JAL: Vai Abandonar o Brasil

29 de abril de 2010 | Por | 26 Comentários More

A japonesa Jal, imersa em uma crise financeira sem precedentes, resolveu perder os anéis para não perder os dedos. Vai cortar uma série de rotas onde sua presença é menor dentro e fora do Japão.

A rota São Paulo/Nova Iorque/Tóquio que era operada 3 vezes por semana e passou recentmente a ser operada 2 vezes por semana vai ser suspensa a partir de 30 de setembro de 2010.

Ela ainda deve aposentar todos os seus 747 até o final de 2011.

Esperamos que ela possa renascer mais forte no futuro.

Tags: , , ,

Category: Cias Aéreas

Comentários (26)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Gilberto disse:

    Realmente uma pena. Neste nosso mercado nem tão competitivo, quanto menos mais caro fica. Espero que se recuprem e consigam reiniciar os voos para cá.

  2. David disse:

    É menos 1 opção para voar direto a NYC.

  3. Luiz Henrique M B Cardim disse:

    Olá amigos e fanáticos pelas cias aéreas.

    QUE PENA que a JAL vai deixar o Brasil.

    FICO com raiva da aliança ONEWORLD que NN faz nada com isso que vem ocorrendo com as companhias de sua aliança.

    DEPOIS não sabem por quê as cias aereas da aliança saem e mudam para Star Alliance. A TACA, South African, TAP, LOT, SWISS, Aerolineas, Brussels Airlines, Canadian, Turkish Airlines ERAM parceiras da American Airlines e POR MÁ GESTÃO da American Airlines com exceção da TACA e da Aerolineas TODAS estão ENGORDANDO a lista da Star Alliance. MINANDO a OneWorld. LOGO, LOGO a LAN se cansa de trabalhar sozinha e DEIXA A OneWorld, para se juntar a Star Alliance para trabalhar em conjunto com a Lufthansa, United, Air Canada, SWISS, Thai e Singapore Air Lines, Turkish Air Lines.

    Sem mais.

    Atenciosamente.

    Luiz Henrique M B Cardim

  4. Ed disse:

    Empresa confiavel, mas com pessimo espaço interno na economica.

  5. Paulo Futami disse:

    Rodrigo, tudo bem?

    Parabéns pelo blog, um dos melhores do Brasil.

    Irei para Bangkok em outubro, porém tenho dúvidas de qual a melhor forma e preço de chegar até lá, vc pode me ajudar? Tenho milhas da TAM, vc acha que vale a pena?

    abs e obrigado.

  6. Celso disse:

    NRT-GRU via USA , ou seja , com visto americano obrigatório , esqueça. Rota fadada a extinção=!

  7. Rodrigo Purisch disse:

    Paulo,
    Se você tiver visto americano, faça cotações flexíveis no ITA saindo de Lax (los Angeles) e SFO, além de Nova Iorque. Essa última é sempre mais cara…
    Na Europa tente saindo de Paris, Londres, Frankfurt e Amsterdã. Não esqueça de dar uma busca no Site da Singaporeair.com e ver TODAS as promoções regionais (de pais por país).

    Você está a parte dos problemas políticos vividos lá nos últimos meses. O píor é que as passagens não caíram de preço….

  8. Celso disse:

    Eu não sou o Rodrigo, mas se me permite iria sugerir ir com a TURKISH que é uma empresa Skytrax 4* e tem excelente preço. Nas rotas citadas pelo Rodrigo, AIR FRANCE/KLM tem melhores preços. Na Singapore rotas de MXP, FCO podem ter preço melhor. Nas demais nem perca tempo, tem preço superior , mas o serviço também é superior. MILHAS TAM são a partir de 13 de maio validas na STAR ALLIANCE. Se as tiver nem perca tempo vá de SINGAPORE.
    THAI de Paris, cote também.
    SWISS é excelente opçao via ZURIQUE.

  9. jorge moraes disse:

    Calma pessoal, se a Jal sair mesmo, com certeza a outra grande aérea japonesa ANA (All Nippon Airways) assumirá a rota.

  10. André Cri-Cri disse:

    Concordo com o colega. Viajar pela Jal em econômica me fez sentir saudades da Gol.

  11. Breno Campina Grande disse:

    Melhor viajar para Narita pela Aeromexico. a unica empresa da america Latina com voo direto para Narita. O voo é Tijuana-Narita.
    Assim seria o voo, GRU-MEX-TIJ-Narita.
    O serviço da aeromexico é muito bom .

  12. Armando T disse:

    Realmente o fator visto para passar em NYC atrapalhou a rota, e como a JAL esta desesperada fazendo uma super reducao de custos, tera mesmo que reduzir rotas menos rentaveis alem dos 15700 funcionarios (um terco) do seu total.
    Talvez desse certo se a escala fosse no Dubai (DBX).

  13. Armando T disse:

    Nem por acaso agora ha pouco vi no panrotas um post com o top 10 dos gastadores no turismo, a conclusao do autor do post e que o Brasil nao tem ou tera voos para 3 do top10 (Japao (7), China (4) e Russia (9)) embora eu ache que ele esqueceu-se dos voos pra China via ,Madrid:

    1 – Alemanha – US$ 89,2 bilhões

    2 – Estados Unidos – US$ 80,8 bilhões

    3 – Reino Unido – US$ 73,1 bilhões

    4 – China – US$ 48,5 bilhões

    5 – França – US$ 43,7 bilhões

    6 – Itália – US$ 27,8 bilhões

    7 – Japão – US$ 25,1 bilhões

    8 – Canadá – US$ 24,3 bilhões

    9 – Rússia – US$ 20,8 bilhões

    10 – Holanda – US$ 20,7 bilhões

    Comentários: Do Top 10 de maiores gastadores com viagens, temos voos diretos para quase todos eles, menos para a China (a não ser um sazonal, que vai e volta) e Rússia. Acabamos de perder o do Japão (Jal cancela em setembro). Três em dez é grave.

    O Brasil, como sabemos, recebe entre US$ 5 bilhões e US$ 6 bilhões, e gasta entre US$ 10 bilhões e US$ 12 bilhões. Estamos mais perto do Top 10 de gastadores do que de receptores.

  14. Celso disse:

    A ANA não tem nenhuma interesse na rota, ao menos por hora, porém fara code share com a TAM via CDG e LHR pois a partir de 13 de maio ambas serão STAR.

  15. Celso disse:

    O autor cometeu vários equivocos. Os voos da AIR CHINA são voos regulares que foram suspensos e retornaram year round. Nunca foram sazonais. Atualmente voam GRU-NRT com 1 stop, Continental via EWR, Air Canada via YYZ, Emirates via DXB, Qatar via Doha – 24-06 start, Lufthansa via FRA, Air France via CDG, etc., etc. , etc. Moscou com TAP, LH, etc. etc………..

  16. jorge moraes disse:

    Não sei onde vc conseguiu esta informação , mas não procede. São Paulo, é a maior cidade japonesa fora do Japão. Só isto já gabarita uma empresa daqui ou de lá a voar nesta rota. A Tam é incompetente e miope demais para ver isto, porém a ANA só não operou aqui ainda por causa da JAL. Agora o caminho está livre.

  17. David disse:

    Mas vale lembrar que a ANA já teve code-share por aqui… enquanto as japonesas não pousam aqui, Emirates e Qatar já tem voôs na rota Brasil-Japão em aeronaves modernas e oferecendo benefícios ao passageiros em conexão, como city-tour no Oriente Médio, por exemplo. Agora a força virá também com a Lufthansa, que colocará seus tres primeiros A380 nas rotas Alemanha-Ásia.

  18. Armando T disse:

    Concordo Celso, embora pense que o autor (Artur Andrade) talvez se referisse a voos feitos pelas companhias de bandeira do Pais, o que normalmente e vantajoso. Neste caso, Japao (JAL ou ANA) e Russia (Aeroflot) estao fora.

  19. Aline Lima disse:

    NRT pela Aeromexico sem visto mexicano é pedir pra sofrer! A não ser que ficar preso dezoito horas numa sala de espera de aeroporto não seja considerado sofrimento pelo viajante… Por melhor que seja o serviço de bordo.

    É realmente uma pena a JAL cancelar a rota, mas mesmo outras rotas como Tokyo-Bali e Osaka-Bali serão canceladas também, o que convenhamos é uma rota com muito mais rentabilidade para eles do que São Paulo, que dependia, na maioria, dos dekassegis pra sobreviver.

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.