Qatar: Brasil/Espanha via Doha por cerca de 350 USD Com Taxas!

13 de junho de 2010 | Por | 901 Comentários More

Tudo bem que ir para a Europa via Doha aumenta muito o tempo de viagem, mas por 350 USD com taxas inclusas  e numa cia aérea 5 estrelas, eu topo sem reclamar! A Qatar fez uma senhora promoção partindo da Espanha e agora faz uma saindo do Brasil (pena que não tem hotel incluído na conexão como na promoção partindo da Espanha).

Fiquem de olho na franquia de bagagem, na necessidade de fazer um stopover em Doha e do visto.

Essa dica foi garimpada pelos leiotres do Aquela Passagem aos quais eu agradeço por manter esse espaço vivo mesmo na ausência de seu editor!

Voou na Qatar nos últimos 6 meses? Então participe do nosso Trip Report colaborativo!

Tags: , ,

Category: Cias Aéreas, Com Destino a Europa, De Passagens Aéreas, Espanha, Promoção

Comentários (901)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. sbl disse:

    Tentei montar uma passagem Multi Segment abrindo na volta em DOHA , nem aparece !

    Que pena !

    Recomendo comprarem rapido via Orbitz , nem usar o call center da Qatar por que isto vai alerta-los deste preco absurdamente baixo (Erro ?)

  2. josé oliveira disse:

    Não necessita de visto para a conexão, segundo a Qatar em São Paulo. Assim como acontece em Dubai, o fluxo de passageiros em conexão é muito grande.

  3. josé oliveira disse:

    GRU-BCN-MAD-GRU por U$344,00 tutto incluso. Estarei saindo dia 12set e retornando 02out. Sobre stopover, coloquei algumas dicas no primeiro link sobre a Qatar.

  4. Michel disse:

    Alguém achou passagem pra tipo sair no começo de Julho e voltar no final?! Ou ssó são datas de baixa temporada?

  5. Marceu disse:

    Mas dá pra sair do aeroporto será??

  6. Ernesto disse:

    Passageiros terão mais direitos em caso de voos atrasados

    Claudia Andrade
    Direto de Brasília

    Desde o último domingo, os passageiros que tiverem o voo atrasado, cancelado ou forem impedidos de embarcar por conta de overbooking terão de ser atendidos mais rapidamente pelas empresas aéreas. Uma nova resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) prevê a reacomodação imediata em outro voo, além da redução do prazo para que a empresa preste assistência ao passageiro.

    As novas regras também preveem que o reembolso poderá ser solicitado imediatamente pelo passageiro e a empresa deverá atender à solicitação de acordo com o meio de pagamento efetuado. Se o bilhete já estiver quitado, o reembolso deverá ser imediato. Se a compra tiver sido efetuada com o cartão de crédito e ainda houver parcelas a vencer, a devolução seguirá a política da administradora do cartão.

    “Dificuldades” para cumprir regras
    O diretor do Sindicato Nacional Empresas de Aviação Civil (Snea), comandante Ronaldo Jenkins, argumenta que algumas regras são difíceis de serem cumpridas, como a que determina o reembolso imediato da passagem.

    “Se for um voo internacional, em final de semana ou feriado, como você vai dar reembolso imediato? Se a bandidagem souber que as empresas têm um montante desse disponível haverá roubos”, afirma.

    Ele cita ainda as limitações para oferecer assistência aos passageiros em algumas localidades. “Há aeroportos que não têm uma lanchonete, então fica difícil dar comida onde não tem estrutura, como você vai dar acesso à comunicação onde não tem?”

    Para o representante do Snea, essas são situações “lógicas” que “qualquer pessoa vai compreender”. “As empresas vão fazer o possível para atender as novas regras”, afirma, alertando para o risco de se criar uma expectativa que “não pode ser atendida”.

    “Prova de fogo”
    A coordenadora institucional da Pro Teste Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, Maria Inês Dolci, diz que as regras já estavam sendo discutidas “há muito tempo” e que as empresas já deveriam estar preparadas para atender às novas exigências.

    Para ela, a grande “prova de fogo” para saber se a legislação está sendo cumprida será o mês de julho, período de férias, quando o movimento nos aeroportos aumentará.

    Maria Inês defende, inclusive, regras mais duras para casos de overbooking. “Deveria até coibir práticas abusivas como a venda de passagem além do limite da aeronave”.

    Jenkins rebate a proposta dizendo que o que deveria ser colocado em prática é a perda da passagem em caso de não comparecimento. “O overbooking não é uma invenção brasileira, existe no mundo todo. Muita gente faz reservas em diversas empresas para escolher depois a melhor hora para a viagem. Isso impacta as empresas. E ninguém toma uma atitude sobre quem não aparece”.

    Confira as mudanças que entram em vigor:
    Atrasos
    – A empresa tem que providenciar lugar para o passageiro antes de quatro horas de atraso (período adotado anteriormente) desde que haja outro voo da mesma empresa para o mesmo destino. O passageiro do voo em atraso terá prioridade sobre os demais.
    – Se o passageiro desistir da viagem haverá reembolso integral, além de retorno ao aeroporto de origem, se o atraso ocorrer na escala ou conexão. Se houver estimativa de atraso superior a quatro horas, a solicitação de reembolso pode ser feita imediatamente, a devolução deverá ser imediata, respeitando o prazo e o meio de pagamento.

    Cancelamento/interrupção ou overbooking
    – A empresa deverá providenciar a reacomodação no próximo voo disponível, próprio ou de outra companhia aérea. Haverá prioridade para o passageiro do voo cancelado ou interrompido, em relação àqueles que ainda não adquiriram passagem
    – O passageiro poderá optar por outra modalidade de transporte
    – A solicitação de reembolso em caso de desistência poderá ser feita imediatamente
    – No caso de overbooking, a empresa poderá negociar benefícios com o cliente para compensar o incômodo e evitar possível multa.

    Informações ao passageiro
    Assistência
    – 1 hora de atraso: facilidade de comunicação, como ligação telefônica ou acesso à internet.
    Р2 horas: alimenta̤̣o.
    – Após 4 horas: acomodação e, quando necessário, serviço de hospedagem.
    – A assistência deve ser oferecida inclusive se já estiver a bordo da aeronave em solo e sem acesso ao terminal

    » Passagens apresentam queda em março
    » Confira mais notícias sobre Economia
    » Siga o Terra no Twitter

    Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Redação Terra.

    O que é isto?Compartilhe esta notícia
    del.icio.us Facebook Technorati

    My Yahoo! Menéame Fresqui

  7. Nick disse:

    Pessoal, fiz uma simulação e consegui tarifa de US$ 310,00 indo por Barcelona para outubro…Realmente tentador !!!!

  8. Segundo o Portal Consular quem pode dar um visto para dar uma saidinha do aeroporto é a própria Qatar Airways ou o Hotel onde vc irá se hospedar. Lá diz assim: “- Nacionais brasileiros podem obter visto de turista à chegada em Doha, desde que solicitados e processados previamente por intermédio de hotel localizado no Catar ou agência da empresa Qatar Airways”. http://www.portalconsular.mre.gov.br/mundo/oriente-medio/estado-do-catar/doha/servicos/vistos-de-entrada-para-o-catar

  9. Marceu disse:

    vc fez ida gru-bcn e volta mad-gru ? 310usd? qntos dias? só achei por 344

  10. Dileao disse:

    Mais uma dica: considere fazer uma TRIANGULAÇÃO DE MILHAS para maximizar o custo-benefício da sua viagem. Veja que se você pontuar no programa da própria Qatar pouco ou quase nada valerão essas milhas, pois dificilmente você acumulará as milhas necessárias para resgatar pontos voando Qatar (quem voa nela habitualmente?!).

    Mas note que na hora da compra do bilhete você pode inserir o seu número de programa de fidelidade de outras companhias, entre elas a UNITED AIRLINES (abrir uma conta é muito simples, via site, o n.º sai na hora). Com esse procedimento, você pontua sua milhagem no programa da UNITED, que por sua vez é membro do STAR ALLIANCE, da qual agora faz parte a TAM. Se não me engano, a pontuação é de pouco mais de 10.000 milhas.

    Resumindo: com essa triangulação, você voa Qatar Airways, pontua na United e depois resgata um bilhete one-way dentro da América do Sul na TAM.

    Considerando que você vai pagar em torno de R$550 para ir e voltar da Europa, e que isso vai lhe valer um bilhete de IDA dentro da América do Sul que custaria por volta disso mesmo, a conclusão é que a viagem para a EUROPA saiu totalmente FREE!

    []´s
    Dileao

  11. Bruno Ávila disse:

    Eu comprei para 29 de novembro a 07 de dezembro por 310 ontem. O ultimo dia por esse valor que vi foi com volta dia 08 de dezembro. Mas foi no domingo, não sei se ainda está esse valor.

  12. Leonardo disse:

    Comprei dois bilhetes para novembro por 621USD. Há um voo com intervalo entre GRU-DOHA-BCN de apenas 2h05´preferi não arriscar porque se bem conheço GRU há um risco de atraso na saída que pode se tornar um atraso na conexão, aí é melhor nao arriscar já que estamos comprando bilhetes super promocionais. Passarei 7h no aeroporto de Doha na ida e na volta. Nunca dormi em aeroporto mas por esse preço para mim vale a pena. Se alguém conseguir o visto e quiser compartilhar a experiência, as informações desse processo serão bem vindas. Obrigado ao Aquela Passagem por disponibilizar a informação, é por isso que sou leitor fiel.

    Abraço

    Leonardo

  13. Bruno Ávila disse:

    Galera, a passagem tem restrições, lógico! Afinal, passagenzinha de 250 reais o trecho pra Barcelona com toda mordomia aí já é demais nào é mesmo? Acho que todo mundo tá vendo as restrições. A viagem dura de 22 a 35 horas. Quem não tem paciência e acha que viajar de avião um saco, claro que não deve comprar. Além disso não é reembolsável, quem tem patrão, é funcionário, tem família ou tem maiores riscos de imprevistos que possam atrapalhar a viagem, tb não é legal.

    Agora quem acha viagem de avião super bacana, acha uma aventura cruzar a África e o Oriente Médio para chegar a Barcelona por míseros 250 reais ida e 250 reais volta, com possibilidade de descer em Doha e dar uma voltinha, aí claro, vale muito a pena.

  14. Dileao disse:

    Um update: conferi no site da UNITED e parece que o crédito de milhas pode ser ainda melhor!!! Entre Doha (Oriente Médio) e Europa o crédito mínimo de milhas para a classe econômica é 60.000! Como não tem na tabela América do Sul-Europa, de se concluir que a pontuação no mínimo vai ser essa, o que vier a mais é lucro!

    Atentar para a classe tarifária aceita para crédito de milhas na UNITED: na econômica são Y B M H Q V T L K W G. NÃO são aceitas para milhas as classes X, I e O.

    Conferi a classe do meu bilhete (promocional a US$344) e ela é W, ou seja, pontua na UNITED.

    Se essa história toda for verdade, o bilhete tá saindo a US$172, pois as milhas vão dar direito a outro bilhete para a Europa…

    Link site da UNITED:

    http://www.united.com.br/core/portugues/MP/earnmiles/partners/air/qatar.html

    []´s

    Dileao

  15. jorge moraes disse:

    E a taxa de embarque no Brasil, como fica? Para embarque internacional em Gru a Infraero cobra R$ 60,00, cerca de 33 dolares. Está tx está no pacote total?

  16. Nick disse:

    Marceu, eu fiz uma simulação GRU BCN ida dia 12/10 e volta dia 24/10…

  17. Michel disse:

    Alguém sabe como ficaria a questão da bagagem?! Alguma restrição quanto a isso?!

  18. Dileao disse:

    Um update no comentário de DICAS linhas acima:

    Conferi no site da UNITED e parece que o crédito de milhas pode ser ainda melhor!!! Entre Doha (Oriente Médio) e Europa o crédito mínimo de milhas para a classe econômica é 60.000! Como não tem na tabela América do Sul-Europa, de se concluir que a pontuação no mínimo vai ser essa, o que vier a mais é lucro!

    Atentar para a classe tarifária aceita para crédito de milhas na UNITED: na econômica são Y B M H Q V T L K W G. NÃO são aceitas para milhas as classes X, I e O.

    Conferi a classe do meu bilhete (promocional a US$344) e ela é W, ou seja, pontua na UNITED.

    Se essa história toda for verdade, o bilhete tá saindo a US$172, pois as milhas vão dar direito a outro bilhete para a Europa…

    Link site da UNITED:

    http://www.united.com.br/core/portugues/MP/earnmiles/partners/air/qatar.html

    []´s

    Dileao

  19. Dileao disse:

    A possível pegadinha tá nessa restrição de rodapé constante do site da UNITED:

    “As milhas contadas são determinadas pela empresa aérea operadora. Favor observar que a classe reservada apresentada no bilhete pode ser diferente da classe reservada pertinente para a contagem de milhas”

  20. Dileao disse:

    Pessoal, desconsiderem o que eu disse no post anterior sobre ganhar 60.000 milhas, na verdade isso é para RESGATE de bilhete e não CRÉDITO em milhas.

    Prevalece a estimativa do site da QATAR de crédito de pouco mais de 10.000 milhas pela viagem. O que, ainda assim, é uma ótima pedida.

    []´s

    Dileao

Deixe um comentário

Os comentários publicados aqui são de exclusiva e integral responsabilidade de seus autores. Comentários que julgarmos conter termos chulos, que não respeitem a opinião dos demais, que tratem de problemas comerciais individuais com terceiros, que promovam o comércio de milhas, que tragam termos preconceituosos, que sejam identificados como textos publicitários ou que visem apenas denegrir a imagem de terceiros serão moderados e/ou excluídos. Comentários sem identificação clara de seu autor (nome e/ou email válido) também poderão ser excluídos.