uma estratégia global de acúmulo e uso de milhas. Se você não quer se aprofundar no tema ou não tem tempo para programar o pagamento de suas contas e depois fazer o pagamento antecipado, esqueça esse tipo de estratégia, já que pode sair caro.

Leia uma análise mais profunda sobre o Pague Contas do Itau no Bankreview do Fernando Rosa.

Mas o que me chama a atenção, ou melhor, tem me chamado a atenção são as frequentes mudanças de políticas do Itaucard sem uma ampla divulgação do fato aos seus correntistas ou portadores de seus cartões.

Um banco que se diz integrado a era digital, que tem o seu email e ainda manda SMS para seu celular confirmando compras no cartão, não tem capacidade de enviar um SMS ou um email alertando sobre mudanças nas suas políticas?

Tenho uma relação longa com o Itaú, mas ando me decepcionando com essa política de mudanças sem ampla comunicação. Seus consumidores merecem maior respeito.

Quer ler mais sobre o tema? De um pulo no Valores Reais do Guilherme e leia o texto Vale a pena pagar contas através do cartão de crédito?. Aproveite e leia também sobre as estratégias para não pagar anuidade do cartão de crédito.

Finalmente vou repetir meu conselho:

Milha boa é milha gasta com sabedoria e o mais rápido possível. Não encare suas milhas como um depósito de longo prazo em uma conta poupança, já que a cia aérea ou banco podem mudar as regras do programa, passar por dificuldades financeiras ou deixar de voar um destino desejado ou ainda ter uma parceria que te interessava. Sem contar que algumas dificultam ao máximo a emissão de uma passagem prêmio.

Tags: , ,

Category: Cartões de Crédito

Comentários (64)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Marcelo galli disse:

    Oi, vc tem que olhar o da data de pagamento, e nao da emissao da fatura. Na proxima fatura cobrarao a diferenca. Eu tambem fiz compras fora no periodo. O dolar itau de hj esta 1,78, contra 1,71 do comercial. Fora q nao avisaram nada, caso contrario, nao teria usado cartao.

  2. Jose disse:

    Tenho feito pagamentos com os cartões platinun de black MC Santander e ambos tem COBRADO APENAS R$15.00 DE TAXA DE PG DE BOLETO.. alguém notou isso tbm??

  3. vinicius disse:

    Prezados Fernando Rosa e Rodrigo Purisch,

    Primeiramente, parabéns pelos sites. Sou fã de vocês.

    Vejo muitos comentaristas reclamarem dos Bancos, do Governo, etc. Contudo, não fazem absolutamente nada para mudar a situação.

    Conclamo-os a não ficar somente choramingando neste site, mas efetivamente denunciar os abusos perante o Banco Central do Brasil (e também no site http://www.reclameaqui.com.br – as grandes empresas têm medo deste site e geralmente resolvem o problema quando acionadas.

    É fácil reclamar perante o Banco Central. Basta ligar no 0800-979-2345 ou no próprio site: http://www.bcb.gov.br

    Podemos reunir forças e denunciar a violação da regra que determina divulgação prévia com 60 dias de antecedência de qualquer mudança na tarifação de seus serviços, como muito bem acentuado pelo Guilherme no primeiro comentário deste tópico.

    Também podemos denunciar a violação do artigo 52, parágrafo 2, do Código de Defesa do Consumidor (lei 8078-90), pelos bancos que cobram juros fixos sobre as amortizações feitas no “pague contas”, ou seja, que não permitem a redução proporcional dos juros (pro-rata, como faz o Itaú):

    “§ 2º É assegurado ao consumidor a liquidação antecipada do débito, total ou parcialmente, mediante redução proporcional dos juros e demais acréscimos”.

    Falando em tarifas, parece-me que o futuro do pague contas é promissor.

    Há boatos que o Bradesco irá adotar a função: falandodeviagem.com.br/viewtopic.php?f=4&t=205&start=120

    O HSBC, por sua vez, divulgou a tarifa fixa de R$ 15,00:
    http://www.hsbc.com.br/1/2/portal/pt/para-voce/cartoes-de-credito/tabela-de-tarifas

    Agora o melhor de tudo: A Caixa divulgou a tarifa de R$ 7,50 para seu serviço de pague contas no cartão.

    Prezados, alguém tem alguma informação sobre o sistema de pagamento de contas do HSBC e da Caixa:

  4. Marcelo lomba disse:

    Senhores, tenho o SANTANDER FREE, sem anuidade, sem tarifa de manutenção e SEM TARIFA PARA PAGUE CONTAS, acessem o site do SANTANDER e verifiquem.

  5. Fernando Roberto disse:

    Onde consigo ver essa informação sobre o pague contas da caixa? Não encontrei no site.

  6. Ricardo SM disse:

    No HSBC, você paga R$ 15,00 por título e ganha apenas 0,5 ponto por dólar.

  7. Vinícius disse:

    Caro Ricardo,

    Há limite de pagamento diário ou mensal no HSBC?

    Vc consegue pagar títulos de mais de R$ 2000,00?

    Tem como pagar valores maiores no caixa ou com o gerente?

  8. Fábio G. disse:

    Marcelo, de fato o Santander Free não cobra taxa para pagamento de conta.
    Mas o seu fator de conversão é o pior do mercado. Se não estou enganado pede-se 3USD para cada ponto.
    Estou feliz em pagando títulos de valores elevados, pagando os R$15,00 de taxa e acumulando 1,5 por USD.

  9. Márcio disse:

    É verdade, Fábio. Mesmo tendo tarifa zero no serviço, o Santander Free tb não me parece uma sábia opção para pagamento de contas justamente pelo seu baixíssimo fator de conversão em que cada dólar gasto vale 0,33 ponto. Pouco, pouquíssimo. Estratégia eficaz de pague-contas para milheiros tarimbados é realmente usar cartão (ões) que ofereça (m) conversão igual ou superior a 1,5 milha por dólar gasto. Com conversão abaixo disso eu não recomendaria o uso do tal serviço. Seria dor de cabeça pra pouquíssimo resultado.

  10. Uma pequena correção: o Santander Free paga 1 ponto para cada R$ 3,00 gastos. Com o dólar atualmente em torno de R$ 1,70, isso daria 0,5667 ponto por cada dólar gasto. Posto isso, eu tenho usado o Free para pagar contas < R$ 1.000,00. Uso os que pagam 1.5 com tarifa fixa de R$ 15,00 para contas acima desse valor.

  11. GDC disse:

    Caros acumuladores de milhas no pague contas e atividades correlatas, vejam se podem me ajudar.
    Estou pensando em dar uma acelerada no meu acúmulo de milhas e pensei em fazer o seguinte: emitir uma passagem ida e volta de first pela TAM para os EUA ou Europa. Consultei aleatoriamente GIG/JFK/GIG para fevereiro e a passagem está por R$22.213 (1 pax já com taxas), considerando uma cotação de R$1,80 e um cartão de crédito que acumule 1,5 pt/US$ essa “despesa” gera um crédito de 18.511 pontos/milhas no cartão.
    Pelas regras da tarifa, a TAM cobra US$50 de taxa de reembolso, ou seja, eu pagarei R$90 para cancelar a passagem e ter o valor reembolsado.
    Desconsiderando o valor/custo de oportunidade dos R$22.213 ao longo do tempo, eu acumularei 18.511 pontos por R$90.
    Por outro lado, ficarei com um “crédito” no cartão de R$22.213 e aí vem minha dúvida: se for um cartão de crédito vinculado a uma conta corrente do mesmo banco emitente (tipo BB, Itaú, Santander ou Bradesco) tem como este crédito do reembolso ser transferido para minha conta corrente? Alguém já fez isso?

    Pelas minhas contas estou achando que vale a pena mesmo que eu fique com este crédito no cartão, e vá abatendo de minhas despesas correntes nos meses seguintes… funcionaria como um pagamento antecipado de faturas e neste caso, o juros pro-rata do pague contas Itaú (caso eu utilize o pague contas nos meses vindouros) não deveria ser cobrado já que na verdade eu é quem estou financiando o banco! rsrs

  12. GDC disse:

    Complementando, neste cenário as milhas custariam míseros R$0,0048/milha.

  13. Acho que não funcionaria. Nas vezes que tive estorno de alguma transação no cartão de crédito, o banco posteriormente (HSBC e Itaú) debitou os pontos no programa de vantagens.

    O que poderia funcionar são aquelas cias aéreas que vendem passagem em boleto, como a Copa: https://www.aquelapassagem.com.br/copa-promocao-promete-desconto-em-passagens-pagas-por-meio-de-boleto-para-alguns-destinos-no-caribe/ . Você pagaria o boleto, e depois pediria reembolso.

  14. Fernando Roberto disse:

    Fernando H Rosa,

    No site da Copa não consta mais a opção de pagamento por boleto como você pode ver aqui:

    http://www.copaair.com/sites/CC/pt/beneficios-portal/Pages/opciones-pago.aspx

  15. GDC disse:

    Fernando H Rosa, até hoje não tive nenhuma milha estornada por ter solicitado reembolso de passagem (cartões Personnalite e TAM Itaucard ambos emitidos pelo Itaú). Minha grande dúvida é se consigo converter o crédito do reembolso do cartão de crédito para a conta corrente.
    Desde já agradeço se souber.

  16. Fabio disse:

    Outro problema absurdo é a taxa que o Itau está utilizando para fazer a conversão de pontos. A minha fatura de Novembro veio com dolar de conversão a 1,95. Onde podemos reclamar? Qual órgão pode fiscalizar isso?

  17. Vinícius disse:

    Mais um problema: li que o pagamento de contas está limitado a R$ 300,00 por dia.

    Isso é verdade?

    Saiba mais sobre o Pague Contas

    Condições Gerais para utilização do Pague Contas

    1. O serviço Pague Contas é fornecido pelo Emissor do cartão ao Titular, que poderá utilizar-se do limite disponível no cartão, obedecidos também os limites do item 6 abaixo, para pagar até a data de vencimento da fatura, , e em dias úteis, as seguintes contas:

    Títulos com ficha de compensação que possuam código de barras, a exemplo de escolas, condomínios e faturas de cartões de crédito (exceto cartões de crédito do próprio Emissor), até a data de vencimento; Contas de Concessionárias, a exemplo de contas de água, luz, telefone e gás, até e após a data de vencimento. Neste caso, eventuais encargos serão suportados pelo Titular perante a respectiva concessionária; Cargas de celular pré-pago.

    2. Este serviço está sujeito aos critérios de aprovação e elegibilidade do Emissor do cartão de crédito.

    3. Pela utilização deste serviço serão cobrados na fatura do cartão de crédito os juros de 1,99% a.m. pro-rata (proporcionais aos dias de utilização do serviço) sobre o valor total das contas pagas, tributos de responsabilidade do Titular e custos operacionais incidentes.

    3.1. Os juros incidirão a partir da data da contratação até a data de vencimento da fatura. Após essa data, caso não haja pagamento do valor total devido, serão cobrados encargos contratuais do financiamento, nos termos do contrato do cartão de crédito do Titular.

    3.2. A realização de pagamento avulso na fatura, para quitação antecipada das contas pagas somente será possível a partir do primeiro dia útil seguinte à utilização do Pague Contas.

    3.3. Para que seja processado, o pagamento avulso deverá ser efetuado no valor exato da soma total das contas pagas. Os encargos serão cobrados na fatura, considerando-se os dias de utilização do Pague Contas.

    4. Horário de utilização do Pague Contas:

    a) Pagamento de contas de concessionárias – das 07:00 h às 24:00 h;
    b) Pagamento de títulos do Banco Real/ABN – das 07:00 h às 24:00 h;
    c) Pagamentos de títulos de outros bancos – das 07:00 h às 21:00 h;

    5. Canais para utilização: Central de Atendimento e Itaú Bankline.

    6. A utilização do Pague Contas está restrita ao limite único de R$ 300,00/dia para contratações efetuadas pela Central de Atendimento e ao limite inicial de R$ 300,00/mês para contratações realizadas pelo Itaú Bankline.

    6.1. O Emissor disponibilizará aumentos progressivos do limite acima informado, para utilização do Pague Contas no Itaú Bankline, de até R$ 3.000,00/dia. Para habilitar-se, o Titular deverá acessar o Itaú Bankline. O limite para contratação e os respectivos aumentos serão concedidos conforme critérios exclusivos do Emissor, respeitadas as disposições do item “1” destas Condições Gerais.

    7. A responsabilidade sobre os dados informados da conta a ser paga é do Titular. Caso algum dado seja informado incorretamente ou o título seja pago em duplicidade, o Titular deverá procurar o emissor do título para a devida regularização, estando o Emissor do cartão, neste caso, isento de qualquer responsabilidade.

    8. É responsabilidade do Titular manter-se informado sobre a data de fechamento de sua fatura, para planejamento adequado da data em que utilizará o Pague Contas.

    9. É permitido efetuar apenas um pagamento para cada título com ficha de compensação dentro do mês corrente.

  18. Fernando Roberto disse:

    Ontem eu paguei dois boletos: um de 1.800,00 e outro de 415,00.

  19. GDC disse:

    Já paguei até um boleto de R$47.000 pelo pague contas do Itaú.

  20. Vinícius disse:

    Não estou com sorte com o Itaú.

    Abri conta e pedi o cartão, o qual demorou mais de 40 dias para chegar (teve a greve dos bancos no período).

    A despeito de conseguir isenção de todas as tarifas, recebi o cartão Gold ao invés do platinum que avia pedido. Com um limite baixo, de R$ 18.000,00.

    Entretanto, ao tentar efetuar meu primeiro pagamento, apareceu a informação de que “o serviço não está disponível para este cartão”…

    Será que só o meu cartão não tem o pague contas?

    Estou achando muito estranho.

    Vou conversar com o Gerente amanhã.

    Alguém passou por situação semelhante?

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.