Não Foi Por Falta de Aviso: Preços Aumentando

13 de janeiro de 2010 | Por | 36 Comentários More

O que não falta agora são matérias sobre a elevação de preços das passagens tanto aqui no Brasil como lá fora. Fizemos vários alertas no final do ano passado.

Matéria da Folha cita um aumento de 46% dos preços médios das passagens em dezembro e 18% em novembro. Tem o efeito alta estação, mas não é só isso. Estranhamente as grandes cias aéreas nacionais (Tam, Gol e Azul) começaram a praticar o mesmo discurso no final do ano: aumento de preços e fim das promoções de última hora. Acordo de cavalheiros? Se for, não sabemos até quando vai durar. Numa busca recente de passagens para São Paulo para o final de janeiro, as três acima praticavam preços mínimos semelhantes (variando no máximo uns 60 reais). Já a OceanAir e a Webjet praticavam tarifas mínimas 40% mais baixas. Isso que acabei de citar não pode ser generalizado, mas mostra que as coisas andam mudando, principalmente na Azul que agora parece focar mais na qualidade do serviço e pontualidade, já que conseguiu conquistar um espaço, ainda que pequeno, de mercado (sua primeira meta).

Já nas passagens internacionais, matérias americanas tem trazido a tona o aumento dos preços das sobretaxas que chegam até 280 USD nas rotas EUA/Europa. O preço da passagem fica o mesmo, mas as taxas…. Falando em taxas, as grandes cias americanas e algumas cias européias andaram aumentando as taxas de despacho de bagagens. Vôos  iniciados no Brasil estão fora, mas se você comprou alguma perna partindo do exterior, acompanhe a politica de bagagens da sua cia.

Mas você pensou que o tal ataque terrorista ia fazer as cias americanas reduzirem sues preços? Não foi isso que aconteceu ainda. Elas até aumentaram um pouquinho suas tarifas.

Sempre vai existir uma cia Mexicana, Avianca ou Air China fazendo promoções abaixo de mercado, mas na média a coisa anda mesmo é subindo. Infelizmente, como muitos desavisados acreditaram, só o fim das bandas não é suficiente para a queda dos preços das passagens. Uma combinação de demanda diversos fatores (de assentos/oferta de vôos, concorrência na rota, preço do dólar, preço do petróleo e necessidades individuais de uma cia aérea -lançar uma rota, divulgar seu nome, incentivar um serviço…) é que dita os preços das passagens praticadas por uma cia aérea.

O que ainda não subiu muito foram as passagens na Executiva, que se tornaram mais baratas, e nem por isso mais acessíveis, no meio da crise. A demanda na parte da frente das aeronaves parece dar sinais tímidos de melhora, mas os preços não subiram ainda para não espantar esses consumidores desconfiados.

Vou repetir o que disse neste post abaixo: Se é para comprar agora ou esperar? Infelizmente, não sou bom em futurologia e não posso e nem devo tomar essa decisão por você. Como disse acima, os preços dependem de vários fatores sobre os quais não temos controle. Posso apenas te munir de informações como essas deste post. E acrescento agora, se eu tivesse margem para arriscar (risco de pagar mais caro depois) e fosse viajar de maio em diante, esperaria mais um pouco para ver como as coisas vão reagir, mas por vias das dúvidas deixava uma passagem reservada numa tarifa melhorzinha. Quem sabe nesse meio tempo não aparece uma oportunidade numa cia que precise aparecer para o mercado?

Tags: , ,

Category: Promoção

Comentários (36)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Lu Malheiros disse:

    Rodrigo,
    Em primeiro lugar, obrigada pela visita lá no blog!
    Estou acompanhando os preços das passagens Rio (GIG) – Buenos Aires (EZE), pela GOL, para final de abril. Semana passada, encontrei passagem, sem taxas, a R$430, hoje, já tá R$496. Pena que ainda não sei se poderei viajar mesmo… Claro que tenho esperanças de ser sorteada no concurso cultural daqui! Se for, irei para Montevidéo que não conheço e pra onde a passagem é mais cara!
    Abç,

  2. Vinícius disse:

    Coloquei no meu blog no artigo dessa semana uma comparação de preços na mesma rota e data entre GOL (aqui chamada de psico-low fare) e TAM…

    http://vacatip.blogspot.com/2010/01/alguns-cuidados-e-atencao-com-cias-low.html

    Enjoy!

    Abraço

  3. Ricardo SM disse:

    Só espero que o aumento das passagens não venha causar também aumento na quantidade de milhas para emissão de bilhete prêmio. Assim nossas milhas estariam valorizadas

  4. Fabio G disse:

    Rodrigo, ao menos nos trechos nacionais a Gol esta com ótimas tarifas para quem se programa.
    É possivel encontrar Campinas – Recife/ Salvador por R$79,00 e Campinas – Manaus R$139,00 não fui muito a fundo na pesquisa mas creio que todas as rotas que estão sobre concorrência da Azul estão com boas tarifas, tanto na Gol e Tam.
    Vamos torcer para que a Azul voe para cada vez mais destinos 🙂
    Lembrando que Caldas Novas e Goiânia são os seus novos destinos.

  5. Fabio G disse:

    Lu, verifique preços com a Pluna que ela costuma ser mais “barateira”.

  6. Rodrigo disse:

    Pessoal, estou querendo viajar em março para Denver. Alguem sabe quando normalmente aquela promoção do Citibank de 30.000 milhas começa? Em 2009 quando começou a promoção parar tirar passagens em março?

    Obrigado!

  7. Vinícius disse:

    Fabio,

    Esses trechos também são operados pela Azul. Como eu digo, a concorrência ajuda muito o preço a cair, creio que a Azul não faça, hoje, parte desse cartel de cias. aéreas, uma vez que o interesse dela é crescer.

    Só pra constar a Azul voa para Caldas Novas como qualquer outra companhia, isto é, fretamento. O que obriga quem não compra um pacote a ir pra Goiânia e se virar de ônibus. Goiânia e Brasília seriam opções interessantes pra Azul. Acho muito estranho eles voarem pra Manaus e não pra Brasília.

    Abraço

  8. Fabio G disse:

    Vinicius, os voos para Caldas Novas passarão a ser regulares.
    http://economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201001122006_IVN_237684

  9. Vinícius disse:

    Vamos aguardar… Seria um diferencial, porém estão esquecendo Brasília. Um vôo Viracopos – Brasília – Caldas Novas seria muito rentável pra ela.

  10. Gabriel Dias disse:

    Pode ser que não tenha. No final do ano passado a promoção mudou: você usava 40 mil milhas para emitir uma passagem e depois te devolviam 10 mil milhas.

  11. Gilberto disse:

    O que acho “engraçado” é que ano passado com a crise do petróleo o preço chegou a $147 e passamos a contribuir com taxas extras para viajarmos de avião… hoje em dia o preço gira em torno de $75 e não vimos os bilhetes serem reduzidos em nenhum centavo… Sabe o que é isso… uma estratégia que todo o mundo está usando… consumidor tem memória muito curta e necessidades imediatas… assim continuamos a pagar caro por tudo que nos rodeia!

  12. David disse:

    Como já dito aqui, BSB ainda é um tormento para a Azul pois de lá partem vôos diretos (sem escala) para os principais aeroportos do país e argumentar voar com a Azul com escala em Campinas é difícil para qualquer um. Talvez seria a hora de eles investirem em um segundo hub.

  13. David disse:

    Exatamente Gabriel… Rodrigo, a promoção pode mudar, mas geralmente vai de mar-jun e ago-nov, ou seja, o mesmo período de baixa da American.

  14. Bruno disse:

    estou procurando esse trecho VCP-REC para junho (fim do mês)

    está estranho… ficou por muito tempo por 79 reais (ida) e 79 reais (volta)
    estou com um voucher de 50 reais da azul
    ida e volta ficariam por incríveis 143 (em até 6x no cartão)

    um dia desses subiu, aí baixou de novo
    agora subiu novamente

    será que compro por 99 ou há chance de baixar de novo?
    o que vocês acham

  15. Vinícius disse:

    David,

    Depende muito para onde você está indo. Concordo que para São Paulo, Rio, BH até tenha vôos diretos (apesar de ter vôo da GOL que para em Goiânia, vôo da TAM que faz CONEXÃO (acredite) no Galeão pra chegar em São Paulo). Agora, se formos ver na prática, vôos diretos de BSB são pra Palmas, Rio Branco, Porto Velho e cia.

    Eu pensaria nessa rota, pois, os maiores visitantes de Caldas Novas são brasilienses, goianos, paulistas e mineiros. Numa rota CPQ-BSB-CLV na ida e CLV-BSB-CPQ na volta, o que seria um vôo direto entre Brasília e São Paulo.

    Abraço

  16. Rodrigo disse:

    Agora to na duvida ser tiro com 40.000 ou tento esperar até fevereiro. Meu medo é não conseguir lugar.
    Alguem entende a logica do sistema da AA.com? A semana anterior inteira estava disponivel voo nos dias que eu queria em março por milhas, hoje entrei lá e tiraram todos os voos que saem sexta feira da opção. Outra coisa que notei é que os mesmos voos, para comprar, ficaram 15% mais baratos.

  17. Lu Malheiros disse:

    Fabio G,
    Muito obrigada pela lembrança. Eu já havia checado na Pluna e ela estava um pouquinho mais cara. E ainda tem a escala em Montevidéo…
    De qualquer forma, valeu!
    Abç

  18. Fabio G disse:

    Lu, se quiser encarar voos um pouquinho mais longo, pode ir pra Curitiba e de lá ir para Buenos Aires, ano passado a tarifa da Gol para este trecho estava R$130,00.
    A rota Rio – Curitiba por ser “Azul” talvez tenha um bom preço na concorrência.

  19. Fabio G disse:

    Bruno na GOL é possivel achar por 79,00.
    Como a época é entrada de temporada, acho que 99 ta de bom tamanho.

  20. Ed disse:

    Rodrigo,
    desculpe ficar nesse tema, mas talvez seja útil também para outros leitores.
    Ok, as passagens pela OlympicAir para julho na Europa estão uma pechinca no site da Expedia. Porém, você acha que existe a possibilidade de a companhia aérea me cobrar outras taxas quando eu fizer o check in no Aeroporto? Por exemplo, taxa de combustível ou sei lá que outra taxa… Ou posso ficar tranquilo e ter certeza que ao comprar na Expedia (ou qualquer outra agência de viagens de renome) já estarei pagando todas as taxas aplicáveis?
    Muito grato mais uma vez.

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.